O Mago Fazendo A Magia Da Morte

Que tal O Mago e A Morte?! Que dupla maravilhosa! Um não vive sem o outro… A própria magia da vida não pode excluir a morte, pois… a morte não é a serva da vida? Tu já imaginaste a vida sem a morte? Seria uma confusão dos diabos. A morte produz a transformação dos corpos em outros corpos, das formas em outras formas… Enquanto isso a Vida troca de roupa para se renovar sempre. Quanto maior for a nossa consciência da morte, ou seja, da nossa finitude terrena, maior será a nossa consciência da vida, e só então poderemos apreciar com mais intensidade e totalidade o milagre da vida, a magia da vida. O tantra arcano 1 O MAGO está presente no número 13 – o número do tantra arcano 13 A MORTE. Vejamos um pouco da sua numerologia:

O mago fazendo a magia da morte

1 O Mago, 3 A Imperatriz: 1, o início de todas as coisas, o nascimento, a magia da vida acontecendo aqui e agora; cada um de nós tem o potencial de realizar a magia com aquilo que temos à mão no momento. 3, a neutralização dos opostos, o equilíbrio, a perfeição, o caminho do meio, a concretização, a manifestação, o retorno à unidade, e também o nascimento, assim como o 1. O Mago fecundando a Imperatriz. Com o 1 e o 3 um ciclo de vida se completa – morte e renascimento. O Mago deve ter a consciência da Mãe universal. Isso quer dizer que, ao realizar a sua magia, ele não deve desejar a alegria, o prazer, a realização, o bem-estar, a felicidade… somente para ele. Ele deve desejar que todos, que toda a humanidade – não somente os seus familiares e amigos – também recebam as riquezas materiais e espirituais. Magia negra é desejar as coisas boas somente para si e para a sua bolha; alta magia é desejar que toda a humanidade seja saudável e feliz.

O mago fazendo a magia da morte

Essa atitude – 1 O Mago – está em harmonia com a Grande Mãe (tantra arcano 3 A Imperatriz), pois qual é a mãe, realmente digna desse nome, que faz distinção entre um filho e outro? Se alguma ou outra mãe humana faz, é certo que a Grande Mãe Existência (Sagrado Feminino) não faz, pois todos nós – santos ou pecadores, justos ou injustos – somos seus filhos. Ela se aperfeiçoa e se realiza através de nós. Cada um de nós é um mago, uma maga… Nossa missão é canalizar a energia divina, a luz divina, presente em tudo. Tu podes fazer isso em qualquer momento, em qualquer atividade que estejas realizando. Basta se conscientizar de que tu és um canal da energia da Grande Mãe e do Grande Pai. Deixa o teu ego de lado e foca na tua consciência! Permite que a Luz Maior passe através de ti e se espalhe por todo o globo terrestre, estimulando a luz de cada pessoa a acordar!

O mago fazendo a magia da morte

Procedendo dessa forma tu estarás morrendo para o passado. Essa é a morte a serviço da vida. Somente vivemos de verdade quando vivemos no presente. Assim, nos perdoamos por todas as nossas falhas passadas, e perdoamos também os outros. Tudo o que vem para nós, aqui e agora, é lucro, mesmo se for algo desagradável, pois temos a certeza de que passamos somente por aquilo que temos que passar, seja por carma, seja por aprendizado… Gratidão é a nossa melhor oração. E isso não tem nada a ver com acomodação. Na verdade é a maior rebelião. Acomodação é viver de maneira automática, sempre reagindo a tudo. Rebelião é viver com consciência de que tudo o que acontece é necessário. Assim, poderemos responder à altura do momento. Afinal, não será eu nem tu quem estará fazendo – o ego. Será o Divino tocando a sua eterna melodia através de nós.

Joel Munhoz (Olói)

Sem Coração Não Há Razão Para Viver

Acabei de criar uma nova música: Sem Coração Não Há Razão. Essa briga entre coração e razão é antiga. Somos ensinados, desde tenra idade, de que o racional precisa estar acima dos sentimentos e emoções. Porém, antes de mais nada, é necessário sabermos que coração é esse que precisa ser sufocado pela razão… Não é o verdadeiro coração. É um coração caricato, estereotipado. É um coração inventado pela mente/ego – um coração fake; um coração criado pelo romantismo, pelo sentimentalismo. Nos relacionamentos românticos, cantados em verso e prosa, os amantes são super dependentes um do outro. Isso não tem nada a ver com o verdadeiro coração, o centro da inteligência emocional.

Sem coração não há razão para viver

Sim, ele tem uma importante função energética/espiritual, além da sua importância física no corpo, como um órgão que bombeia o sangue oxigenado (arterial) para várias partes do corpo. Aliás, ele funciona como uma bomba dupla: enquanto o lado direito bombeia sangue venoso para os pulmões, o lado esquerdo bombeia sangue arterial para as demais partes do corpo, levando oxigênio, nutrientes e energia vital (prana) para todas as células. Assim, ele é o centro do sistema circulatório bem como o centro da inteligência emocional processando os sentimentos e emoções. Os sentimentos e emoções negativos ele bombeia para os pulmões cuja função é torná-los positivos com energia vital do oxigênio e do prana. Os sentimentos e emoções positivos ele bombeia para as demais partes do corpo.

Sem coração não há razão para viver

Mas quem decide o que é positivo e o que é negativo não é a mente, e sim, o coração. Daí que vem a frase: sentimentos são para serem sentidos e não explicados. Por favor, então, não tente entender nem explicar os sentimentos e emoções. Em vez disso mande-os para o coração. Junto com o coração também se encontra a glândula timo compondo o plexo ou chakra cardíaco – anahata. Quando tentamos explicar sentimentos e emoções criamos o sentimentalismo. Dessa forma deturpamos e reprimimos a autenticidade dos sentimentos transformando-os em ego. Assim, a mente transforma os sentimentos e emoções em ego, enquanto o coração os transforma em vitalidade e consciência.

Sem coração não há razão para viver

Pensar e raciocinar é importante. Mas, por mais brilhante que seja a mente, ela é limitada. Tem coisas que ela pode resolver, mas tem outras coisas que não. Quando você já pensou tanto a fim de resolver algo e não conseguiu, já é o momento de jogar para o coração. Isso quer dizer sentir e confiar. O sentir e o confiar é uma dimensão mais ampla da vida. Nessa dimensão você se entrega para a Existência. E, com certeza, a Existência é muito mais sábia do que cada um de nós. Somos os seus filhos, ela nos pariu e, certamente, cuida e sempre cuidará de nós.

  • Post escrito sob inspiração do tantra arcano 4 O IMPERADOR. Muito mais importante do que expandir as fronteiras físicas, materiais, financeiras, sociais… é expandir as fronteiras psicológicas, emocionais e espirituais. Quanto mais racionais somos mais nos limitamos em caixas. Quanto mais coração colocamos nas coisas que fazemos mais nos expandimos na Vida e mais maturidade alcançamos, não só emocional como também espiritual.

Joel Munhoz (Olói)

O Pendurado, O Relaxamento Que A Meditação Proporciona

Não sei porque o tantra arcano 12 O PENDURADO, volta e meia, aparece nos meus vídeos kkkkk. Por que será, né…?! O cara aqui precisa se render um pouco mais, se não por inteiro, à Vontade Divina. Vamos lá, então… mais um desafio, galera! Afinal, podemos aprender muito mais com os desafios e obstáculos da Vida. E essa pandemia está nos trazendo cada vez mais pra real. Caia na real! O PENDURADO está de ponta cabeça, a Vida se inverteu para ele. Não era bem o que ele pensava. Aliás, as suas ideias, teorias e ideologias revelaram-se inócuas perante a nova realidade que está se apresentando.

Guiar-se por ideologias, religiões e líderes dos mais variados, é restringir a Vida, é fugir da Vida, é limitar a própria vida. A Vida não precisa de nenhuma ideologia, de nenhum ensinamento religioso, de nenhuma escritura sagrada, para viver. Então, por que nós, pretensos seres humanos, precisamos de toda essa parafernália de doutrinas, regras, e ensinamentos mil para “vivermos”? Quem se guia sempre pelos conhecimentos (condicionamentos) da mente está sempre reagindo à Vida. Assim, essa pessoa jamais se jogará no Desconhecido, estará sempre interpretando a Vida, estará sempre colocando a vastidão da Vida no pequeno espaço da sua mente/ego.

O Pendurado, o relaxamento que a meditação proporciona

Mas… aí entra O PENDURADO. Quando a tua mente se acha a tal, a Natureza ou Mãe Existência dá um jeito de te colocar com os pés para cima para que tu vejas a Vida através da vastidão do céu e não mais da pequena janela da tua mente condicionada. Aí, meu irmão (ã), de nada adianta esperneares. Quanto mais tu lutas pra te libertar mais o laço aperta e mais energia vital tu consomes nesta luta vã. O jeito é relaxar e gozar… Aaaaaaaahhhhhhh, delícia, né… kkkkkk. Só assim podemos ter acesso a um novo insight, a uma nova revelação. Relaxa na tensão, relaxa na dor, relaxa na luta, no desafio. Este é o relaxamento que a meditação proporciona. Relaxar no que quer que for que a Vida estiver te trazendo.

Te liga no vídeo aí… que tu vais aprender a relaxar pra carai… E ainda de quebra poderás até dar à luz a ti mesmo (a)!

Joel Munhoz Tarô Tântrico

(Elóy)

Profundamente Enraizado Na Existência Casamento Abençoado

Tarô tântrico casar com a existência. Posição firme, pés bem plantados no chão. Opa, é como se a Terra estivesse engolindo os pés… Mas, não é ruim não; as raízes do ser estão se aprofundando no solo da casa 7 (Libra): a relação com o outro, ou os outros… e também, neste caso, o reinício (noutro nível) da vida social após um considerável período de recolhimento pelo hemisfério norte (parte de baixo) do mapa astral.

Tarô tântrico casar com a existência sexo maduro espiritualizado

Tarô tântrico casar com a existência união Shiva/Shakti confiança absolutaSeis de Paus! Seis paus entrelaçados. Naipe de Paus é FOGO. É pau pegando fogo. Energia de ação espiritual, do empreendedorismo, de abrir caminho, de “botá pra quebrá”, ou melhor, “botá pra queimá”. É criatividade em ação. É a criatividade muito além do conceito de criatividade. É sexo, paixão… Mas é sexo com os pés bem plantados no chão. Sexo maduro, espiritualizado… Lembremos que todos os tantras arcanos menores “6″ estão relacionados ao tantra arcano maior 6 Os Amantes.

Tarô tântrico casar com a existência casa 7 relacionamentos legais oficiais

Tarô tântrico casar com a existência união Shiva/Shakti confiança absolutaOs relacionamentos amorosos, portanto, estão em evidência. Seis de Paus é uma carta de “Os Amantes” no naipe de Paus. A casa 7 (Libra) é a casa dos relacionamentos amorosos legais, oficiais, formais… (onde nem sempre há amor); portanto, os casamentos, papel passado e tal…

Tarô tântrico casar com a existência não tente resolver com a mente

Tarô tântrico casar com a existência união Shiva/Shakti confiança absolutaIsso tudo te angustia? Você anda meio enrolado (a) com os casamentos, relacionamentos? É pressão de tudo que é lado? Mas não esquente a cabeça não. Não tente resolver com a mente, com o ego. Tudo o que é resolvido orientado pela mente/ego não vai além dela. Não há transformação nem transcendência. Deixe que a Vida se encarregue. Coloque nas mãos da Existência. A Mãe Existência, neste momento, te toma pela mão… Deixe-se levar. Deixe que aconteça, de uma vez por todas, o teu profundo casamento com a Existência.

Tarô tântrico casar com a existência significado profundo da união Shiva/Shakti

Tarô tântrico casar com a existência união Shiva/Shakti confiança absolutaCasar com a Existência é ter confiança absoluta nela. Este é o significado mais profundo e abrangente da união Shiva/Shakti e de todas as suas aventuras amorosas. Para quem está profundamente enraizado na Existência, para quem está fundido com o Todo, qualquer outro casamento humano, seja homem/mulher,  homem/homem, mulher/mulher, será totalmente abençoado. Porém, para quem está sempre lutando contra a Vida para que a sua vontade egoica prevaleça, qualquer relacionamento em que se envolver estará fadado ao fracasso.

Joel Munhoz Tarô Tântrico

(Elóy)

O Arco É O Corpo A Corda É A Mente A Flecha É A Consciência

Tarô tântrico arco corda flecha arqueiro. O arco, a corda, a flecha… Olhe para o arco. Ele precisa de uma corda. Amarre uma corda no arco. Esticada na medida certa, nem mais nem menos… Pronto, aí está a dupla arco e corda, um utensílio, uma arma que possibilita o tiro da flecha. Cada um de nós é como um arco com uma corda esticada. Em algumas pessoas a corda está muito frouxa, em algumas outras pessoas a corda está esticada demais. A tensão da corda é necessária para a vida acontecer, porém, ela não pode ser exagerada. O estresse é bom na medida certa; demais é ruim, adoece e encurta a vida. A vida na sociedade contemporânea exige produção, resultados. As grandes corporações, as mega empresas, vêm as pessoas como números apenas; tanto os funcionários quanto os clientes. No final o que importa é o lucro.

Tarô tântrico arco corda flecha arqueiro em vez de mudar a mente transcenda-a

Tarô tântrico arco corda flecha arqueiro estresse é bom na medida certaNosso grande desafio é vivermos nessa sociedade consumista, capitalista ao extremo, sem nos deixarmos contaminar por ela. Se nos identificamos com ela, estamos perdidos. Precisamos modificá-la por dentro e, para isso, precisamos começar por nós mesmos. A nossa mente é um produto social. Modificar a mente? Não, essa é uma tarefa inglória. Quanto mais tentarmos mudar a mente, mais nos enredaremos nela. Poderemos mudar uma coisa aqui, outra coisa ali, mas estaremos sempre presos a ela, sempre identificados com ela, sempre acreditando que somos a mente. Não, você não é a sua mente. Então, para que perder tempo tentando torná-la melhor? Gaste o seu precioso tempo de uma forma melhor. Em vez de mudar a mente, transcenda-a, vá além dela.

Tarô tântrico arco corda flecha arqueiro meditar é olhar a mente de fora

Tarô tântrico arco corda flecha arqueiro estresse é bom na medida certaMas como fazer isso? Meditando… Meditar é olhar a mente de fora. Para isso existem inúmeras técnicas de meditação. A técnica é um ardil, um artifício que se usa para enganar a mente. A meditação propriamente dita é quando você já se encontra fora das garras da mente. Meu primeiro contato com a meditação foi através da Ordem Rosacruz – Amorc. Porém, a meditação evoluiu em mim quando conheci os ensinamentos do Osho. Descobri que a meditação não necessariamente deve acontecer sempre numa posição passiva de repouso. Ela pode – e deve – acontecer em todos os momentos da vida. Você pode estar trabalhando meditando; você pode estar fazendo sexo, fazendo amor, meditando… Técnicas de meditação dinâmica são excelentes para nos aliviarmos do lixo emocional acumulado todos os dias…

Tarô tântrico arco corda flecha arqueiro técnicas de meditação dos tantras arcanos do tarô

Tarô tântrico arco corda flecha arqueiro estresse é bom na medida certaPratiquei várias técnicas de meditação da coleção “O Livro Dos Segredos”, onde Osho comenta sobre as 112 técnicas de meditação contidas no “Vigyan Bhairav Tantra” de Shiva, de cerca de 5.000 anos atrás. Isso me inspirou a criar as minhas próprias técnicas de meditação resgatando-as da arca dos tantras arcanos do Tarô. Assim surgiu o Tarô Tântrico, e ele continua surgindo todos os dias, pois todos os dias descubro nele algo novo. Neste exato momento o tantra arcano 2 A Sacerdotisa está se apresentando para mim. É uma sensação muito mais do que uma imagem mental. Agora, após a sensação, a imagem mental se tornou forte. A Sacerdotisa acena para mim na clareira duma floresta. Me convida a entrar na selva. Ela vai na frente, a sigo uns passos atrás. Parece que ela carrega um archote na mão direita.

Tarô tântrico arco corda flecha arqueiro o saber sem ver é confiar

Tarô tântrico arco corda flecha arqueiro estresse é bom na medida certaBem, o archote está apagado. Vejo-a entrar e sumir na escuridão da floresta. A perdi de vista, mas mesmo assim tenho de entrar na mata fechada. Preciso confiar e correr o risco. A natureza me chama. Não vejo mais A Sacerdotisa, mas sei que ela está lá. Sei que ela está comigo. O saber sem ver é confiar. Adentro a mata escura e úmida. Me sinto dentro do útero da Grande Mãe (yoni). Não há mais perigo. Dentro do útero da Mãe Existência estou protegido e nutrido. Relaxo na meditação. Eu e a Mãe somos Um. Não sou mais uma entidade separada (ego), agora faço parte do seu organismo biológico e espiritual. Me deixo gestar no seu ventre. Sei que no momento mais adequado Ela me dará à luz. O archote, enfim, se acenderá.

Tarô tântrico arco corda flecha arqueiro você se torna um arco com a tensão exata

Tarô tântrico arco corda flecha arqueiro estresse é bom na medida certa
Texto escrito sob inspiração do tantra arcano 2 A Sacerdotisa na casa 9 (Sagitário).

Saio totalmente renovado da meditação. Quanto mais você aprofunda na meditação mais você se liberta da mente. E quanto mais você se distancia da mente mais você saberá usá-la. A mente é uma ótima serva, o mais complexo biocomputador do mundo animal, mas só pode usá-la, de verdade, quando você não está mais identificado com ela, quando você foi além dela. Agora você se torna um arco com a tensão exata, nem mais nem menos. O Grande Arqueiro (Divino) poderá, então, usá-lo (a) na realização da Grande Obra. Você é o arco, a corda e a flecha. O arco é o seu corpo, a corda é a sua mente, e a flecha é a sua consciência do cósmico (o seu eu verdadeiro) se expandindo rumo ao infinito.

Se você gostou de tarô tântrico arco corda flecha arqueiro, curte aí, dá um like, comenta, compartilha nas redes sociais… Estará ajudando o blog a crescer. Muito grato!

Joel Munhoz Tarô Tântrico

(Elóy)