De Magias E Orgasmos

A magia da Vida é poderosa. Sim, não há magia mais poderosa do que a magia da Vida, e esta magia está disponível para nós – sempre – no aqui e agora. Normalmente as pessoas buscam sucesso e realizações pessoais no futuro, sem perceberem que a verdadeira felicidade só é possível no aqui e agora. O aqui e agora é o portal dos portais. Queres acessar portais quânticos, extra, inter e ultradimensionais? Vidas passadas, paralelas, multiversos, seres alienígenas evoluídos? Só há um portal que dá acesso a todas essas dimensões: o portal do aqui e agora. Sem passar por essa “porta estreita”, nas palavras do mestre Jesus, não tem como, nem com reza braba, que nos faça adentrar esses tantos outros portais. São tantos portais… pela vida afora…! Há portais pra dentro e há portais pra fora.

De magias e orgasmos

Um dos portais para uma dimensão superior e mais ampliada de consciência é o sexo. Um portal poderoso. O tantra trata muito bem disso, mas a mente é tão danada que deu um jeito de passar a perna no tantra. O que tem de tântricos por aí anunciando massagens que fazem a mulher ter multiorgasmos e o homem gozar pra dentro (orgasmos secos), não está no gibi. Tudo bem, cada um se vira como pode, e tem mercado para tudo e para todos. Não sou o dono da verdade, até porque tenho cá as minhas falhas, mas quero refletir contigo sobre este tema tão delicado e importante. Ora, o tantra é sobre o todo, não é só sobre o sexo. E quando o tantra aborda o sexo não é o sexo separado do todo porque o sexo só se torna uma energia construtiva e criativa nas nossas vidas quando faz parte de um todo orgânico.

De magias e orgasmos

O tantra não se trata de um método mecânico só para fazer as pessoas gozarem ou terem orgasmos fantásticos. Mas, afinal o que é um orgasmo? Para começo de conversa ejaculação não é orgasmo, é apenas uma descarga de tensão localizada nos genitais masculinos. E orgasmo pra dentro, gozo sem ejaculação, como é esse negócio? Se for algo forçado não tem nenhum valor. Mas se for algo que é fruto de uma prática gradativa, passo a passo, com equilíbrio, aí sim tem o seu valor na expansão da consciência. Falo disso noutro post sobre masturbação masculina. Cada pessoa, cada ser, são únicos. O que funciona para um pode não funcionar para outro. Na massagem tarotântrica cada cliente é tratado de forma única e diferenciada. Sei de muitas técnicas para ajudar o homem e a mulher a terem uma vida sexual mais plena e saudável, mas a terapia e a cura não dependem só do terapeuta.

De magias e orgasmos

Há muitas variáveis que devem ser levadas em conta. Uma delas é que só a técnica não cura. Para curar, a técnica deve estar a serviço do amor, da compaixão, da sensibilidade, da empatia. Em outras palavras, a técnica tem que ter alma e coração. Não me coloco acima do (a) cliente, durante a terapia, como alguém que sabe mais. Posso saber mais sobre algumas coisas, porém o (a) cliente pode saber mais do que eu sobre outras coisas. Somos duas almas, duas consciências, interagindo. Me permito ser um canal do Divino, aprendo sempre um pouco mais com cada cliente, ao mesmo tempo em que transmito o que sei respeitando sempre os limites de cada um. Outro detalhe importante diz respeito à resistência egoica do (a) cliente, o que é algo natural. Até que ponto o (a) cliente quer ser curado?

De magias e orgasmos

Todas as terapias tarotântricas destinam-se à ampliação da consciência, a trazer a pessoa mais para o aqui e agora. Assim também é com a terapia sexual. A cura, de verdade, não é só do sexo. A cura diz respeito ao ser como um todo. O sexo não é algo separado no corpo. Ele diz respeito a todo o corpo físico, ao corpo psíquico e ao corpo espiritual. A energia sexual vibra em cada célula do corpo. Nos corpos mais sutis ela é energia espiritual; não há separação entre energia sexual e energia espiritual. Quando se cura uma cura-se também a outra. É impossível, para alguém, ser curado sexualmente e permanecer doente espiritualmente. Assim se compreende cada vez mais a verdadeira magia da Vida representada pelo tantra arcano 1 O MAGO.

De magias e orgasmos
Tantra arcano 1 O MAGO. A prontidão para responder ao aqui e agora. A magia da Vida acontece a todo momento, basta estarmos no fluxo, em harmonia com ela.

Magia é estar no fluxo da Vida, não há como ser um milagre se estivermos indo contra a corrente natural da Vida. Assim também é com o sexo. Todas as disfunções sexuais têm uma única causa: a resistência à Vida que se manifesta no aqui e agora. Gozar de verdade, de corpo, mente e espírito, só é possível a quem já está liberto do passado e do futuro. O gozo sexual verdadeiro, que chamamos de orgasmo, só é possível através da entrega. A mulher que não goza tem medo da entrega; o homem que tem ejaculação precoce também tem medo da entrega. Quem não consegue se entregar tem uma grande resistência ao aqui e agora. A terapia tarotântrica trabalha a partir deste ponto: a entrega, a rendição ao aqui e agora. Assim, quando alguém consegue sentir um orgasmo total de corpo inteiro, ele também levará a consciência libertadora deste orgasmo a todas as áreas da sua vida.

O Mago Fazendo A Magia Da Morte

Que tal O Mago e A Morte?! Que dupla maravilhosa! Um não vive sem o outro… A própria magia da vida não pode excluir a morte, pois… a morte não é a serva da vida? Tu já imaginaste a vida sem a morte? Seria uma confusão dos diabos. A morte produz a transformação dos corpos em outros corpos, das formas em outras formas… Enquanto isso a Vida troca de roupa para se renovar sempre. Quanto maior for a nossa consciência da morte, ou seja, da nossa finitude terrena, maior será a nossa consciência da vida, e só então poderemos apreciar com mais intensidade e totalidade o milagre da vida, a magia da vida. O tantra arcano 1 O MAGO está presente no número 13 – o número do tantra arcano 13 A MORTE. Vejamos um pouco da sua numerologia:

O mago fazendo a magia da morte

1 O Mago, 3 A Imperatriz: 1, o início de todas as coisas, o nascimento, a magia da vida acontecendo aqui e agora; cada um de nós tem o potencial de realizar a magia com aquilo que temos à mão no momento. 3, a neutralização dos opostos, o equilíbrio, a perfeição, o caminho do meio, a concretização, a manifestação, o retorno à unidade, e também o nascimento, assim como o 1. O Mago fecundando a Imperatriz. Com o 1 e o 3 um ciclo de vida se completa – morte e renascimento. O Mago deve ter a consciência da Mãe universal. Isso quer dizer que, ao realizar a sua magia, ele não deve desejar a alegria, o prazer, a realização, o bem-estar, a felicidade… somente para ele. Ele deve desejar que todos, que toda a humanidade – não somente os seus familiares e amigos – também recebam as riquezas materiais e espirituais. Magia negra é desejar as coisas boas somente para si e para a sua bolha; alta magia é desejar que toda a humanidade seja saudável e feliz.

O mago fazendo a magia da morte

Essa atitude – 1 O Mago – está em harmonia com a Grande Mãe (tantra arcano 3 A Imperatriz), pois qual é a mãe, realmente digna desse nome, que faz distinção entre um filho e outro? Se alguma ou outra mãe humana faz, é certo que a Grande Mãe Existência (Sagrado Feminino) não faz, pois todos nós – santos ou pecadores, justos ou injustos – somos seus filhos. Ela se aperfeiçoa e se realiza através de nós. Cada um de nós é um mago, uma maga… Nossa missão é canalizar a energia divina, a luz divina, presente em tudo. Tu podes fazer isso em qualquer momento, em qualquer atividade que estejas realizando. Basta se conscientizar de que tu és um canal da energia da Grande Mãe e do Grande Pai. Deixa o teu ego de lado e foca na tua consciência! Permite que a Luz Maior passe através de ti e se espalhe por todo o globo terrestre, estimulando a luz de cada pessoa a acordar!

O mago fazendo a magia da morte

Procedendo dessa forma tu estarás morrendo para o passado. Essa é a morte a serviço da vida. Somente vivemos de verdade quando vivemos no presente. Assim, nos perdoamos por todas as nossas falhas passadas, e perdoamos também os outros. Tudo o que vem para nós, aqui e agora, é lucro, mesmo se for algo desagradável, pois temos a certeza de que passamos somente por aquilo que temos que passar, seja por carma, seja por aprendizado… Gratidão é a nossa melhor oração. E isso não tem nada a ver com acomodação. Na verdade é a maior rebelião. Acomodação é viver de maneira automática, sempre reagindo a tudo. Rebelião é viver com consciência de que tudo o que acontece é necessário. Assim, poderemos responder à altura do momento. Afinal, não será eu nem tu quem estará fazendo – o ego. Será o Divino tocando a sua eterna melodia através de nós.

Joel Munhoz (Olói)