A Mente É Especialista Em Transformar Desafios Em Problemas

O 5 de Ouros quer falar. Deixai-o falar! Ele está visitando a casa 7 (Libra). É um (a) cara que está em dificuldades, muitas dificuldades materiais… financeiras, de saúde… Tenta sair delas de tudo que é jeito, mas quanto mais tenta mais enredado (a) fica. É mole? Claro que não… O que fazer ou não fazer nesta situação? Vejamos! Casa 7 é preocupação com os outros. Dívidas com os outros? Também. Um grande aprendizado. Diz o mestre que a solução do problema se encontra no próprio problema. Entre fundo no problema, pare de fugir dele! Não tente tapar o sol com a peneira. Não fique tentando esconder o problema. Quanto mais você esconde o problema mais você se preocupa com quem possa descobri-lo em um momento de descuido.

A mente é especialista em transformar desafios em problemas
Tantra arcano 5 de ouros

Não precisa também sair apregoando aos quatro cantos que você tem um problema ou vários deles. Apenas esteja disposto (a) a repartir os seus problemas com quem você sente que pode fazê-lo. Exercite mais o despojamento, o desapego, a espontaneidade… De repente você está com uma pessoa, a situação se apresenta, e você pode se expor, ou expor o seu problema. Quem sabe a outra pessoa também esteja passando ou já passou por um problema semelhante!!! Ela poderá lhe dar um conselho, lhe oferecer ajuda, ou simplesmente lhe ouvir, o que já será uma grande coisa. Você se sentirá mais aliviado (a) do peso, e poderá ter novas ideias.

A mente é especialista em transformar desafios em problemas
Casa 7, preocupação com os outros, inimigos declarados, cooperação, parcerias, casamento, contratos.

Uma coisa muito importante: não se compare aos outros. A comparação é a raíz de muitos males. Não compare os seus problemas com os problemas dos outros, aí você estará arrumando mais um problema. Cada pessoa é única e tem um carma individual. Uma pessoa tem mais rosas, outra tem mais espinhos, mas enfim, cada uma está de braços dados com uma cruz. Uma pessoa “feliz” e “alto astral” muitas vezes está passando por problemas terríveis. Não veja os outros apenas pelo que aparentam. Tente ver além das máscaras. Quanto mais fundo olhamos para alguém mais percebemos que aquela pessoa “poderosa”, aos nossos olhos, não é tão poderosa assim. Enfim, todos nós temos problemas, uns numa área, outros noutra, mas o fato é que todos precisamos aprender a sermos felizes apesar dos problemas.

E, finalmente, se você for a fundo no problema – se for fundo mesmo – você verá que não existem problemas. Existem apenas desafios que a Vida coloca no nosso colo de tempos em tempos. Podemos aceitá-los ou não. Se aceitamos, fluímos com a energia do desafio e ele nos levará, como uma onda, a descobrirmos novos mares e novos ares. Porém, se não aceitamos, se reclamamos, tipo: isso não deveria acontecer comigo, não mereço, sou uma pessoa tão boa! Se não aceitamos, se lutamos contra, estamos transformando o desafio num problema. A nossa mente/ego é especialista em transformar desafios em problemas. Lutar para resolver um problema dá um ar de respeitabilidade e importância ao ego.

A mente é especialista em transformar desafios em problemas
Relaxando, aceitando, fluindo e despertando as potencialidades latentes.

Você até pode reclamar e vociferar perante um “problema”. Afinal, é mais honesto e saudável expressar um sentimento de revolta ou raiva do que reprimi-lo. Que merda! Puta que pariu! São expressões corriqueiras e automáticas. Após isso, porém, respire fundo, feche os olhos e vá fundo dentro de você mesmo, sem se julgar, sem se condenar, sem querer também se dominar. Apenas sinta e observe toda a sua energia, seja ela de raiva, de revolta, de impotência. Apenas sinta e observe a si mesmo em toda a sua complexidade. Você perceberá que junto com os sentimentos negativos se encontram também os positivos; um não está separado do outro. Junto à raiva se encontra a agressividade que te impulsiona a novas descobertas. Junto à revolta se encontra a justiça para se fazer a coisa correta. E junto à impotência se encontra a entrega do ego à vontade superior e divina. Quando temos disso consciência uma profunda gratidão brota do nosso coração e, com isso, uma energia renovada plena de novas possibilidades.

Joel Munhoz Tarô Tântrico

(Elóy)

A Maior Aventura É Ser Você Mesmo – 17 A Estrela

Sabe quem é que passou por aqui? A ESTRELA, brilhante como nunca. Tantra arcano 17 A ESTRELA é um brilho só. Diz Aleister Crowley que cada ser humano é uma estrela. Concordo plenamente. Todos nós temos luz própria. Acontece que somos condicionados desde a mais tenra idade a imitarmos os outros ou seguir a luz dos outros. Há pessoas que se destacam na sociedade, justamente porque colocam os seus dons a serviço daquilo que a própria sociedade espera delas. Estas pessoas se tornam formadoras de opinião, autoridades neste ou naquele assunto. Aí alguém poderá opinar: as pessoas estudam, se formam nas universidades, se tornam especialistas, justamente para serem autoridades nas áreas a que se dedicaram.

A maior aventura é ser você mesmo - 17 a estrela

Sim… porém, na minha visão, isto em parte está certo e em parte está errado. Somos seres humanos, e não máquinas nem robôs. Não é porque sou especialista ou autoridade em algum assunto que posso exigir que todas as pessoas sigam estritamente o que estou recomendando. Somos livres para aceitar ou não. Além da mente somos alma, consciência, divindade. A mente, por mais conhecimento que possua, é apenas um grão de areia no infinito oceano da consciência. Precisamos do auxílio de um especialista, de um doutor, de um terapeuta, etc., em vários momentos da nossa vida, porém, em última análise, quem deve decidir o que deve ser feito somos nós. O especialista ou autoridade é apenas um auxiliar, um técnico que disponibiliza o seu conhecimento e a sua formação para efeitos profissionais e legais; não é, absolutamente um ditador.

A maior aventura é ser você mesmo - 17 a estrela

Na nossa sociedade mercantilista, consumista e competitiva ao extremo, somos ensinados a relegar a intuição a último plano. Precisamos ser racionais a qualquer preço. Acontece que a razão quando não está a serviço da consciência se torna apenas um ego imitador num extremo e arrogante no outro. Neste mundo às avessas a razão (mente/ego) comanda o coração e a consciência. A mente somente é brilhante (A Estrela) quando está a serviço da consciência. A consciência é a alma, é o divino presente no âmago de cada ser. Faça sempre a si mesmo a seguinte pergunta quando estiver em dúvida sobre a sua verdadeira luz: Sou Eu (consciência) quem está usando a minha mente (razão), ou é a minha mente quem está me usando? Sim, porque neste mundo de imitadores a maioria das pessoas não usa a mente, muito pelo contrário, a maioria das pessoas é usada pela mente.

A maior aventura é ser você mesmo - 17 a estrela

Cada ser humano é único. Não há ninguém superior nem inferior a ninguém. Não há porque ficarmos nos comparando com os outros. A comparação é a fonte de todas as preocupações. Você perde muita energia vital quando fica se comparando com os outros. Quando mandamos a comparação para “o raio que o parta”, nos tornamos leves e inteiros. A comparação faz com que imitemos a luz dos outros que, por sua vez, estão imitando a luz de outros e, esses outros, a luz de mais outros… num círculo vicioso que não tem fim. Sabe qual é um dos segredos da felicidade? Ser você mesmo. E você se torna você mesmo, assim… de repente? Não, é claro que não. Muito tempo e energia foram investidos em ser outra pessoa que você não é, por isso levará um certo tempo para você voltar a ser você mesmo. Mas o importante é começar. Um passo hoje, um passo amanhã, retornando para você mesmo… Isso é sensacional, é a maior aventura sobre a face da Terra, você descobrir a sua verdadeira face em meio a tantas máscaras que a sociedade obrigou você a usar e a pensar que essas máscaras eram você.

Tudo Na Vida Social Se Resume A Um Roçar De Pênis

Quando o DOIS DE PAUS se encontra com A TORRE o que acontece? Já que A TORRE é queda, seriam DOIS PAUS caindo? Bom, tudo o que cai subentende-se que estava em pé, pois algo que está no chão, caído, não pode mais cair. Um morto não pode mais morrer. Então, esses dois paus estavam em pé, duros, eretos, potentes. Quando dois paus se roçam eles podem ficar duros, ou podem ficar duros à simples imaginação de um roça roça entre eles. Tudo é possível, e o Tantra abrange a vida na sua totalidade; nada fica de fora. Tudo é Tantra, e Tantra é tudo. Assim, a vida não é só pênis com vagina e vice-versa, mas também é vagina com vagina e pênis com pênis. Bom, o presente artigo fala sobre pênis (lingam), ou melhor, sobre dois pênis – e tudo o que estiver relacionado com o simbolismo fálico; então vamos lá.

Tudo na vida social se resume a um roçar de pênisA TORRE é o preconceito e a imbecilização das pessoas fortalecidos pelas instituições sociais. A grande mídia tem um papel fundamental nesse processo alienante, é craque nas estratégias de manipulação das massas. O sistema é um ditador dissimulado que nos induz a nos comportarmos desta ou daquela maneira – sem que disso tenhamos ciência. O roçar dos paus (lingam) sempre foi inevitável ao longo da História humana. A homossexualidade é uma coisa tão antiga quanto mijar pra frente. Os homens sempre roçaram os pênis ao longo das eras; os que não fizeram isso literalmente, o fizeram simbolicamente. Assim, numa luta de espadas os homens estavam roçando os seus pênis. O pênis (espada) mais forte ou mais inteligente vencia. Num debate ideológico ou político, os homens (ou mulheres, porque o ego é uma extensão do aspecto negativo do falo/lingam) estão roçando os seus pênis. O ego (pênis) mais bem informado e mais esperto sempre vence. O mesmo também acontece nas lutas de MMA do UFC. Os lutadores roçam os seus pênis – não no sentido literal – mas no roçar dos seus corpos e dos seus egos. Neste roçar de corpos e de egos tem um montão de interesses e de dólares e euros envolvidos.

Tudo na vida social se resume a um roçar de pênisSe formos fundo nesta reflexão veremos que tudo na vida social se resume a um roçar de pênis porque sem atrito nada se realiza ou se concretiza. Portanto, se você sente desejo de roçar o seu pênis em outro pênis (literalmente), não se contenha nem se reprima. Coloque abaixo A TORRE do preconceito, do medo e da culpa, e bote pra quebrar. Quem sabe se fôssemos (homens e mulheres) mais livres para expressarmos a nossa sexualidade da forma como quisermos, com as pessoas com quem quisermos (com reciprocidade da outra parte, é claro) e no momento em que quisermos, seja da forma hetero, homo, bi, tri, penta, pan, sei lá… não seríamos mais felizes, mais amorosos, e não criaríamos mais saúde e mais consciência? Somente fique atento (a) aos roçar de pênis (egos) que só servem para fortalecer ainda mais os egos (pênis) envolvidos. Discussões e debates infinitos que não levam a nenhuma conclusão… Moral da história: roçar os pênis (literalmente) quando não há ego envolvido é saudável. Roçar os egos quando na real o desejo é de roçar os pênis é doentio. Pênis egoicos são o maior perigo para a humanidade. Pênis sem ego (lingam) são belos, sagrados e divinos.

Tudo na vida social se resume a um roçar de pênis
Tantra arcano 2 de Paus e tantra arcano 16 A Torre. Quando a torre egoica dos preconceitos e dogmas sociais cai por terra o roçar dos pênis (lingam) se torna uma bênção.

Se você gostou do post e quer ajudar na divulgação do Tarô Tântrico, compartilhe nas redes sociais usando os ícones abaixo. Se não gostou não conte pra ninguém (rsrs). Namastê!

Joel Munhoz Tarô Tântrico

(Elóy)

Setenta Por Cento Dos Nossos Pensamentos São De Origem Sexual

Saiu aqui o 8 de Copas na casa 4 (Câncer). Naipe de Copas é água. Casa 4 também é uma casa de água. Então é água por tudo que é lado hoje. Vamos nadar e mergulhar, só temos que ter cuidado para não nos afogarmos. Água é sentimento e emoção. O 8 é um número que representa equilíbrio, interação entre mundos ou equilíbrio entre os mais diversos mundos. É o tantra arcano 8 A Justiça. Assim, o 8 de Copas é A Justiça no nível ou naipe de Copas. Casa 4 são as coisas antigas, o passado, a ancestralidade, a família – pai e mãe. É as profundezas do ser, o teu lar espiritual. Também pode representar morte física e espiritual. É o afeto fluindo direto da fonte, por isso é a sensitividade e também dotes artísticos, a capacidade criativa fluindo…

Setenta por cento dos nossos pensamentos são de origem sexualComo você se sente agora? Está ruim? Está bom? Está pra baixo ou está fluindo alegre na superfície? Se você está pra baixo, se as coisas vão mal, seja em que área for da sua vida, já está mais do que na hora de começar a enfrentar os seus monstros interiores. Toda a nossa realidade exterior flui da nossa realidade interior. Mergulhe o mais profundo que você puder nos seus sentimentos negativos. Eles estão se apresentando para você para que você os conheça de perto. O autoconhecimento implica em que nos conheçamos em todos os níveis e dimensões de consciência. Mas tem um nível de consciência se apresentando mais forte aqui. É o nível considerado o mais denso: o nível sexual. Nosso corpo físico é constituído de aproximadamente 70% de água. Da mesma forma, cerca de 70% dos nossos pensamentos são de origem sexual.

Setenta por cento dos nossos pensamentos são de origem sexualA água é densa. A energia sexual é densa. Se não bebemos água pura, leve e alcalina na medida certa para o nosso organismo, ficaremos doentes. Muitas doenças acontecem porque o corpo se encontra desidratado. Da mesma forma precisamos dar atenção às nossas necessidades sexuais. Cada pessoa é única e deve procurar o seu próprio equilíbrio. Uns precisam de maior frequência de relações sexuais, outros um pouco menos… Biologicamente há 3 sexos: masculino, feminino e intersexual. Psicologicamente há tantos sexos ou identidades de gênero quanto há pessoas no mundo. Acho que a sigla LGBT+ pode abranger todos os gêneros existentes e imagináveis. Não fique preocupado (a) em se definir ou se rotular sexualmente. Circule pelas tribos que lhe despertam a atenção ou o desejo. Seja uma metamorfose ambulante. Lembre-se que por fora, externamente a nível de ego/personalidade, a mudança é constante, mas a nível interno a tua consciência espiritual é imutável.

Setenta por cento dos nossos pensamentos são de origem sexualQue as tuas mutações exteriores possam te levar a um mergulho cada vez mais fundo em você mesmo. Só assim está valendo, senão não passa de pura perda de tempo. Quando não bebemos água suficiente para hidratar as nossas células adoecemos fisicamente. Da mesma forma quando não movimentamos as águas paradas da sexualidade doente com as águas correntes do sexo saudável adoecemos psicologicamente; e isto pode somatizar em doenças físicas. Ademais pode impedir o nosso crescimento espiritual, a evolução da nossa consciência. A energia vital precisa circular em todos os níveis de consciência. Quando isto não acontece ficamos presos a pensamentos e desejos que sugam a nossa energia impedindo que nos elevemos a patamares mais elevados de consciência. Lembremos do que disse o mestre Jesus: “dai a César o que é de César e a Deus o que é de Deus.”Setenta por cento dos nossos pensamentos são de origem sexual

Joel Munhoz Tarô Tântrico

(Elóy)

Curta Todas As Sensações A Vida É Para Ser Curtida No Máximo

Rainha de Copas na casa 2 (Touro). Você gosta de dinheiro? Sim? Eu também gosto. Acho que o dinheiro foi uma grande invenção humana, só que ele assumiu uma proporção enorme de influência nas nossas vidas, até demais. Vivemos para trabalhar e ganhar dinheiro. Só que quem ganha dinheiro, mas muito dinheiro mesmo, é uma pequena porção da população humana. São os que se encontram no topo da pirâmide social cuja base é formada pela imensa maioria que trabalha para enriquecê-los ainda mais. É mole? Então… Mas a casa 2 não trata somente de dinheiro. Diz respeito também ao corpo, à sensualidade, ao conforto… E o tantra arcano Rainha de Copas? É a mãe, é a mulher já bem situada na vida e que representa também a maturidade emocional. Bem… maturidade emocional, dinheiro, conforto, sensualidade… tudo isso no mesmo pacote.

Curta todas as sensações a vida é para ser curtida no máximoQuando temos maturidade emocional podemos desfrutar das coisas boas da vida sem nos identificarmos com elas, ou seja, sem dependermos delas para sermos felizes. Normalmente as pessoas são dependentes daquilo que têm, daquilo que possuem. É porque não desenvolveram ainda a sua inteligência emocional. E desenvolver a inteligência emocional não requer um esforço da parte do seu ego. Não significa que você tenha que se esforçar para isso, que você tenha que estudar para isso, que você tenha que praticar uma certa disciplina com regras, doutrinas, mandamentos, dogmas, etc. É justamente o contrário. Você precisa abandonar as regras e as práticas que apenas servem para mantê-lo (a) distante do seu verdadeiro ser, apenas servem para alimentar a sua ansiedade pelo resultado do seu trabalho. Servem para alimentar a esperança em dias melhores. Jorge Luis Borges, o grande escritor metafísico argentino falou: “a esperança é o mais sórdido dos sentimentos”.

Curta todas as sensações a vida é para ser curtida no máximoTudo é importante: o caminho, a construção, o trabalho, o esforço e o resultado… e a meta alcançada. A meta não é mais importante do que o processo para se chegar até ela. Viva tudo, tanto o caminho quanto a meta porque senão você será um ser pela metade. Você descobrirá que o caminho é a meta. Flua com o rio da vida. Deixe-se levar. Não siga a sua vontade, a vontade do seu ego, mas siga a vontade do Todo até que a vontade do Todo seja a sua própria. Ao longo do rio algumas pessoas que também estão no fluxo da corrente seguirão ao seu lado. Outras ficarão pelas margens, encantadas com a paisagem. Mas não se preocupe. Tudo é perfeito. Não force ninguém a seguir com você. Cada pessoa tem o seu próprio tempo e o seu próprio ritmo para despertar. A determinação e a persistência (características positivas da casa 2) vêm com a entrega total à sua própria essência. Entregue-se totalmente a você mesmo (a), ao seu verdadeiro ser, ao divino que você é em essência.

Curta todas as sensações a vida é para ser curtida no máximoE a sensualidade como fica? Po, a sensualidade é tudo de bom…!!! A sensualidade não exclui a espiritualidade nem esta exclui a outra. Ambas fazem parte da mesma energia universal. Diz Osho que o novo homem será Zorba, o Buda, alguém muito sensual, mas com uma grande consciência presente. Sensações… entre fundo nelas! Curta-as todas! A vida é para ser curtida no seu mais alto e amplo grau. A vida é para ser curtida no máximo. Há mentes muito doentes que levam isso pro lado dos vícios. Acham que curtir a vida é dormir pouco, se alimentar mal, não fazer exercícios, não trabalhar, fumar, beber e cheirar todas; ou fazer sexo compulsivamente. Ora, quem assim procede, chegará (se é que chegará) aos 40 anos com aspecto de 80. Não curtiu a vida, porque a vida para ser curtida ao máximo tem que ser de cara limpa. Quanto menos drogas no seu organismo mais a sua consciência ficará alerta, desperta, pronta para absorver a vida e ser a própria vida. Afinal, quem é você se não a própria vida curtindo a si própria?

Joel Munhoz Tarô Tântrico

(Elóy)

O Caminho Do Louco Tântrico Encerra Em Si Todos Os Paradoxos

Tarô tântrico caminho do Louco. O Louco? É… O Tarô Tântrico é o caminho do Louco. Você já começa vivenciando O Louco. O Louco se encontra no início, no meio e no fim. Você não tem uma meta no Tarô Tântrico. O caminho é a meta, o aqui e agora é a meta. Falei no vídeo anterior que O Louco é a consciência cósmica presente em todos os 77 tantras arcanos. Assim, qualquer arcano que você tirar, o arcano 0 O Louco estará lá olhando para você através da máscara de um ou de outro personagem.

Tarô tântrico caminho do Louco todos os paradoxos

Osho diz que precisamos ficar loucos de vez em quando para não enlouquecermos de verdade. O Louco encerra em si todos os paradoxos. Ele subverte a ordem estabelecida, não porque ele prefere a desordem. Acontece que essa ordem que a sociedade criou e cria é uma ordem falsa. É uma ordem que vai contra a ordem natural. A sociedade, a cultura, estão sempre contra o fluxo da natureza. Basta ver o caos em que está se tornando o planeta. Produzimos tecnologia, mas somos ineficientes para produzirmos consciência.

Tarô tântrico caminho do Louco bobo da corte que faz troça

O caminho do Louco tântrico encerra em si todos os paradoxosProduzimos miséria, pobreza, injustiça social e lixo, muito lixo. Isso é ordem? Não, em absoluto. O Louco está aqui para nos lembrar da nossa loucura em nos acharmos superiores à natureza. Esquecemos, no nosso orgulho, que também somos parte da natureza. O Louco ri da loucura dos homens. Ele faz troça. É o bobo da corte que expõe os ridículos do rei. O rei é o ego com todos os seus artifícios e artimanhas. O ego só é rei porque a consciência está dormindo. Aliás, a consciência nunca dorme, ela apenas está sufocada por toneladas de lixo produzido pela civilização que se distancia cada vez mais do divino e do natural.

Tarô tântrico caminho do Louco desvencilhando de tudo o que é excesso

Recordemos que somos muito mais SER do que ter ou fazer. A auto recordação de que somos divinos é fundamental. Mas, para isso, é necessário já irmos nos desvencilhando de tudo o que é excesso nas nossas vidas. Observe a bagagem do Louco. É ínfima, apenas uma trouxa onde vão os seus pertences mínimos de que ele necessita para empreender a sua viagem, a sua aventura, pelo plano terrestre. O Louco é um minimalista. O que interessa a ele é o divertimento da viagem e não o acúmulo de bens ao longo da viagem. Os afetos, as trocas emocionais e afetivas são muito mais importantes do que os julgamentos e a ansiedade competitiva para ser melhor do que os outros.

Tarô tântrico caminho do Louco aprender a desaprender

O caminho do Louco tântrico encerra em si todos os paradoxosO Louco é você na sua mais pura essência. Precisamos aprender a desaprender para reencontrá-lo no mais íntimo do nosso SER. Desaprender tudo o que a sociedade nos empurrou goela abaixo, e assimilamos como verdade. É necessário nos tornarmos como crianças novamente, nas palavras do mestre Jesus. Olhar para o mundo com olhos inocentes, com olhos puros. Uma boa técnica de meditação é começar por libertar o olhar de todas as imagens ilusórias induzidas pela cultura desumana e contrária ao natural e ao divino.

Tarô tântrico caminho do Louco técnica de meditação

Uma das 112 técnicas de meditação do Vigyan Bhairav Tantra, de Shiva (O Livro dos Segredos, comentado por Osho), consiste na prática do olhar do Louco. O olhar, a visão, é um sentido yang, masculino, agressivo. Você não pode olhar mais do que alguns segundos para um estranho. Se isso acontece a pessoa já se sente incomodada, invadida. Olhando como um louco o seu olhar se torna feminino. E é necessário uma energia feminina para que o Divino venha até você. Esta técnica de meditação possibilita que você limpe o seu olhar do filtro da mente condicionada por uma ampla gama de conceitos e preconceitos.

Tarô tântrico caminho do Louco olhos condicionados pela sociedade

O caminho do Louco tântrico encerra em si todos os paradoxosVocê passará a projetar menos e cada vez mais verá a vida como ela é. Sim, porque os seus olhos estão condicionados pela sociedade. Assim, você olha para as coisas, para as pessoas, para a vida, projetando o mundo que você carrega na sua cabeça, na sua mente. Você, então, vê o mundo que você quer ver, e não o mundo que é de verdade. Com a técnica da meditação do Louco você poderá limpar o seu olhar, a sua visão do mundo, da vida… Assim, olhe para os objetos,  as plantas, os animais, as pessoas… com o olhar desfocado, olhando sem olhar diretamente. Olhe ao longe, com olhar vazio… Olhe também para dentro de você mesmo com esse olhar vazio. Olhe para os seus pensamentos e sentimentos com um olhar interior que não se detém neles, mas que os atravessa por completo.

Tarô tântrico caminho do Louco olhar vazio de julgamentos

Antes de dormir, à noite, olhe para os acontecimentos e pessoas que fizeram parte do seu dia, seja de forma positiva ou negativa, também com um olhar de louco, vazio de julgamentos e interpretações. Você poderá praticar esta técnica em qualquer momento, em qualquer lugar. Procure lembrar ao longo do dia. Sempre que você lembrar pratique o olhar do Louco.  Quanto mais praticar, mais o seu olhar se tornará fluido, líquido… O seu terceiro olho (chakra ajna) estará se abrindo, pois esta técnica de olhar estimula a abertura do terceiro olho.

Tarô tântrico caminho do Louco a técnica não é a meditação

O caminho do Louco tântrico encerra em si todos os paradoxosLembre-se: a técnica não é a meditação propriamente dita. A técnica é uma ferramenta, um artifício para se enganar a mente. A meditação é o estado de bem-aventurança que se encontra além da mente. Toda técnica de meditação busca, é claro, o estado de meditação; busca o libertar-se da mente. É um estímulo para que isto aconteça. Porém, aqui está o paradoxo: não faça da técnica uma busca, um esforço ansioso. Apenas brinque com a técnica, sem nenhum objetivo. O objetivo se encontra no futuro e acaba frustrando a meditação. Aqui está O Louco para lembrar: A vida é uma brincadeira. A técnica de meditação também é uma brincadeira. Só assim o relaxamento e a meditação serão possíveis. Não trate a meditação como uma coisa muito séria. Se você não puder brincar com a técnica, então é melhor nem fazê-la.

Joel Munhoz Tarô Tântrico

(Elóy)

Tantra Vivência Dos Opostos Caminho Da Vontade E Da Entrega

Tarô tântrico tantra vivência dos opostos. Hoje quero falar com você sobre o que é tantra, o que não é tantra… enfim… Há muita confusão na área, o que é, de certa forma, natural. Não nos tornamos tântricos da noite para o dia, em cursos ou grupos de fim de semana, ou seja de que período for, de 1 mês, 2 meses… Não que eu seja contrário a grupos, isto também é importante no caminho tântrico. O que eu quero deixar bem claro é que você não se torna tântrico (a) porque ganhou um diploma de conclusão de curso. Tantra é a prática da vida a cada momento. É a teia da vida que acontece a cada momento, a cada minuto, a cada hora, a cada dia… ad infinitum… Não tem nada a ver com religião nem filosofia. É você se colocar em harmonia com essa sinfonia cósmica que só acontece agora, em qualquer lugar que você esteja.

Tarô tântrico tantra vivência dos opostos a ciência da transformação da mente

Tantra Vivência Dos Opostos Caminho Da Vontade E Da EntregaE como se faz isso? Como eu disse antes, praticando… tantra é prática, é técnica, é ciência. É a ciência da transformação da mente que nos leva além dela. É ciência subjetiva que nos possibilita investigar e aprofundar cada vez mais o nosso universo interior. Saiu aqui como inspiração para este post o tantra arcano menor 8 de Ouros na casa 5 (Leão). Um arcano da carta 8 A Justiça no plano físico – Ouros. O caminho do meio de que tanto Buda falava… É o fio da navalha. Mas para você andar no fio da navalha, você precisa, umas vezes, enveredar para a esquerda e, outras vezes, para a direita. Somente vivendo os opostos – com intensidade – você chegará ao equilíbrio. Porém, esse equilíbrio, novamente será perdido e você será lançado de novo ao plano da dualidade. Terá que vivenciá-la novamente para que, em algum outro momento, você chegue ao equilíbrio novamente.

Tarô tântrico tantra vivência dos opostos pequenas iluminações

Tantra Vivência Dos Opostos Caminho Da Vontade E Da EntregaE este processo se repetirá tantas vezes quantas forem necessárias até você encontrar o equilíbrio final, a realização, a iluminação total. Por isso, tantra é o caminho da iluminação, pois você vai vivenciando pequenas iluminações até atingir a iluminação total. Você deve começar de onde você está, sem nenhum ideal a ser atingido, nenhuma meta… Por isso, o naipe de Ouros. Ouros é o naipe mais baixo, mais inferior, mais denso… Corresponde ao plano físico, material, sensual, ao corpo físico. O 8 é sinuoso como o caminhar de uma serpente, ou de duas serpentes. Assim deve ser o seu caminhar. Um pouco para a esquerda, um pouco para a direita… No meio, onde os dois caminhos se encontram, está o equilíbrio. Você ainda não é um (a) iluminado (a), então não se comporte como se fosse um (a). Isso será falso e reforçará ainda mais o seu ego, lhe distanciando da iluminação.

Tarô tântrico tantra vivência dos opostos viva o ego e o não ego

Tantra Vivência Dos Opostos Caminho Da Vontade E Da EntregaVocê tem um ego, não é mesmo? Ele ainda domina a sua vida fazendo-o (a) pensar que ele é a sua verdadeira identidade… Assim, reconheça isso, não tente fugir deste fato ou lutar contra o ego para dominá-lo. A fuga ou a luta somente reforça o ego. Em alguns momentos viva o ego totalmente, em outros momentos viva o “não ego” totalmente. Precisamos viver os dois lados da moeda para deixarmos de ser metade. O ser inteiro vive tudo o que a vida lhe traz, e o ego também faz parte dela, assim como também o “não ego”. O ego é o caminho da vontade, da luta, da briga, da conquista, da competição, do masculino, da autoimagem, da reputação, do status social, do poder, do sexo compulsivo, dos pecados, do profano, da pornografia, da putaria, da sacanagem… O “não ego” é o caminho da entrega, da aceitação, do amor, da meditação, do aconchego, da passividade, da cooperação, do feminino, da não preocupação com reputação, do sexo maduro e consciente, do sagrado, da confiança total na vida.

Tarô tântrico tantra vivência dos opostos você é pecador você é sagrado

Tantra Vivência Dos Opostos Caminho Da Vontade E Da EntregaViva os dois – yin e yang, feminino e masculino, shiva e shakti – viva a dualidade, o mais intensamente que você puder. Em um momento você é pecador, profano… em outro momento você é santo, sagrado… Em um momento você é sério, em outro momento você é bem humorado. Em um momento você é triste, em outro momento você é alegre. Em um momento você é combativo, em outro momento você é afetuoso.  Em um momento você se interessa por assuntos profundos, em outro momento você curte coisas supérfluas. Em um momento você é tolo, em outro momento você é sábio. Vivendo tudo o que a vida traz, sem nada rejeitar, você vai, aos poucos, descobrindo o seu próprio equilíbrio. O equilíbrio é o resultado natural – a terceira ponta do sagrado triângulo – da vivência dos opostos.

Tarô tântrico tantra vivência dos opostos o caminho do coração

Tantra Vivência Dos Opostos Caminho Da Vontade E Da EntregaSe você não vive os opostos, você não passa de um ser pela metade, de alguém meia-boca no linguajar popular. Ou você é triste ou você é alegre; ou você é sensual ou você é espiritual. Sempre a outra metade estará faltando, você nunca será completo (a). Aí você terá que forçar um equilíbrio que não existe, que não surgiu naturalmente do seu ser. Tantra é o caminho do coração. A mente é exclusiva, está sempre separando tudo. O coração é inclusivo, como se diz popularmente: no coração de mãe sempre há lugar pra mais um… A casa 5 (Leão) é a casa do coração, da brincadeira, dos jogos, da criança, dos filhos, da criança interior, dos relacionamentos por amor, da autenticidade. Viva totalmente e você viverá através do coração. O coração absorverá a sua mente e somente assim você poderá ter, de fato, uma mente brilhante. Do contrário, a sua mente será fria e só produzirá divisão, conflito e desarmonia.

Joel Munhoz Tarô Tântrico

(Elóy)

Me Rendo À Vida Que Pulsa Em Mim E Em Tudo O Que Há

Tarô tântrico eu me rendo. Já usei todas as possibilidades da minha mente/ego e só me enredei mais na rede armadilha do meu passado assaltando o presente.
Eu me rendo. Já usei todo o meu repertório de superação e de tentar controlar e dominar as situações.
Eu me rendo. Aprendi numa certa organização que o domínio da vida é possível.
Eu me rendo. Querer dominar a vida é loucura. Quem sou eu, um grão de areia, uma poeira das estrelas, para querer dominar a vida?
Eu me rendo. O poder e a sabedoria da vida são infinitos e incomensuráveis. Eu sou a vida. A vida está fora, mas também está dentro de mim.

Tarô tântrico eu me rendo à minha consciência

Tarô tântrico eu me rendo quem sou eu para querer dominar a vidaDescobri que lutar contra as minhas fraquezas é lutar contra eu mesmo.
Eu me rendo. Todo o meu passado, com os meus erros e os meus acertos, foi perfeito.
Eu me rendo. Desisti de me culpar pelo meu passado, até porque o passado não se pode mudar.
Eu me rendo. A vida sempre me apresenta mil e uma possibilidades e oportunidades. Escolho uma delas de acordo com o meu grau de consciência. Não são as situações externas que precisam mudar. Eu preciso me render à minha consciência para que ela se expanda cada vez mais.

Tarô tântrico eu me rendo aceito a imperfeição como perfeita

Ao invés de repudiar o meu passado decidi usá-lo com criatividade.
Eu me rendo. Tudo o que eu fiz antes me trouxe à situação em que me encontro hoje.
Eu me rendo. A situação em que me encontro hoje pode não ser a perfeita nem a ideal aos olhos da minha mente/ego. Mas é a situação perfeita aos olhos da minha alma.
Eu me rendo. Tudo é perfeito, mesmo o que consideramos imperfeito. Quando aceito a imperfeição como perfeita ela pode crescer para um grau de perfeição cada vez maior.

Tarô tântrico eu me rendo à minha essência divina

Tarô tântrico eu me rendo quem sou eu para querer dominar a vidaNão desejo mais ser bom nem ser aceito, admirado ou amado pelos outros. Decidi ser eu mesmo com todos os riscos envolvidos. Apenas sendo eu mesmo posso crescer de verdade.
Eu me rendo. Não sou uma ilha. Faço parte de todo o oceano. Faço parte do Todo. Não tenho mais objetivos pessoais. Meu objetivo é o objetivo do Todo.
Eu me rendo. Me rendo à Vida que pulsa em mim e em tudo o que há. Me rendo a mim mesmo, ao meu Ser mais profundo, à minha essência divina, àquilo que eu sou de verdade.
Render-se à Existência é o mais completo relaxamento e a suprema meditação. O tantra arcano que melhor exprime isso é o 12 O PENDURADO.

Joel Munhoz Tarô Tântrico

(Elóy)