Felicidade É Ser, Permanece Firme No Ser E Segue A Estrela

O que fazer para ser feliz? Essa é uma pergunta frequente em nossas vidas humanas… ou nem tão humanas assim… Mas, será que é uma questão de fazer ou de apenas ser? Aqui é que se encontra o xis da questão, meu caro Watson! A merda é que fomos educados para ter, possuir, conquistar, menos que isso não é aceito pela nossa sociedade civilizada, tão civilizada que esqueceu de ser feliz; sim, porque a felicidade é simples, é o óbvio ululante bem à frente do nosso nariz, ou de alguma outra parte do corpo que tu prefiras. Porém, a mente demente, que mente pro crente e pro descrente, imagina sempre a felicidade como algo bem distante do pobre sujeito. Aí o pobre sujeito – eu e tu – se esbagaça todo correndo a vida inteira atrás da tal da felicidade.

Felicidade é ser, permanece firme no ser e segue a estrela

Mas, se a felicidade se encontra sempre no aqui e agora, por que cargas d’água não somos capazes de dar de cara com ela? Porque a mente, que deveria ser nossa serva, sempre nos arrasta pra longe dela – da felicidade. Sim, o papel da mente é ser nossa serva, mas fizemos dela a nossa senhora toda poderosa. Até inventamos um Deus todo poderoso que é a cara da nossa mente. Só para nos torturar… É mole? Para ficarmos no presente precisamos dar uma rasteira na mente. Sim, precisamos nos antecipar a ela, ou seja, sermos mais rápidos do que o pensamento. Pronto, estamos no momento presente, onde tudo permanece um eterno vazio. Os pensamentos? Não luta contra eles, não é necessário gastar energia com eles, afinal são só pensamentos, não são reais. Eles só se concretizam se dermos a eles atenção.

Felicidade é ser, permanece firme no ser e segue a estrela

Quando tiveres essa sacada, será fácil permanecer no presente, tu começarás a curtir o aqui e agora. O presente, ou eterno presente, é o espaço vazio, como o espaço profundo, onde os corpos celestes se deslocam nas suas órbitas. O mesmo espaço que há lá fora, existe dentro de cada um de nós. Afinal, como dizem os sábios, somos um microcosmos…! Que maravilha curtir o espaço, não é mesmo? Que paz, tranquilidade e bem-aventurança! Pois então, essa é a felicidade, ou seja, curtir o espaço vazio que somos de fato. Assim, a felicidade é SER, e não TER. De repente, neste espaço vazio e profundo, começam surgir estrelas. Opa, que maravilha! Uma estrela aqui, outra ali, bilhões delas… Mas como!? Eu sou rico e não sabia disso?!

Felicidade é ser, permanece firme no ser e segue a estrela

Sim, tu és muito rico. A riqueza é o nosso dom natural e divino. Estrelas e mais estrelas… luzes e mais luzes… Escolhe apenas uma delas… dá a ela a tua atenção. Foca nela! Não desgruda dela! Deixa ela te levar… Flui com a sua luz e sabedoria… A partir desse momento o TER começa a se concretizar. Um detalhe importante: Esse TER é pleno de bênçãos porque está surgindo do teu SER, do teu vazio, do teu ventre. O nosso ventre é o ventre da mãe Existência. Segue a luz, segue a estrela, e ideias originais começarão a surgir… Mas fica atento, pois a velha mente condicionada fará de tudo para colocar empecilhos, para te chamar de louco e te alfinetar com julgamentos. Permanece firme no SER, e segue a estrela que é a tua luz verdadeira, que é a tua essência louca para se manifestar.

  • Joel Munhoz (Olói)

O Pendurado, O Relaxamento Que A Meditação Proporciona

Não sei porque o tantra arcano 12 O PENDURADO, volta e meia, aparece nos meus vídeos kkkkk. Por que será, né…?! O cara aqui precisa se render um pouco mais, se não por inteiro, à Vontade Divina. Vamos lá, então… mais um desafio, galera! Afinal, podemos aprender muito mais com os desafios e obstáculos da Vida. E essa pandemia está nos trazendo cada vez mais pra real. Caia na real! O PENDURADO está de ponta cabeça, a Vida se inverteu para ele. Não era bem o que ele pensava. Aliás, as suas ideias, teorias e ideologias revelaram-se inócuas perante a nova realidade que está se apresentando.

Guiar-se por ideologias, religiões e líderes dos mais variados, é restringir a Vida, é fugir da Vida, é limitar a própria vida. A Vida não precisa de nenhuma ideologia, de nenhum ensinamento religioso, de nenhuma escritura sagrada, para viver. Então, por que nós, pretensos seres humanos, precisamos de toda essa parafernália de doutrinas, regras, e ensinamentos mil para “vivermos”? Quem se guia sempre pelos conhecimentos (condicionamentos) da mente está sempre reagindo à Vida. Assim, essa pessoa jamais se jogará no Desconhecido, estará sempre interpretando a Vida, estará sempre colocando a vastidão da Vida no pequeno espaço da sua mente/ego.

O Pendurado, o relaxamento que a meditação proporciona

Mas… aí entra O PENDURADO. Quando a tua mente se acha a tal, a Natureza ou Mãe Existência dá um jeito de te colocar com os pés para cima para que tu vejas a Vida através da vastidão do céu e não mais da pequena janela da tua mente condicionada. Aí, meu irmão (ã), de nada adianta esperneares. Quanto mais tu lutas pra te libertar mais o laço aperta e mais energia vital tu consomes nesta luta vã. O jeito é relaxar e gozar… Aaaaaaaahhhhhhh, delícia, né… kkkkkk. Só assim podemos ter acesso a um novo insight, a uma nova revelação. Relaxa na tensão, relaxa na dor, relaxa na luta, no desafio. Este é o relaxamento que a meditação proporciona. Relaxar no que quer que for que a Vida estiver te trazendo.

Te liga no vídeo aí… que tu vais aprender a relaxar pra carai… E ainda de quebra poderás até dar à luz a ti mesmo (a)!

Joel Munhoz Tarô Tântrico

(Elóy)