Sexo Tântrico Não É Receita De Bolo, É Um Caminho Único

O que é sexo tântrico, afinal? É uma receita de bolo, uma fórmula mágica, que basta decorar e sair aplicando por aí? Precisa ter um (a) parceiro (a) assim ou assado… iluminadão (ona), shivão, shivona, shaktiona, shaktião…!!? Não sei não, aliás… eu sei um pouco. São 30 anos de estrada no caminho do autoconhecimento tântrico, tenho muito o que aprender ainda, mas aquele pouco que sei, através da experiência em atendimentos aos meus clientes, e na minha própria prática pessoal, gostaria de compartilhar contigo. Não sou dono da verdade, mas posso compartilhar a verdade que a minha consciência conseguiu abarcar até agora.

Sexo tântrico não é receita de bolo, é um caminho único

Recomendo os livros “Tantra, o Culto da Feminilidade” de André van Lysebeth, e o Livro dos Segredos (5 volumes), que é o Vigyan Bhairav Tantra comentado pelo Osho. Tem muito conteúdo nestes livros – são meus livros de cabeceira – que tu já podes começar a aplicar na tua vida. Em primeiro lugar, tantra não é fórmula mágica que serve para todos, tipo autoajuda… Tantra é prática, é técnica, é o aqui e agora a todo momento… Tantra é um caminho de autoconhecimento que te ajuda a descobrir o teu próprio caminho. Cada um de nós é um ser único expressando as glórias do universo. Em segundo lugar não precisa ter um ideal de parceiro (a). Se tiver, é claro que o (a) parceiro (a) precisa também estar praticando o tantra. Se não tiver parceiro (a), começa praticando contigo mesmo (a), é ótimo descobrirmos a nós mesmos para depois descobrirmos o outro, pelo menos a algum grau de descoberta…

Sexo tântrico não é receita de bolo, é um caminho único
Jogo na mandala astrocabalística tarotântrica explicando o sexo tântrico. Consta no vídeo abaixo do texto.

Nossa mente funciona nas polaridades. Uma é o profano e outra é o sagrado. Em outras palavras, a mente oscila entre a putaria e a santidade. Mas o conceito de sagrado ou de santo, da mente, não tem nada a ver com o sagrado de fato. O tantra é a transcendência da mente, do ego. É necessário vivermos as polaridades com totalidade para podermos transcender, pois somente vivendo a dualidade – as polaridades – por igual, podemos neutralizá-las e, assim, nos libertarmos delas. Lembremos que luz espiritual não é ausência de sombra, é o equilíbrio entre a luz e a sombra. Dá uma olhada no vídeo que tu poderás compreender melhor. Gratidão, namastê!

Joel Munhoz (Olói)

A Vida É Uma Calcinha Enfiada No Traseiro

A Força surgiu e, com ela, a luxúria, a volúpia… A Força é luxuriante, é voluptuosa… A Força saca a energia altamente concentrada que se esconde lá no fundo do ser da criatura e faz com que ela volte novamente a sorrir. Mas, sobre que tipo de força trataremos hoje aqui? A força do tesão, companheiro e companheira! Aliás, existirá alguma força no universo que seja destituída de tesão? Dificilmente… Pela minha própria experiência, impossível… arrisco a dizer. O tesão sexual está na base de tudo. O amor, por exemplo. Ninguém poderá vivenciar as alturas do amor sem nunca ter mergulhado nas profundezas do tesão erótico e sexual.

A vida é movida a tesão, na atração irresistível entre os opostos. O casal Shiva/Shakti está presente em tudo, em todas as reações químicas e alquímicas do universo. Tudo está em constante movimento das forças de atração e repulsão. Achei na internet uma frase que me chamou a atenção. A princípio dei uma boa duma risada. Depois, senti que poderia ter uma profundidade escondida sob tal frase. A dita cuja frase é: “A vida é uma calcinha enfiada no cu.” Substituí pela palavra traseiro no título para evitar problemas com alguns setores… Po, quanta profundidade, você não acha? Bom, vamos tentar nos aprofundar no conceito com a ajuda do tantra arcano11 A FORÇA. Esse tantra arcano mostra a dualidade dos opostos através dos dois números UM (11). No caso aqui, então, fica assim: uma polaridade é a calcinha e a outra polaridade é o cu.

A vida é uma calcinha enfiada no traseiro


A calcinha sente uma atração irresistível pelo cu que, pacientemente, espera pelo momento em que sentirá a maciez da textura do seu tecido roçando-lhe e cobrindo-lhe prazerosamente, com muita afeição e carinho. A vida é um todo de tantas e infinitas coisas que constituem um mosaico universal. Pois então, uma delas é a calcinha e, a outra delas, é o cu. Acaso pensais vós que a calcinha não é algo sagrado? Que o cu não é algo sagrado? Se assim pensais, estais redondamente enganados, pois tudo o que existe é importante e sagrado.


Tanto a mulher santa quanto a mulher pecadora possuem um cu… e usam calcinha. E tem cada santa pecadora, gostosas que só elas… E tem cada pecadora santa, verdadeiras deusas encarnadas na terra… Opa, e os homens, estão fora dessa? Só porque não usam calcinha? Mas os homens adoram uma calcinha; veja bem, calcinha… não calçola. Os homens adoram tirar a calcinha da mulher, enquanto a mulher fica pensando: “ai, que delícia, ele está baixando a minha calcinha…” E quando a mulher está de bruços então… primeiro o homem admira o conjunto mulher/calcinha, depois, vai tirando lentamente (a calcinha), enquanto esfrega delicadamente o rosto na bunda da fêmea, mulher e deusa, para depois, separar-lhe (gentilmente) as nádegas e cheirar e beijar o seu cu.

A vida é uma calcinha enfiada no traseiro


Também temos o nosso lado animal, o nosso lado cachorro que adora cheirar os cus das cadelas. Por isso é importante que os cus estejam sempre limpos e cheirosos. Porém, existem também os homens que adoram usar calcinha. Sim, porque fantasiar com cueca não está com nada, você não acha? Cueca é um artigo grotesco, sem nenhum atrativo. Uma calcinha bem transada, por sua vez, enche os olhos… e também o cu, é claro. Então, tem homem que usa calcinha, de vez em quando. Não que necessariamente ele seja viado. É claro que tem viado que usa calcinha; os travestis, por exemplo; assim como tem viado bem macho que detesta que homem se vista de mulher. Tem de tudo neste mundo. E isto é uma maravilha. Já pensou se tudo fosse a mesma coisa, como querem os comunistas e os religiosos fundamentalistas? Seria uma chatice só. Sem a liberdade de expressão das calcinhas e dos cus a vida não teria nenhuma graça.


No fundo, todos nós somos apaixonados pelo feminino, com calcinha e tudo. Mulheres… homens… de todas as orientações sexuais, somos todos apaixonados por mulheres, por calcinhas e por cus. É uma atração irresistível que, se somos contrariados, já saímos com esta: “ah, vai tomar no teu cu!” O cu e a calcinha fazem parte do imaginário erótico de todos os povos. Tem também o homem machista que adora ver uma gostosa com a calcinha enfiada no cu, mas a mulher dele não pode mostrar-se em público num minúsculo fio dental. E quando vê uma mulher mais velha ou nem tão gostosa assim, com uma minúscula calcinha, acha feio e ridículo. Democracia já! Todas as mulheres têm direito a usarem as suas calcinhas enfiadas no cu e também de tirarem as calcinhas do cu quando bem entenderem porque, afinal, tem um momento em que o cu precisa ficar longe da calcinha para poder respirar mais aliviado. A calcinha enfiada no cu também pode representar um estorvo do qual precisamos nos libertar. Portanto, se for prazeroso, use, abuse e se lambuze; se for um incômodo, livre-se dela o mais rápido possível.

A vida é uma calcinha enfiada no traseiro
Tantra arcano 11 A Força – a mulher e o leão. O tesão sexual, a vitalidade, a resistência, as raízes fincadas na Existência, na Natureza.


Olha que tão bela e profunda mensagem nos trouxe o tantra 11 A FORÇA! Esse tantra nos harmoniza com a energia animal – que nos sustenta – e que é a grande geradora da vida no plano físico, bem como de qualidades como a fé, a coragem, a vitalidade, a resistência, a saúde, a entrega, a vontade, a dança, a alegria, etc. Uma pessoa jamais poderia ter essas virtudes se, antes, não tivesse um cu. O chakra básico (muladhara) se situa na região do períneo, na base da coluna vertebral e também do cu. Além da grande importância fisiológica do cu, como aparelho de saída dos dejetos sólidos do organismo, é digno de destaque a sua importância energética, psíquica e espiritual que nos dá raízes fincadas na existência, que nos sustenta quando as tormentas querem nos arrancar do caminho e que, enfim, sustenta as nossas pernas e os nossos pés porque, sem eles, não vamos a lugar nenhum. Viva as calcinhas e os cus!

O Pendurado, O Relaxamento Que A Meditação Proporciona

Não sei porque o tantra arcano 12 O PENDURADO, volta e meia, aparece nos meus vídeos kkkkk. Por que será, né…?! O cara aqui precisa se render um pouco mais, se não por inteiro, à Vontade Divina. Vamos lá, então… mais um desafio, galera! Afinal, podemos aprender muito mais com os desafios e obstáculos da Vida. E essa pandemia está nos trazendo cada vez mais pra real. Caia na real! O PENDURADO está de ponta cabeça, a Vida se inverteu para ele. Não era bem o que ele pensava. Aliás, as suas ideias, teorias e ideologias revelaram-se inócuas perante a nova realidade que está se apresentando.

Guiar-se por ideologias, religiões e líderes dos mais variados, é restringir a Vida, é fugir da Vida, é limitar a própria vida. A Vida não precisa de nenhuma ideologia, de nenhum ensinamento religioso, de nenhuma escritura sagrada, para viver. Então, por que nós, pretensos seres humanos, precisamos de toda essa parafernália de doutrinas, regras, e ensinamentos mil para “vivermos”? Quem se guia sempre pelos conhecimentos (condicionamentos) da mente está sempre reagindo à Vida. Assim, essa pessoa jamais se jogará no Desconhecido, estará sempre interpretando a Vida, estará sempre colocando a vastidão da Vida no pequeno espaço da sua mente/ego.

O Pendurado, o relaxamento que a meditação proporciona

Mas… aí entra O PENDURADO. Quando a tua mente se acha a tal, a Natureza ou Mãe Existência dá um jeito de te colocar com os pés para cima para que tu vejas a Vida através da vastidão do céu e não mais da pequena janela da tua mente condicionada. Aí, meu irmão (ã), de nada adianta esperneares. Quanto mais tu lutas pra te libertar mais o laço aperta e mais energia vital tu consomes nesta luta vã. O jeito é relaxar e gozar… Aaaaaaaahhhhhhh, delícia, né… kkkkkk. Só assim podemos ter acesso a um novo insight, a uma nova revelação. Relaxa na tensão, relaxa na dor, relaxa na luta, no desafio. Este é o relaxamento que a meditação proporciona. Relaxar no que quer que for que a Vida estiver te trazendo.

Te liga no vídeo aí… que tu vais aprender a relaxar pra carai… E ainda de quebra poderás até dar à luz a ti mesmo (a)!

Joel Munhoz Tarô Tântrico

(Elóy)

Deite E Role Na Chupada, No Boquete E No Bucete

E a Vida se delicia numa gostosa e linda chupeta… ou boquete, como queiram. Quem é que não gosta dum boquete? Há gente que diz que não gosta, outros dizem que é coisa do diabo. E por aí vai, cada um tem as suas razões para esconder o seu gosto pelo boquete, tanto para dar quanto para receber. O fato é que todos nós adoramos um boquete, quer assumamos isto ou não. Assim diz o tantra arcano 0 O LOUCO: é melhor assumir que você é louco, cara (louco por boquete), para que você não venha a se tornar louco de fato.

Deite e role na chupada, no boquete e no bucetePara ser bem claro, boquete é a felação ou sexo oral no pinto. Mas, como O LOUCO gosta de inventar, criar e recriar (e bagunçar o politicamente correto), pelo menos no presente artigo, boquete, além de ser o sexo oral no pinto também passa a ser o sexo oral na buceta (que também é chamado de cunilingus ou “botar a cara no mato”). Ou… quem sabe a chupadinha na buceta não seria “bocete” ou “bucete”? A verdade é que todas as pessoas que reprimem o gosto pelo “boquete” ou “bucete” se dão mal lá na frente. Outros se dão mal atrás, mas, afinal, gosto é gosto e não se discute, e o importante é ser feliz.

Deite e role na chupada, no boquete e no buceteNo fundo, todos nós somos grandes chupadores ou mamadores, e doadores de mamadeira de onde sai o néctar da deusa (amrita) e o leite do deus; e não tem nenhum mal nisso. Chupar, mamar ou lamber é uma necessidade fisiológica super saudável. Quem exercita esta prática se torna mais humano e tolerante. Quem não exercita se torna recalcado e agressivo. Além do mais, se você não exercita a sua oralidade sexual a energia se volta contra você. É sabido que os hormônios do prazer e do bem-estar (endorfina, serotonina, dopamina, ocitocina) têm grande importância no correto funcionamento do sistema imunológico. E, se o nosso sistema autoimune se encontra debilitado, os vírus e as bactérias do mal fazem a festa.

Assim, não dê mole para os microrganismos patogênicos. Chupe! Chupe bastante! Deite e role na chupada, no boquete e no bucete! E também se deixe chupar e mamar de todas as formas… Desde que se observe alguns cuidados com a higiene íntima, é claro. Ah, e a confiança no (a) parceiro (a) de chupada também é fundamental. Observados estes cuidados básicos, é partir para o abraço, para os beijos, para os amassos, para os roça roças e para muitas chupadas (boquetes e bucetes) das deusas e dos deuses.

  • Deite e role na chupada, no boquete e no buceteTexto escrito sob a inspiração do tantra arcano 0 O LOUCO e do CAVALEIRO DE OUROS na casa 11 (energia de Aquário). O Cavaleiro de Ouros é o (a) jovem que percorre o mundo em busca de aventuras, de trabalho, de festa, de brincadeira… É a seiva da juventude que corre nas veias, nos nervos, nos músculos… Ele quer descobrir e experimentar coisas novas… Ele não se conforma com o que leu ou ouviu falar, ele precisa ver de perto, tocar, mamar, se dar a mamar, e por aí… Na casa 11, então, ele fica mais louco, louco de bom… Esta é a casa dos amigos, dos mestres, da humanidade, do “amor que eu recebo”. Amigos de boquetes e bucetes, que tal… kkkk. A maestria do sexo oral onde um (a) aprende com o (a) outro (a). Permita-se receber o amor de todas as formas possíveis, inclusive através do boquete e do bucete.  Boas mamadas e mamadeiras a todos!

Joel Munhoz Tarô Tântrico

(Elóy)

Sexo Tântrico, Você Sabe O Que É?

 

Sexo tântrico? Você sabe o que é? Já ouviu falar? Já leu a respeito? Existem muitos artigos sobre o tema na internet. Acho que também posso dar o meu pitaco baseado na minha experiência pessoal e nos meus atendimentos com massagem tarotântrica. Bueno, vamos começar pela ideia de sexo sagrado. Sim, o sexo é profano e sagrado e, no fundo, o profano também é sagrado. O problema surge com a noção que as pessoas têm do sagrado ou do que significa esta palavra. Para a Igreja o sagrado está separado do profano, o divino está separado do pecador. Assim, sem querer, já que o nosso inconsciente está repleto de dogmas religiosos, acabamos também por separar o sexo tântrico do sexo comum, ordinário.

Sexo tântrico, você sabe o que é?A exclusão é não tântrica, a inclusão é tântrica. A separação é o pecado. Podemos realizar grandes rituais seguindo orientações de gurus, praticando regras e mais regras, por exemplo: ter só um (a) parceiro (a) para o sexo, para o amor… O sexo tântrico somente pode acontecer entre um homem e uma mulher… homo e outras variações, orientações, identidades de gênero, estão fora…  sexo anal também não pode… ou tem que ser somente numa posição tal… e outras tantas regras que se vê por aí… Ora, a princípio, o tantra é contra as regras e a favor da espontaneidade. É claro que, por termos nos desviado tanto do natural, precisamos aprender novamente o que é natural. Daí, alguns exercícios, meditações, são necessários para recuperarmos a naturalidade do sexo. Porém, no momento em que o exercício cumpriu o seu papel, descarte-se dele. Ou… se uma técnica de meditação não surte efeito, que parta-se para outra…

Sexo tântrico, você sabe o que é?Assim, o tantra começa pelo começo, sempre. Você deve, então, começar de onde você está. As pessoas têm situações de vida diferentes, idades diferentes, orientações sexuais diferentes – mesmo os hetero são diferentes nas suas necessidades e desejos. Uns têm mais poder aquisitivo, outros têm menos. Estudos mostram que as relações monogâmicas acontecem mais entre as pessoas pobres. Os ricos têm mais condições de serem poligâmicos, ao menos poligâmicos sequenciais. Uns têm parceiros fixos, outros não… uns são casados… outros separados… outros solteiros… outros tico tico no fubá… E, independente disso tudo, cada qual carrega os seus traumas e karmas com relação ao outro, aos relacionamentos em geral.

Sexo tântrico, você sabe o que é?Não é mole, né… O sexo que praticamos é muito mais mental do que corporal, biológico ou espiritual. Há um montão de fantasias e fetiches na mente humana. Então, se começa por aí… Muitos não têm condições de colocar em prática as suas fantasias e fetiches… Vamos colocar isso pra fora… Num espaço terapêutico isso pode ser feito com segurança, com a orientação do (a) terapeuta. Ao mesmo tempo em que se coloca o lixo sexual pra fora, vamos trazendo a consciência para espaços mais saudáveis de sexualidade… O foco da energia sexual normalmente está localizado somente nos genitais. E na cabeça, pois a mente está cheia de fantasias e desejos…

Sexo tântrico, você sabe o que é?Vamos mergulhando no profano para resgatar o sagrado, para trazer mais consciência ao sexo. Sexo tântrico é para dissolver a repressão, não para reprimir mais ainda. E cada pessoa deve descobrir a sua própria forma, o seu próprio equilíbrio. Tantra não tem fórmulas prontas para todos.  O mais importante é a consciência. O estado de alerta se expandindo cada vez mais… As formas como você se relaciona não importam… se sozinho (a) com você mesmo (a), se com o (a) parceiro (a) ou parceiros (as), o que importa é o quanto de consciência você está colocando no ato sexual. É bom lembrar que não estou incentivando aqui nenhuma ação sexual que viole os direitos de outrem ou que seja crime. Faça tudo o que você deseja desde que seja de maneira consensual com o outro, entre pessoas adultas maiores de idade, dentro da lei.

Sexo tântrico, você sabe o que é?Tantra é autenticidade. Na real, na real mesmo, somente pessoas iluminadas podem praticar o sexo tântrico na sua inteireza. Nós, que ainda estamos no caminho, somos apenas aprendizes do sexo tântrico.  E isto já é uma grande coisa, quando despertamos para este sublime aprendizado. Assim, não force uma atitude iluminada que você ainda não alcançou. A emenda será pior do que o soneto porque você estará sendo falso consigo mesmo e com o (a) parceiro (a). É muito mais tântrico praticar uma fantasia ou um fetiche (profano) com autenticidade e consciência do que ter práticas “sagradas” que ainda não passam de teorias e ideais contidos na sua cabeça.

Joel Munhoz Tarô Tântrico

(Elóy)

Setenta Por Cento Dos Nossos Pensamentos São De Origem Sexual

Saiu aqui o 8 de Copas na casa 4 (Câncer). Naipe de Copas é água. Casa 4 também é uma casa de água. Então é água por tudo que é lado hoje. Vamos nadar e mergulhar, só temos que ter cuidado para não nos afogarmos. Água é sentimento e emoção. O 8 é um número que representa equilíbrio, interação entre mundos ou equilíbrio entre os mais diversos mundos. É o tantra arcano 8 A Justiça. Assim, o 8 de Copas é A Justiça no nível ou naipe de Copas. Casa 4 são as coisas antigas, o passado, a ancestralidade, a família – pai e mãe. É as profundezas do ser, o teu lar espiritual. Também pode representar morte física e espiritual. É o afeto fluindo direto da fonte, por isso é a sensitividade e também dotes artísticos, a capacidade criativa fluindo…

Setenta por cento dos nossos pensamentos são de origem sexualComo você se sente agora? Está ruim? Está bom? Está pra baixo ou está fluindo alegre na superfície? Se você está pra baixo, se as coisas vão mal, seja em que área for da sua vida, já está mais do que na hora de começar a enfrentar os seus monstros interiores. Toda a nossa realidade exterior flui da nossa realidade interior. Mergulhe o mais profundo que você puder nos seus sentimentos negativos. Eles estão se apresentando para você para que você os conheça de perto. O autoconhecimento implica em que nos conheçamos em todos os níveis e dimensões de consciência. Mas tem um nível de consciência se apresentando mais forte aqui. É o nível considerado o mais denso: o nível sexual. Nosso corpo físico é constituído de aproximadamente 70% de água. Da mesma forma, cerca de 70% dos nossos pensamentos são de origem sexual.

Setenta por cento dos nossos pensamentos são de origem sexualA água é densa. A energia sexual é densa. Se não bebemos água pura, leve e alcalina na medida certa para o nosso organismo, ficaremos doentes. Muitas doenças acontecem porque o corpo se encontra desidratado. Da mesma forma precisamos dar atenção às nossas necessidades sexuais. Cada pessoa é única e deve procurar o seu próprio equilíbrio. Uns precisam de maior frequência de relações sexuais, outros um pouco menos… Biologicamente há 3 sexos: masculino, feminino e intersexual. Psicologicamente há tantos sexos ou identidades de gênero quanto há pessoas no mundo. Acho que a sigla LGBT+ pode abranger todos os gêneros existentes e imagináveis. Não fique preocupado (a) em se definir ou se rotular sexualmente. Circule pelas tribos que lhe despertam a atenção ou o desejo. Seja uma metamorfose ambulante. Lembre-se que por fora, externamente a nível de ego/personalidade, a mudança é constante, mas a nível interno a tua consciência espiritual é imutável.

Setenta por cento dos nossos pensamentos são de origem sexualQue as tuas mutações exteriores possam te levar a um mergulho cada vez mais fundo em você mesmo. Só assim está valendo, senão não passa de pura perda de tempo. Quando não bebemos água suficiente para hidratar as nossas células adoecemos fisicamente. Da mesma forma quando não movimentamos as águas paradas da sexualidade doente com as águas correntes do sexo saudável adoecemos psicologicamente; e isto pode somatizar em doenças físicas. Ademais pode impedir o nosso crescimento espiritual, a evolução da nossa consciência. A energia vital precisa circular em todos os níveis de consciência. Quando isto não acontece ficamos presos a pensamentos e desejos que sugam a nossa energia impedindo que nos elevemos a patamares mais elevados de consciência. Lembremos do que disse o mestre Jesus: “dai a César o que é de César e a Deus o que é de Deus.”Setenta por cento dos nossos pensamentos são de origem sexual

Joel Munhoz Tarô Tântrico

(Elóy)

Curta Todas As Sensações A Vida É Para Ser Curtida No Máximo

Rainha de Copas na casa 2 (Touro). Você gosta de dinheiro? Sim? Eu também gosto. Acho que o dinheiro foi uma grande invenção humana, só que ele assumiu uma proporção enorme de influência nas nossas vidas, até demais. Vivemos para trabalhar e ganhar dinheiro. Só que quem ganha dinheiro, mas muito dinheiro mesmo, é uma pequena porção da população humana. São os que se encontram no topo da pirâmide social cuja base é formada pela imensa maioria que trabalha para enriquecê-los ainda mais. É mole? Então… Mas a casa 2 não trata somente de dinheiro. Diz respeito também ao corpo, à sensualidade, ao conforto… E o tantra arcano Rainha de Copas? É a mãe, é a mulher já bem situada na vida e que representa também a maturidade emocional. Bem… maturidade emocional, dinheiro, conforto, sensualidade… tudo isso no mesmo pacote.

Curta todas as sensações a vida é para ser curtida no máximoQuando temos maturidade emocional podemos desfrutar das coisas boas da vida sem nos identificarmos com elas, ou seja, sem dependermos delas para sermos felizes. Normalmente as pessoas são dependentes daquilo que têm, daquilo que possuem. É porque não desenvolveram ainda a sua inteligência emocional. E desenvolver a inteligência emocional não requer um esforço da parte do seu ego. Não significa que você tenha que se esforçar para isso, que você tenha que estudar para isso, que você tenha que praticar uma certa disciplina com regras, doutrinas, mandamentos, dogmas, etc. É justamente o contrário. Você precisa abandonar as regras e as práticas que apenas servem para mantê-lo (a) distante do seu verdadeiro ser, apenas servem para alimentar a sua ansiedade pelo resultado do seu trabalho. Servem para alimentar a esperança em dias melhores. Jorge Luis Borges, o grande escritor metafísico argentino falou: “a esperança é o mais sórdido dos sentimentos”.

Curta todas as sensações a vida é para ser curtida no máximoTudo é importante: o caminho, a construção, o trabalho, o esforço e o resultado… e a meta alcançada. A meta não é mais importante do que o processo para se chegar até ela. Viva tudo, tanto o caminho quanto a meta porque senão você será um ser pela metade. Você descobrirá que o caminho é a meta. Flua com o rio da vida. Deixe-se levar. Não siga a sua vontade, a vontade do seu ego, mas siga a vontade do Todo até que a vontade do Todo seja a sua própria. Ao longo do rio algumas pessoas que também estão no fluxo da corrente seguirão ao seu lado. Outras ficarão pelas margens, encantadas com a paisagem. Mas não se preocupe. Tudo é perfeito. Não force ninguém a seguir com você. Cada pessoa tem o seu próprio tempo e o seu próprio ritmo para despertar. A determinação e a persistência (características positivas da casa 2) vêm com a entrega total à sua própria essência. Entregue-se totalmente a você mesmo (a), ao seu verdadeiro ser, ao divino que você é em essência.

Curta todas as sensações a vida é para ser curtida no máximoE a sensualidade como fica? Po, a sensualidade é tudo de bom…!!! A sensualidade não exclui a espiritualidade nem esta exclui a outra. Ambas fazem parte da mesma energia universal. Diz Osho que o novo homem será Zorba, o Buda, alguém muito sensual, mas com uma grande consciência presente. Sensações… entre fundo nelas! Curta-as todas! A vida é para ser curtida no seu mais alto e amplo grau. A vida é para ser curtida no máximo. Há mentes muito doentes que levam isso pro lado dos vícios. Acham que curtir a vida é dormir pouco, se alimentar mal, não fazer exercícios, não trabalhar, fumar, beber e cheirar todas; ou fazer sexo compulsivamente. Ora, quem assim procede, chegará (se é que chegará) aos 40 anos com aspecto de 80. Não curtiu a vida, porque a vida para ser curtida ao máximo tem que ser de cara limpa. Quanto menos drogas no seu organismo mais a sua consciência ficará alerta, desperta, pronta para absorver a vida e ser a própria vida. Afinal, quem é você se não a própria vida curtindo a si própria?

Joel Munhoz Tarô Tântrico

(Elóy)

Me Rendo À Vida Que Pulsa Em Mim E Em Tudo O Que Há

Tarô tântrico eu me rendo. Já usei todas as possibilidades da minha mente/ego e só me enredei mais na rede armadilha do meu passado assaltando o presente.
Eu me rendo. Já usei todo o meu repertório de superação e de tentar controlar e dominar as situações.
Eu me rendo. Aprendi numa certa organização que o domínio da vida é possível.
Eu me rendo. Querer dominar a vida é loucura. Quem sou eu, um grão de areia, uma poeira das estrelas, para querer dominar a vida?
Eu me rendo. O poder e a sabedoria da vida são infinitos e incomensuráveis. Eu sou a vida. A vida está fora, mas também está dentro de mim.

Tarô tântrico eu me rendo à minha consciência

Tarô tântrico eu me rendo quem sou eu para querer dominar a vidaDescobri que lutar contra as minhas fraquezas é lutar contra eu mesmo.
Eu me rendo. Todo o meu passado, com os meus erros e os meus acertos, foi perfeito.
Eu me rendo. Desisti de me culpar pelo meu passado, até porque o passado não se pode mudar.
Eu me rendo. A vida sempre me apresenta mil e uma possibilidades e oportunidades. Escolho uma delas de acordo com o meu grau de consciência. Não são as situações externas que precisam mudar. Eu preciso me render à minha consciência para que ela se expanda cada vez mais.

Tarô tântrico eu me rendo aceito a imperfeição como perfeita

Ao invés de repudiar o meu passado decidi usá-lo com criatividade.
Eu me rendo. Tudo o que eu fiz antes me trouxe à situação em que me encontro hoje.
Eu me rendo. A situação em que me encontro hoje pode não ser a perfeita nem a ideal aos olhos da minha mente/ego. Mas é a situação perfeita aos olhos da minha alma.
Eu me rendo. Tudo é perfeito, mesmo o que consideramos imperfeito. Quando aceito a imperfeição como perfeita ela pode crescer para um grau de perfeição cada vez maior.

Tarô tântrico eu me rendo à minha essência divina

Tarô tântrico eu me rendo quem sou eu para querer dominar a vidaNão desejo mais ser bom nem ser aceito, admirado ou amado pelos outros. Decidi ser eu mesmo com todos os riscos envolvidos. Apenas sendo eu mesmo posso crescer de verdade.
Eu me rendo. Não sou uma ilha. Faço parte de todo o oceano. Faço parte do Todo. Não tenho mais objetivos pessoais. Meu objetivo é o objetivo do Todo.
Eu me rendo. Me rendo à Vida que pulsa em mim e em tudo o que há. Me rendo a mim mesmo, ao meu Ser mais profundo, à minha essência divina, àquilo que eu sou de verdade.
Render-se à Existência é o mais completo relaxamento e a suprema meditação. O tantra arcano que melhor exprime isso é o 12 O PENDURADO.

Joel Munhoz Tarô Tântrico

(Elóy)