Felicidade É Ser, Permanece Firme No Ser E Segue A Estrela

O que fazer para ser feliz? Essa é uma pergunta frequente em nossas vidas humanas… ou nem tão humanas assim… Mas, será que é uma questão de fazer ou de apenas ser? Aqui é que se encontra o xis da questão, meu caro Watson! A merda é que fomos educados para ter, possuir, conquistar, menos que isso não é aceito pela nossa sociedade civilizada, tão civilizada que esqueceu de ser feliz; sim, porque a felicidade é simples, é o óbvio ululante bem à frente do nosso nariz, ou de alguma outra parte do corpo que tu prefiras. Porém, a mente demente, que mente pro crente e pro descrente, imagina sempre a felicidade como algo bem distante do pobre sujeito. Aí o pobre sujeito – eu e tu – se esbagaça todo correndo a vida inteira atrás da tal da felicidade.

Felicidade é ser, permanece firme no ser e segue a estrela

Mas, se a felicidade se encontra sempre no aqui e agora, por que cargas d’água não somos capazes de dar de cara com ela? Porque a mente, que deveria ser nossa serva, sempre nos arrasta pra longe dela – da felicidade. Sim, o papel da mente é ser nossa serva, mas fizemos dela a nossa senhora toda poderosa. Até inventamos um Deus todo poderoso que é a cara da nossa mente. Só para nos torturar… É mole? Para ficarmos no presente precisamos dar uma rasteira na mente. Sim, precisamos nos antecipar a ela, ou seja, sermos mais rápidos do que o pensamento. Pronto, estamos no momento presente, onde tudo permanece um eterno vazio. Os pensamentos? Não luta contra eles, não é necessário gastar energia com eles, afinal são só pensamentos, não são reais. Eles só se concretizam se dermos a eles atenção.

Felicidade é ser, permanece firme no ser e segue a estrela

Quando tiveres essa sacada, será fácil permanecer no presente, tu começarás a curtir o aqui e agora. O presente, ou eterno presente, é o espaço vazio, como o espaço profundo, onde os corpos celestes se deslocam nas suas órbitas. O mesmo espaço que há lá fora, existe dentro de cada um de nós. Afinal, como dizem os sábios, somos um microcosmos…! Que maravilha curtir o espaço, não é mesmo? Que paz, tranquilidade e bem-aventurança! Pois então, essa é a felicidade, ou seja, curtir o espaço vazio que somos de fato. Assim, a felicidade é SER, e não TER. De repente, neste espaço vazio e profundo, começam surgir estrelas. Opa, que maravilha! Uma estrela aqui, outra ali, bilhões delas… Mas como!? Eu sou rico e não sabia disso?!

Felicidade é ser, permanece firme no ser e segue a estrela

Sim, tu és muito rico. A riqueza é o nosso dom natural e divino. Estrelas e mais estrelas… luzes e mais luzes… Escolhe apenas uma delas… dá a ela a tua atenção. Foca nela! Não desgruda dela! Deixa ela te levar… Flui com a sua luz e sabedoria… A partir desse momento o TER começa a se concretizar. Um detalhe importante: Esse TER é pleno de bênçãos porque está surgindo do teu SER, do teu vazio, do teu ventre. O nosso ventre é o ventre da mãe Existência. Segue a luz, segue a estrela, e ideias originais começarão a surgir… Mas fica atento, pois a velha mente condicionada fará de tudo para colocar empecilhos, para te chamar de louco e te alfinetar com julgamentos. Permanece firme no SER, e segue a estrela que é a tua luz verdadeira, que é a tua essência louca para se manifestar.

  • Joel Munhoz (Olói)

Nosso Corpo Físico Materialidade Necessidades Básicas

Ás de Ouros em Virgem. O que podemos perceber – hoje – deste aspecto? Me coloco em estado psíquico receptivo a essa frequência energética do Teclado Cósmico para que ela fale, se expresse e viva através de mim e através de você caro (a) amigo (a) leitor (a).

– Eu venho de longe, de um reino distante. Há muito tempo atrás na lendária Atlântida eu nasci. Cresci olhando o mar, me deixando embalar pelo movimento das suas ondas. Respirei o ar puro das montanhas, cavalguei pelas planícies e desci às entranhas da terra para conhecer os seus tesouros ocultos. Sou terra. Participo de todos os outros elementos, mas a minha essência é a terra. A minha forma é o círculo. Sou uma moeda, lembra? ÁS DE OUROS é igual a uma moeda de ouro. Também sou representado por um pentagrama de ouro, mas com um círculo na volta. Bem, o fato é que aqui estou, como sempre aqui estive. Você me abandonou? Não importa, eu não abandonei você, e nunca abandonarei.

-Que papo é esse de que você nasceu na Atlântida? Você poderia me explicar? Pergunto ao ÁS DE OUROS.

-Sim, é claro. Antes da explicação e, como parte dela, ouço um barulho de moedas se chocando. Preste atenção, ouça com atenção! Diz o ÁS DE OUROS. O barulho de moedas se chocando e rolando no chão se faz ouvir novamente. Fico com o sentido da audição o mais alerta possível. São moedas se chocando, mas apenas uma moeda não se choca com mais nenhuma. Ás é um, uma. Então…

-Por que o barulho de várias moedas se o Ás é só uma? Pergunto ao ÁS DE OUROS.

-Ah, mas aí é que está o segredo. Ouça novamente!

Ás de ouros em Virgem fazemos coisas de maneira automática

 

Ás de ouros em Virgem mínimos detalhes materialidade corpo físicoMais moedas rolando. Mas… espera aí! Tem uma que se destacou das demais. Sim, não sei como percebi, mas o fato é que percebi. Em meio ao barulho geral um barulho, um som, aconteceu de forma diferente. Apenas uma moeda rolando no chão. Sim, foi isso o que o meu sentido da audição alerta aos mínimos detalhes percebeu. Já começou a aparecer a energia do signo de Virgem: mínimos detalhes; pra começar está bom. Se você ficar atento aos mínimos detalhes você começará a perceber coisas que não percebia antes. Sim, porque normalmente agimos e fazemos as coisas de maneira automática. Nossa ação está aqui, mas o nosso pensamento está lá. Quando trazemos a mente para junto da ação a nossa consciência está no presente e, consequentemente, muito mais ampliada.

ÁS é Um, a unidade, o foco da atenção. OUROS é terra, a materialidade, a sensualidade, o corpo físico. Virgem também é um signo de OUROS, de terra. Entre outras coisas é a rotina do dia a dia, é o pragmatismo, é a praticidade, a saúde física, a higiene, etc. Se não cuidamos do nosso corpo físico, ao menos nas suas necessidades básicas, como iremos cuidar da nossa vida espiritual? O tantra não nega a matéria; ao contrário, vai fundo nela, a destrincha nos seus mínimos detalhes e, então, acontece o milagre: de repente você transcendeu ao reino da meditação, não porque negou a matéria, mas porque a viveu total e intensamente.

É isso aí por enquanto. No próximo post tem mais ÁS DE OUROS no signo de VIRGEM. Ah, e a Atlântida? Bom, no próximo artigo falaremos mais sobre ela. Até lá!

Joel Munhoz Tarô Tântrico