No Sexo Tântrico O Homem Precisa Aprender Com A Mulher A Ser Água

A mulher é a grande iniciadora no tantra. O seu elemento correspondente é a Água enquanto o homem corresponde ao elemento Fogo. É por isso que no sexo profano comum o homem é muito afoito, logo quer penetrar e ejacular. A mulher precisa de mais tempo para ter a sua vagina lubrificada e pronta pra penetração. Por isso as carícias preliminares são tão importantes. E aí, homem varão macho alfa, tu estás preparado para ser um homem mais inteiro e mais verdadeiro? Porque fomos educados nesta cultura patriarcal a sermos o fodão e acabamos por não sermos fodão porra nenhuma. Você acha que ser fodão é meter numa vagina fria e seca e ejacular após no máximo 5 minutos de penetração? A mulher nem ficou pronta pro sexo e você já gozou. Aí ninguém pode ser feliz, nem você nem ela.

No sexo tântrico o homem precisa aprender com a mulher a ser água
A mulher por cima durante a penetração pode facilitar o arrefecimento do ímpeto masculino. Ela pode controlar os movimentos e fazer com que a relação seja mais duradoura e prazerosa, evitando inclusive a ejaculação precoce. É uma boa posição para o homem aprender a ser água. O mesmo vale para as relações gays masculinas com o homem passivo por cima.

O mesmo ocorre nos relacionamentos homoafetivos, predominantemente, é claro, entre os homens, já que as mulheres gays ou bissexuais se compreendem mutuamente. No relacionamento gay masculino o homem que penetra é o masculino e o homem que é penetrado é o feminino. Assim, o homem ativo é fogo e o homem passivo é água. Da mesma forma, nos relacionamentos gays femininos, a mulher ativa é fogo e a mulher passiva é água. O fogo é um elemento masculino, ativo, volátil, sua orientação é para cima. A água é um elemento feminino, passivo, denso, sua orientação é para baixo. No sexo comum o fogo não se mistura com a água. No sexo tântrico há uma mistura, uma alquimia porreta.

No sexo tântrico o homem precisa aprender com a mulher a ser água
Tantra arcano 11 A Força: a dama e o leão. A sutileza da força feminina. Ela domina a fera – tesão sexual – não com violência, mas com sutileza e principalmente compreensão, consciência.

O fogo está sempre pronto. A água demora um certo tempo para ser aquecida. O seu ponto de ebulição é de 100º centígrados ao nível do mar. A água tem o poder de arrefecer o ímpeto do fogo. Em demasia pode apagar o fogo, mas na dose certa é uma delícia. O homem que se deixa tocar pelos mistérios da água pode aprender coisas incríveis, delícias e mais delícias… Assim, o seu fogo se tornará positivo, servirá para aquecer a água até chegar no seu ponto de fervura. Nada mais frustrante e brochante do que o fogo para um lado e a água para o outro. Nada mais extasiante e excitante do que o fogo e a água se misturando numa dança erótica sagrada. Esta alquimia é o sexo tântrico. Somente assim o homem pode se aprofundar nos mistérios femininos (Shakti/Ísis) e a mulher nos mistérios masculinos (Shiva/Osíris)

Joel Munhoz (Elóy)

Equilíbrio Natural Cósmico E Equilíbrio Idealizado Pela Mente

Quando teu equilíbrio é estraçalhado. 8 de Espadas é barra. Barra pesada. Quem nunca sentiu um 8 de Espadas nos cornos não sabe do que estou falando… Mas, pensando bem, quem é que já não passou pela provação do 8 de Espadas? Quem nunca sentiu a sua mão pesada? Todos nós, mais cedo ou mais tarde nas nossas vidas, passaremos pelo fogo, ou melhor, pela espada do 8 de Espadas. Ele atinge diretamente o teu equilíbrio ou senso de equilíbrio. Na grande maioria das vezes o equilíbrio que buscamos não é de fato o equilíbrio verdadeiro e natural (cósmico, universal), e sim um equilíbrio idealizado pela mente. Pois é esse equilíbrio idealizado pela mente que o 8 de Espadas atinge em cheio.

Somente recuperamos o equilíbrio natural e cósmico quando o equilíbrio ditado pela mente/ego é estraçalhado. É por isso que nesses momentos nos sentimos estranhos. Somos assaltados por sentimentos dos mais variados. Lembramos de fatos e pessoas que julgávamos totalmente esquecidos no passado. Melancolia, tristeza, nostalgia, frustração por ter feito errado ou por não ter feito o que deveria ser feito… Tudo isso vem como uma avalanche. Somos chacoalhados de todas as formas. Mas o interessante é que não ficamos para baixo com tudo isso, com todos esses sentimentos “negativos”. Apesar do medo que faz vibrar cada fibra do nosso ser, nos sentimos mais vivos, mais conscientes.

Quando teu equilíbrio é estraçalhado controle falso deve ser perdido aproveite o processo de transformação

Quando teu equilíbrio é estraçalhado 8 de espadas no centro O LoucoO nosso convívio social também se torna delicado. Nos decepcionamos mais com as pessoas do nosso círculo familiar, de amizade… A atividade profissional fica sem graça. A noção do tempo começa a se modificar. Nos sentimos mais confusos , mais inseguros, mais desgarrados, mais perdidos no espaço, mais líquidos… Os valores sociais, religiosos, morais, culturais, que tínhamos como referência começam a desmoronar. Ao mesmo tempo em que sentimos medo uma estranha coragem também está presente. Somos capazes de enfrentar o mundo inteiro para defender a nossa verdade.

É importante estarmos cientes de tudo isso para não sabotarmos o processo de libertação, de transformação. Almejamos tanto por essa transformação, mas a mente/ego é tão ardilosa que pode sabotar o processo. Ela poderá sussurrar para você: você está doente, você está correndo perigo, você pode ficar louco, você precisa retomar novamente o controle da sua vida. Acontece que esse controle falso (porque controla você) é que deve ser perdido, estraçalhado. Então deixe fluir… Aproveite o processo de transformação. Flua nele. Tenha medo e vá em frente, como diz Roberto Shinyashiki. Se permita sentir o que está vindo… E permaneça alerta, apenas observando. Não interfira. Apenas observe de fora. O processo todo está acontecendo, mas você (a testemunha, sua consciência) apenas observa. Lentamente você será jogado para o seu centro (sefira do tantra arcano 21 O Louco – elemento Fogo). No centro do seu ser você estará no centro do universo e, então, tudo será novo na sua vida.

Joel Munhoz Tarô Tântrico

(Elóy)