Profano Sagrado Iluminação Relacionamentos Ás De Paus Casa 7

Acabou a farra… Como saber? Saber o que, afinal? Saber o momento de terminar a farra, ora! Que farra? Olha, farras existem muitas. Tem a farra do boi, a farra da propina, a farra da gandaia, a farra que vai à forra… Mas vamos falar aqui, bem de pertinho, no pé da orelha, da farra da foda, do sexo, da trepada…, ainda tão julgada e criticada. Tem gente que nem trepa só para evitar confusões e maledicências. Ou, pelo menos, faz de tudo para aparentar que não trepa. Estes, via de regra, são os que mais criticam ou sentam o pau nas trepadas dos outros. Claro, também pudera, não sentam no pau nem o pau recebe sentada, então precisam sentar o pau nos outros através da língua ferina… que também não é usada para motivos mais nobres como, por exemplo, lamber e chupar buceta ou lamber e chupar piroca.

Mas como? Um cara que se diz tântrico como pode usar um linguajar desses, tão chulo e beirando o pornográfico? Sexo tântrico não é sexo sagrado? Pois é, meu amigo e minha amiga que pensam assim… Acontece que eu não sou nem um pouco sagrado. Sou profano pra caralho. Sou totalmente profano. Ainda tenho desejos, fantasias e fetiches. Mas quem não os tem? Afinal, ainda não me iluminei totalmente. Algumas áreas do meu inconsciente já se tornaram conscientes, mas tem outras que ainda jazem na escuridão. Enquanto isso eu preciso viver; não vou me tornar padre ou me reprimir de outra forma só porque não me tornei totalmente iluminado. Lembremos que a iluminação é todo o caminho para a iluminação.

Profano sagrado iluminação relacionamentos ás de paus casa 7Vamos aprofundar no sentido desta frase: a iluminação é todo o caminho para a iluminação. Isso quer dizer que devemos ser iluminados mesmo ainda não sendo ou forçar uma iluminação que ainda não alcançamos ou que ainda não despertou em nós? Certamente que não, pois que raios de iluminação seria esta? Não passaria de uma enorme falsidade; antes de mais nada estaríamos mentindo para nós mesmos. De acordo com a minha compreensão é valorizarmos o tanto de iluminação que já aconteceu conosco. Pode ser uma iluminação pequenininha kkkkkkk, uma pequena luzinha… porém, deve ser valorizada. Por outro lado não devemos valorizar a escuridão que ainda não foi iluminada. Veja bem, não devemos valorizar nem negar.

Negar a escuridão faz com que a escuridão seja valorizada e, por conseguinte, se fortaleça. Aceite a escuridão, o profano, a pornografia, o erótico, as fantasias… não os negue, pelo amor da deusa hehehe… Não fuja da batalha, escolha viver os teus desejos, as tuas fantasias porque se você não escolher você será escolhido por eles. Escolha com todo o teu ser. Diga para você mesmo (a): escolho viver os meus desejos e fantasias sexuais intensa e totalmente, escolho ir fundo neles, com todos os sentidos bem abertos. Isso é estar consciente. Isso é vivenciar com consciência. O tantra arcano ÁS DE PAUS na casa 7 (Libra) irá nos auxiliar nesta compreensão.

Profano sagrado iluminação relacionamaentos ás de paus casa 7ÁS DE PAUS é força total. Toda a força que se tem dirigida para um só ponto. É força física, psicológica, emocional e espiritual. Lembremos que o naipe de PAUS reúne em si a energia de todos os naipes. A casa 7 é onde acontece o relacionamento com o outro, os outros… Antes de se preocupar com a opinião dos outros, ocupe-se com você mesmo (a). Quais são as tuas necessidades, quais são os teus desejos? Viu? Tem bastante, não tem? E quem não os tem? Sossegue, portanto. Você não é o (a) único (a). Todas as criaturas têm lá os seus desejos, as suas necessidades e as suas fantasias. E ninguém é alguém para atirar a primeira pedra. Diz o ditado que de perto ninguém é normal.

Nossa sexualidade é muito complexa porque a nossa sociedade ainda é muito castradora, repressora… Ainda somos estimulados e condicionados a termos um comportamento sexual dentro da média, do normal, dentro de padrões que datam de milênios, sempre nos cânones do patriarcado, do machismo… Externamente podemos ser muito civilizados, mas por dentro somos trogloditas. Tenho minhas dúvidas se os trogloditas não eram mais espontâneos… Se a nossa sociedade fosse mais natural em relação ao sexo certamente que a nossa sexualidade não seria tão complexa assim. Mas, infelizmente não é assim.

Profano sagrado iluminação relacionamentos ás de paus casa 7Na casa 7 acontecem os relacionamentos baseados no compromisso e não no amor. Os casamentos são um exemplo disso. Em quantos casamentos o amor é o que realmente une o casal? O que mantém a maioria dos casamentos é o apego, o comodismo, o conformismo, os interesses, etc.; menos o amor. E o interesse sexual? Também já foi pro saco. E ninguém libera o outro para se relacionar sexualmente com outra pessoa… Quem é que inventou a regra que o sexo só pode ser praticado por duas pessoas até que a morte os separe? Os sacanas e hipócritas dos patriarcas que hoje posam de bons moços para que as suas esposas sejam só deles enquanto que eles se refestelam com outras moçoilas e moçoilos às escondidas… O sexo é uma brincadeira biológica e pode ser praticado com quantas pessoas se queira ou se tenha desejo em praticar. Ou também somente entre duas pessoas enquanto o desejo durar.

Profano sagrado iluminação relacionamentos ás de paus casa 7Não estou aqui pregando a promiscuidade. Ser promíscuo é compulsão. O (a) promíscuo (a) pratica o sexo pelo sexo, não tem nenhum comprometimento com afetividade e humanidade. O negócio dele (a) é a quantidade de parceiros. A cultura machista é pródiga em promiscuidade. E muitas mulheres, para se igualarem aos homens, se tornaram também machistas. Relacionamento é momento. Depende do seu momento de consciência ou inconsciência, de crescimento ou de estagnação. Se você se torna mais consciente o seu relacionamento também ganhará mais luz. Se você cresce o seu relacionamento também crescerá em consciência, em maturidade, em felicidade… Não há fórmula para nenhum relacionamento. O ÁS DE PAUS na casa 7 diz que tudo está aberto, não só os relacionamentos abertos, mas também os fechados na fidelidade muitas vezes de fachada, forçada e hipócrita.

Profano sagrado iluminação relacionamentos ás de paus casa 7Cada relacionamento é único. O que se contratou no altar, nos templos, não serve para o resto da vida. Se prender a juramentos é abdicar de crescer e de ser feliz. E, principalmente, de amar porque o amor é um movimento e não uma instituição. O amor não está preso a nenhuma cultura, ele é um fenômeno do coração e não da cabeça. Ouse, faça diferente, discuta com o (a) teu (a) parceiro (a) uma forma cada vez melhor, mais sincera e honesta de se relacionar. Nunca se acomode. O amor é um rio e não uma poça d’água estagnada. Se jogue nas experiências… Fantasias? Fetiches? Novos parceiros sexuais? Swing? Relacionamento aberto? Poligamia? Seja o que for, tudo é bom desde que seja consensual. Jamais force o (a) parceiro (a) a fazer algo que ele (a) não gosta. A felicidade implica numa desconstrução do antigo para que o novo esteja sempre surgindo aqui e agora.

Joel Munhoz Tarô Tântrico

(Elóy)

Tudo Na Vida Social Se Resume A Um Roçar De Pênis

Quando o DOIS DE PAUS se encontra com A TORRE o que acontece? Já que A TORRE é queda, seriam DOIS PAUS caindo? Bom, tudo o que cai subentende-se que estava em pé, pois algo que está no chão, caído, não pode mais cair. Um morto não pode mais morrer. Então, esses dois paus estavam em pé, duros, eretos, potentes. Quando dois paus se roçam eles podem ficar duros, ou podem ficar duros à simples imaginação de um roça roça entre eles. Tudo é possível, e o Tantra abrange a vida na sua totalidade; nada fica de fora. Tudo é Tantra, e Tantra é tudo. Assim, a vida não é só pênis com vagina e vice-versa, mas também é vagina com vagina e pênis com pênis. Bom, o presente artigo fala sobre pênis (lingam), ou melhor, sobre dois pênis – e tudo o que estiver relacionado com o simbolismo fálico; então vamos lá.

Tudo na vida social se resume a um roçar de pênisA TORRE é o preconceito e a imbecilização das pessoas fortalecidos pelas instituições sociais. A grande mídia tem um papel fundamental nesse processo alienante, é craque nas estratégias de manipulação das massas. O sistema é um ditador dissimulado que nos induz a nos comportarmos desta ou daquela maneira – sem que disso tenhamos ciência. O roçar dos paus (lingam) sempre foi inevitável ao longo da História humana. A homossexualidade é uma coisa tão antiga quanto mijar pra frente. Os homens sempre roçaram os pênis ao longo das eras; os que não fizeram isso literalmente, o fizeram simbolicamente. Assim, numa luta de espadas os homens estavam roçando os seus pênis. O pênis (espada) mais forte ou mais inteligente vencia. Num debate ideológico ou político, os homens (ou mulheres, porque o ego é uma extensão do aspecto negativo do falo/lingam) estão roçando os seus pênis. O ego (pênis) mais bem informado e mais esperto sempre vence. O mesmo também acontece nas lutas de MMA do UFC. Os lutadores roçam os seus pênis – não no sentido literal – mas no roçar dos seus corpos e dos seus egos. Neste roçar de corpos e de egos tem um montão de interesses e de dólares e euros envolvidos.

Tudo na vida social se resume a um roçar de pênisSe formos fundo nesta reflexão veremos que tudo na vida social se resume a um roçar de pênis porque sem atrito nada se realiza ou se concretiza. Portanto, se você sente desejo de roçar o seu pênis em outro pênis (literalmente), não se contenha nem se reprima. Coloque abaixo A TORRE do preconceito, do medo e da culpa, e bote pra quebrar. Quem sabe se fôssemos (homens e mulheres) mais livres para expressarmos a nossa sexualidade da forma como quisermos, com as pessoas com quem quisermos (com reciprocidade da outra parte, é claro) e no momento em que quisermos, seja da forma hetero, homo, bi, tri, penta, pan, sei lá… não seríamos mais felizes, mais amorosos, e não criaríamos mais saúde e mais consciência? Somente fique atento (a) aos roçar de pênis (egos) que só servem para fortalecer ainda mais os egos (pênis) envolvidos. Discussões e debates infinitos que não levam a nenhuma conclusão… Moral da história: roçar os pênis (literalmente) quando não há ego envolvido é saudável. Roçar os egos quando na real o desejo é de roçar os pênis é doentio. Pênis egoicos são o maior perigo para a humanidade. Pênis sem ego (lingam) são belos, sagrados e divinos.

Tudo na vida social se resume a um roçar de pênis
Tantra arcano 2 de Paus e tantra arcano 16 A Torre. Quando a torre egoica dos preconceitos e dogmas sociais cai por terra o roçar dos pênis (lingam) se torna uma bênção.

Se você gostou do post e quer ajudar na divulgação do Tarô Tântrico, compartilhe nas redes sociais usando os ícones abaixo. Se não gostou não conte pra ninguém (rsrs). Namastê!

Joel Munhoz Tarô Tântrico

(Elóy)

A Foda Deveria Correr Solta, O Mundo Seria Melhor

Meditação do tantra arcano Ás de Paus na casa 6 (Virgem)

Ás de Paus é foda, ou melhor, é fodão. É um pauzão pegando fogo. Símbolo fálico, claro. O lingam de Shiva procurando a yoni de Shakti. O sexo é a coisa mais bonita que existe; a sociedade hipócrita o transformou numa coisa feia. A foda deveria correr solta… o mundo seria bem melhor, as pessoas seriam mais felizes e amorosas. Alguém poderia dizer: mas a foda já corre solta. Não, perdão, não corre solta não… As pessoas se despiram mais fisicamente, mas psicologicamente ainda estão presas dos seus tabus e preconceitos. Os homens ainda têm mais liberdade do que as mulheres… As mulheres conquistaram mais espaço, é claro, mas ainda falta muito para se equipararem aos homens no seu direito ao prazer.

A foda deveria correr solta, o mundo seria melhorNo Brasil, com a ascensão da extrema direita ao poder, estamos vivenciando isso de perto. Nunca o moralismo esteve tão em alta como agora. Mentes cheias de preconceito e de moralismo de cueca estão botando as manguinhas de fora, só porque uma autoridade, um líder político está dando o aval. Na figura do líder carismático de ideias medievais eles projetam os seus tabus, os seus medos, as suas taras, os seus ódios, as suas retaliações aos diferentes… A velha mente/ego forjada no patriarcalismo está com os dias contados… Pressentindo a morte ela ressurge com toda a força, pois não quer morrer. Os representantes dessa velha mente estão em evidência, em todas as mídias. Saíram todos do armário. Vociferam aos quatro cantos as suas palavras de ordem: Fora os comunistas! Sim, porque na sua ótica simplista e reducionista todos os que não pensam como eles são comunistas.

A foda deveria correr solta, o mundo seria melhorSomos muito mais do que cabeças, do que mentes cheias de ideologias, de idiossincrasias, de preconceitos, de cercas e mais cercas… Saia da cerca, rompa com as cercas e você se verá livre na pradaria, nos campos sem fim, nos oceanos cósmicos. Dá medo, não é? É amedrontador ser livre? Você se sentirá muito inseguro? Em que se apoiar? Quem lhe dará segurança? É por isso que o caminho da felicidade é o caminho do coração. Se você trilhar o caminho da mente jamais será feliz. Viverá se cuidando e condenando a si mesmo e aos outros… Deixe que o coração seja os olhos da sua mente. A amorosidade, a afetividade, ficaram presas na repressão ao sexo, principalmente se o sexo praticado ou que quer se praticar não é aceito e visto como normal pela sociedade ou cultura vigente.

A foda deveria correr solta, o mundo seria melhorNo dia em que a foda correr solta a sociedade será realmente civilizada. Enquanto a foda for restrita e cheia de deves e não deves o mundo será isto que temos hoje em dia: cheio de tecnologia e vazio de amor, de afeto, de solidariedade, de paz… Quer um exemplo? A monogamia foi instituída como uma forma de melhor dominar e manipular as pessoas. É bom para o sistema, para os dirigentes da sociedade, para as elites econômicas, que as pessoas, os casais, sejam monogâmicos. Isso incentiva a posse de uns sobre os outros. Assim, um governo que possui um povo, passa a ser algo natural. As pessoas se deixam dominar e possuir com facilidade porque isso passa a ser um comportamento normal.

A foda deveria correr solta, o mundo seria melhorSomos, naturalmente, seres poligâmicos. A poligamia (para homens e mulheres) deveria retornar para salvar o mundo da auto destruição porque a cultura monogâmica adotada na maior parte do planeta não está dando certo. Existem pessoas poligâmicas? Sim, mas são minoria e geralmente são homens, homens ricos. Quando não são poligâmicos ao mesmo tempo, pelo menos se tornam poligâmicos sequenciais… Saem de um relacionamento para outro com a facilidade que o dinheiro pode proporcionar. O freio moral sobre a sexualidade humana tem produzido todas as taras e perversões. Os crimes sexuais são o resultado de uma sociedade reprimida e repressora. Quanto mais se reprime a energia básica da vida mais forte ela ressurge. Retorna como um vulcão destruindo tudo à sua volta.

A foda deveria correr solta, o mundo seria melhor
A força do lingam separado da yoni é a força da destruição, da separação, do ego… Quando o lingam está em harmonia com a yoni a sua força é construtiva, criativa, constrói mundos mais harmônicos e prósperos. Casa 6 é a saúde. É a construção no dia a dia de uma sociedade mais justa, mais igualitária, mais humana, onde o sexo não é doença e sim saúde.

Sobre as sociedades matriarcais e liberdade sexual vale a pena dar uma conferida neste ótimo artigo do site Protopia escrito por Fábio Veronesi. Ele fala sobre a retomada da humanização, o resgate da capacidade de amar do ser humano onde as trocas amorosas serão mais espontâneas em todos os relacionamentos. Uma revolução sexual é imprescindível para que a revolução do amor também aconteça. O amor está preso no sexo. Precisamos realizar a nobre tarefa de libertá-lo.

Joel Munhoz Tarô Tântrico

(Elóy)

Vênus 10 De Paus Sensualidade Energia Reprimida

Energia de Vênus prestes a explodir. Vênus é o planeta do amor, das delícias da vida, dos prazeres, dos encontros e desencontros afetivos, das trocas amorosas… Entre outras coisas… O tantra arcano 10 de Paus é uma energia fantástica à disposição, mas que não está sendo canalizada, aproveitada, usada ou liberada. O sujeito parece que vai explodir de tanta energia, mas não consegue colocar pra fora, expressar… É terrível! Há uma vida interior fantástica, mas a vida exterior é pobre em todos os sentidos. Essa energia, nesse caso, tem a ver mais com as características de Vênus. Portanto, a energia vital reprimida tem a ver com o amor, o prazer, a sensualidade, a nutrição, as trocas emocionais, os afetos, o dinheiro, entre outras coisas típicas de Vênus.

O 10 é a totalidade do 9 mais os começos e recomeços representados pelo 1. Ou o fechamento de um ciclo e o recomeço de outro. As coisas estão recomeçando ou precisam recomeçar. Do jeito antigo não dá mais. Você não sente mais nenhuma graça na vida, não vê sentido nela… Perceber que a vida não tem mais nenhum sentido não é o problema. Isso é apenas o sintoma do problema real. O problema também não é um problema. Lembremos que a vida nos apresenta desafios. Podemos aceitar e fluir com esses desafios ou podemos enxergar os desafios como problemas.

O seu desafio é deixar a poderosa energia reprimida sair. Mas como? Assim, de repente? Não. Vá aos poucos. Deixe sair um pouco, depois mais outro pouco… À medida que a energia vai saindo, se expressando, você vai ganhando coragem para se expressar cada vez mais. E que tipo de energia é essa que precisa sair? Ora, tudo o que a sociedade reprimiu em você através da família, da religião, da moralidade, das suas autoridades, enfim… Você precisa encarar de frente os seus próprios preconceitos, a sua culpa, a sua preocupação com a opinião dos outros sobre você, etc.

Energia de Vênus prestes a explodir está na hora de mandar pro inferno

Energia de Vênus prestes a explodir 10 de paus sensualidade fogo espíritoEm outras palavras, vamos resumir com alguns exemplos: você é liberal por dentro, mas é rígido na sua vida social. Exemplo: internamente você não vê nenhum problema em duas pessoas do mesmo sexo se relacionarem sexual e afetivamente. Ou: você simpatiza com o modelo de casamento aberto, mas, externamente precisa manter a pose de guardiã (o) da família convencional. Ou: você não aguenta mais aquele emprego chato que não tem nada a ver com o seu verdadeiro potencial. Gostaria mesmo era de seguir o seu verdadeiro sonho. Nos três exemplos, você sente uma coisa, mas expressa outra. Por medo de ser julgado (a), criticado (a), de perder os (as) amigos (as), a segurança financeira, etc. Tudo isso tem origem, com certeza, nos valores que você introjetou desde a mais tenra idade.

Está na hora de mandar tudo isso pro inferno. Se você continuar se controlando poderá psicossomatizar em alguma doença física referente a Vênus como, por exemplo: problemas no pescoço, na garganta, na circulação venosa, nos rins, nos genitais, nas glândulas sexuais… Se é que você já não está com problemas nessas áreas do corpo físico. Geralmente, o 10 de Paus, como é naipe de Paus, que reúne todos os outros anteriores, se manifesta quando você já está se arrastando, já não aguenta mais… Somente assim você encontra forças internas para mudar de comportamento.

O importante a ressaltar aqui é que não se trata de uma simples mudança; é, realmente, uma transformação. Você passa a perceber com muita lucidez o absurdo que é você estar se reprimindo, se controlando, deixando de ser você mesmo (a). O 10 de Paus é um vulcão prestes a explodir; então, não há como ficar alheio (a) a todos esses sintomas. A sensualidade (Vênus) é importantíssima. Ninguém até hoje se espiritualizou negando a sensualidade, simplesmente porque a sensualidade guarda em si o fogo do espírito. Reprimi-la, portanto, é reprimir o próprio espírito.