Cavaleiro De Paus Falando Sobre Desejos Carnais E Necessidades Sexuais

O tantra arcano CAVALEIRO DE PAUS resolveu soltar o verbo… Vamos aproveitar a oportunidade e ouvi-lo com atenção! O cara já andou tanto por aí, rodou mundo, caiu, levantou… afinal, ele vivenciou os naipes de Ouros, de Espadas, de Copas para, finalmente, chegar ao naipe de Paus. A juventude e a aventura são a sua tônica. Mas não te engana, não é a juventude e a aventura imaturas; é a juventude com a experiência e a sabedoria da velhice, e é a aventura precedida por uma preparação meticulosa, quando, é claro, há condições de se planejá-la; do contrário, ele não hesita em jogar-se na Vida de alma e de coração.

Cavaleiro de paus falando sobre desejos carnais e necessidades sexuais
Tantra arcano Cavaleiro de Paus

Mas, sem mais delongas, vamos ao tema: desejos carnais e necessidades sexuais. Basicamente, desejos carnais provêm da mente/ego, como sentimentos compulsivos, automáticos, inconscientes… Necessidades sexuais provêm da inteligência instintual, animal, biológica. Desejos e necessidades diferem de pessoa para pessoa. Os desejos não são importantes para a vida de alguém, mas as necessidades sim. Para manter-se vivo e saudável nosso corpo tem certas necessidades, como dormir, beber, comer, higiene pessoal, exercício físico… e sexo. A energia sexual é a nossa energia mais poderosa e, como qualquer energia, precisa ser expressa, precisa ser vivenciada.

Cavaleiro de paus falando sobre desejos carnais e necessidades sexuais

Assim, manda ver… Não fica te reprimindo nem fica te comparando com esse (a) ou aquele (a). Cada pessoa é única e, portanto, com necessidades e desejos diferenciados. O importante é manter o equilíbrio. Energia demais faz mal e energia de menos também. Tem parceiro (a)? Que legal! Não tem parceiro (a)? Que legal também… Não é bom para ti ficar mendigando o desejo nem o amor de ninguém. Ousa te conhecer primeiro, te explorar primeiro, ousa ser o teu melhor parceiro (a) sexual! Fode contigo mesmo, transa contigo mesmo, e ama a ti mesmo! Não há separação entre amor e sexo, tudo é a mesma energia de vida.

Cavaleiro de paus falando sobre desejos carnais e necessidades sexuais

Tu podes pensar assim: Ah, mas eu tenho uns desejos e umas necessidades estranhas, anormais…!!! Olha, se isso te serve de consolo… de longe todos são normais e, de perto, todos são anormais. Eu sinto desejo por homens, por mulheres, por pessoas trans… tenho desejos gays, além dos desejos “normais” ou heteros, eu gosto de sexo anal, quero ser passivo (a) ou ativo (a)… mulher com mulher, homem com homem, sexo a três, poliamor, swing, suruba, submissão, sodomização, dominação, crossdresser, lingeries, brinquedos… enfim, o repertório é variado e criativo. O normal é fazer, o anormal é não fazer. Sim, porque se tu não fazes tu fica pensando… pensando naquilo…

Cavaleiro de paus falando sobre desejos carnais e necessidades sexuais

E “aquilo” reprimido fica te incomodando, te tirando o sono, te tirando a paz. Mas, por outro lado, se tu fazes, tu ficas querendo fazer cada vez mais… podes ficar viciado, compulsivo por sexo. E aí, como sair dessa roubada? Equilíbrio meu (a) caro (a), e cada um tem o seu próprio equilíbrio. Para conquistá-lo é necessário consciência. Os desejos carnais e as necessidades sexuais às vezes se misturam. É necessário vivê-los, com consciência, para poder distinguir uns dos outros. Consciência sempre alerta, atenção no presente, fazendo do sexo solitário, ou a dois ou a três, uma cerimônia, uma celebração à Vida e ao Divino.

Joel Munhoz (Olói)

Amar O Corpo É Descobrir Os Segredos Da Natureza

Tu gostas do teu corpo? Já fizeste amor com o teu corpo? Infelizmente o nosso corpo é muito desprezado e, quando é valorizado, esse valor acontece somente a nível exterior. A maioria das pessoas anseia por ter um corpo bonito, só por fora… Por dentro, aí são outros quinhentos… Às vezes o corpo é bonito por fora (na juventude), mas não é saudável; às vezes as pessoas são atletas, mas não têm corpos saudáveis. Nosso corpo é o que temos de mais concreto, como então não cuidar dele? O teu corpo precisa estar em boas condições para que tu possas fazer todas as outras coisas que tu desejas fazer na vida. É como cuidar do teu carro. Se tu não cuidas direito dele ele estará sempre dando pane e te deixando a pé. E tem gente que cuida muito mais do carro do que do próprio corpo… Bueno, tem louco pra tudo, cada um com a sua loucura – eu também tenho a minha – mas o importante é fazermos da nossa loucura uma coisa legal e gostosa, uma loucura deliciosa ou uma delícia de loucura.

Amar o corpo é descobrir os segredos da natureza

Fala-se muito por aí que precisamos nos amar. Ama a ti mesmo, porque se não amares a ti mesmo como poderás amar o teu semelhante? Pois então… precisamos começar a amar o nosso corpo. Cada um tem o corpo que merece ter. Quando eu era jovem eu não aceitava o meu corpo. Queria ser mais alto e mais forte. Mais forte eu consegui me tornar (sem exagero), abaixo de musculação, até porque eu era franzino quando adolescente. Porém, mais alto não tem jeito, né… Hoje aceito meu corpo de boas… E me sinto mais saudável hoje (do alto dos meus 62 anos) do que na minha juventude. Com o meu trabalho com o Tarô Tântrico venho me aprofundando no meu corpo. Cada mergulho no corpo é uma aventura. Sempre descubro mares nunca dantes navegados, multiversos e portais transdimensionais… E como tem coisa ainda para descobrir…!!! São mundos dentro de mundos. Podemos descobrir, na prática, que o nosso corpo é, de fato, um universo em miniatura.

Amar o corpo é descobrir os segredos da natureza

O tantra arcano CAVALEIRO DE PAUS abre o peito e se joga na Vida. Quanto mais amamos o nosso corpo mais amamos a Vida. Afinal, a Vida se manifesta no seu ápice físico – no plano terreno – nos corpos humanos. Consciência corporal é igual a amor, que é igual a juventude. Não importa a nossa idade biológica e cronológica, o nosso espírito é sempre jovem. Esta percepção possibilita que as pessoas, em idade mais avançada, se sintam velhos jovens. Com certeza podemos ser saudáveis e termos qualidade de vida na velhice. Infelizmente as mais diversas culturas, salvo exceções, são contrárias ao corpo. O corpo, coitado, anda a reboque da mente. A mente quando é idolatrada se torna um ego tirano do corpo e da consciência. Uma mente só é saudável quando é amiga do corpo. O corpo possui uma inteligência fantástica: a inteligência biológica ou inteligência do instinto. Quando somos amigos e amantes do nosso corpo ele compartilha conosco os segredos da natureza.

Amar o corpo é descobrir os segredos da natureza

A inteligência instintual, animal, foi sufocada por toneladas de bugigangas intelectuais. Precisamos lembrar que a base do humano é o animal, e a base do divino é o humano. Amemos o animal, pois ele é as nossas raízes fincadas na natureza e na Existência. Sem ele nenhum intelecto é possível. Tu já imaginaste um intelecto andando sozinho por aí? Ama o teu corpo, pega o teu corpo, agarra o teu corpo. A automassagem é sensacional para despertar regiões do corpo que estão mais adormecidas. Normalmente as memórias traumáticas ficam entranhadas nas células e criam couraças emocionais nos músculos. O tantra arcano 16 A TORRE nos ajuda a colocarmos por terra a tirania da mente sobre o corpo. Compreendemos, afinal, que mente e corpo não são entidades separadas. A mente, assim como a consciência, está presente em cada célula do nosso corpo. Podemos dizer que a mente é o corpo em estado sutil, e o corpo é a mente em estado denso. E consciência é a percepção de que temos um corpo/mente, mas não somos nem o corpo nem a mente.

Joel Munhoz (Olói)