O Mago Fazendo A Magia Da Morte

Que tal O Mago e A Morte?! Que dupla maravilhosa! Um não vive sem o outro… A própria magia da vida não pode excluir a morte, pois… a morte não é a serva da vida? Tu já imaginaste a vida sem a morte? Seria uma confusão dos diabos. A morte produz a transformação dos corpos em outros corpos, das formas em outras formas… Enquanto isso a Vida troca de roupa para se renovar sempre. Quanto maior for a nossa consciência da morte, ou seja, da nossa finitude terrena, maior será a nossa consciência da vida, e só então poderemos apreciar com mais intensidade e totalidade o milagre da vida, a magia da vida. O tantra arcano 1 O MAGO está presente no número 13 – o número do tantra arcano 13 A MORTE. Vejamos um pouco da sua numerologia:

O mago fazendo a magia da morte

1 O Mago, 3 A Imperatriz: 1, o início de todas as coisas, o nascimento, a magia da vida acontecendo aqui e agora; cada um de nós tem o potencial de realizar a magia com aquilo que temos à mão no momento. 3, a neutralização dos opostos, o equilíbrio, a perfeição, o caminho do meio, a concretização, a manifestação, o retorno à unidade, e também o nascimento, assim como o 1. O Mago fecundando a Imperatriz. Com o 1 e o 3 um ciclo de vida se completa – morte e renascimento. O Mago deve ter a consciência da Mãe universal. Isso quer dizer que, ao realizar a sua magia, ele não deve desejar a alegria, o prazer, a realização, o bem-estar, a felicidade… somente para ele. Ele deve desejar que todos, que toda a humanidade – não somente os seus familiares e amigos – também recebam as riquezas materiais e espirituais. Magia negra é desejar as coisas boas somente para si e para a sua bolha; alta magia é desejar que toda a humanidade seja saudável e feliz.

O mago fazendo a magia da morte

Essa atitude – 1 O Mago – está em harmonia com a Grande Mãe (tantra arcano 3 A Imperatriz), pois qual é a mãe, realmente digna desse nome, que faz distinção entre um filho e outro? Se alguma ou outra mãe humana faz, é certo que a Grande Mãe Existência (Sagrado Feminino) não faz, pois todos nós – santos ou pecadores, justos ou injustos – somos seus filhos. Ela se aperfeiçoa e se realiza através de nós. Cada um de nós é um mago, uma maga… Nossa missão é canalizar a energia divina, a luz divina, presente em tudo. Tu podes fazer isso em qualquer momento, em qualquer atividade que estejas realizando. Basta se conscientizar de que tu és um canal da energia da Grande Mãe e do Grande Pai. Deixa o teu ego de lado e foca na tua consciência! Permite que a Luz Maior passe através de ti e se espalhe por todo o globo terrestre, estimulando a luz de cada pessoa a acordar!

O mago fazendo a magia da morte

Procedendo dessa forma tu estarás morrendo para o passado. Essa é a morte a serviço da vida. Somente vivemos de verdade quando vivemos no presente. Assim, nos perdoamos por todas as nossas falhas passadas, e perdoamos também os outros. Tudo o que vem para nós, aqui e agora, é lucro, mesmo se for algo desagradável, pois temos a certeza de que passamos somente por aquilo que temos que passar, seja por carma, seja por aprendizado… Gratidão é a nossa melhor oração. E isso não tem nada a ver com acomodação. Na verdade é a maior rebelião. Acomodação é viver de maneira automática, sempre reagindo a tudo. Rebelião é viver com consciência de que tudo o que acontece é necessário. Assim, poderemos responder à altura do momento. Afinal, não será eu nem tu quem estará fazendo – o ego. Será o Divino tocando a sua eterna melodia através de nós.

Joel Munhoz (Olói)

Profano Sagrado Iluminação Relacionamentos Ás De Paus Casa 7

Acabou a farra… Como saber? Saber o que, afinal? Saber o momento de terminar a farra, ora! Que farra? Olha, farras existem muitas. Tem a farra do boi, a farra da propina, a farra da gandaia, a farra que vai à forra… Mas vamos falar aqui, bem de pertinho, no pé da orelha, da farra da foda, do sexo, da trepada…, ainda tão julgada e criticada. Tem gente que nem trepa só para evitar confusões e maledicências. Ou, pelo menos, faz de tudo para aparentar que não trepa. Estes, via de regra, são os que mais criticam ou sentam o pau nas trepadas dos outros. Claro, também pudera, não sentam no pau nem o pau recebe sentada, então precisam sentar o pau nos outros através da língua ferina… que também não é usada para motivos mais nobres como, por exemplo, lamber e chupar buceta ou lamber e chupar piroca.

Mas como? Um cara que se diz tântrico como pode usar um linguajar desses, tão chulo e beirando o pornográfico? Sexo tântrico não é sexo sagrado? Pois é, meu amigo e minha amiga que pensam assim… Acontece que eu não sou nem um pouco sagrado. Sou profano pra caralho. Sou totalmente profano. Ainda tenho desejos, fantasias e fetiches. Mas quem não os tem? Afinal, ainda não me iluminei totalmente. Algumas áreas do meu inconsciente já se tornaram conscientes, mas tem outras que ainda jazem na escuridão. Enquanto isso eu preciso viver; não vou me tornar padre ou me reprimir de outra forma só porque não me tornei totalmente iluminado. Lembremos que a iluminação é todo o caminho para a iluminação.

Profano sagrado iluminação relacionamentos ás de paus casa 7Vamos aprofundar no sentido desta frase: a iluminação é todo o caminho para a iluminação. Isso quer dizer que devemos ser iluminados mesmo ainda não sendo ou forçar uma iluminação que ainda não alcançamos ou que ainda não despertou em nós? Certamente que não, pois que raios de iluminação seria esta? Não passaria de uma enorme falsidade; antes de mais nada estaríamos mentindo para nós mesmos. De acordo com a minha compreensão é valorizarmos o tanto de iluminação que já aconteceu conosco. Pode ser uma iluminação pequenininha kkkkkkk, uma pequena luzinha… porém, deve ser valorizada. Por outro lado não devemos valorizar a escuridão que ainda não foi iluminada. Veja bem, não devemos valorizar nem negar.

Negar a escuridão faz com que a escuridão seja valorizada e, por conseguinte, se fortaleça. Aceite a escuridão, o profano, a pornografia, o erótico, as fantasias… não os negue, pelo amor da deusa hehehe… Não fuja da batalha, escolha viver os teus desejos, as tuas fantasias porque se você não escolher você será escolhido por eles. Escolha com todo o teu ser. Diga para você mesmo (a): escolho viver os meus desejos e fantasias sexuais intensa e totalmente, escolho ir fundo neles, com todos os sentidos bem abertos. Isso é estar consciente. Isso é vivenciar com consciência. O tantra arcano ÁS DE PAUS na casa 7 (Libra) irá nos auxiliar nesta compreensão.

Profano sagrado iluminação relacionamaentos ás de paus casa 7ÁS DE PAUS é força total. Toda a força que se tem dirigida para um só ponto. É força física, psicológica, emocional e espiritual. Lembremos que o naipe de PAUS reúne em si a energia de todos os naipes. A casa 7 é onde acontece o relacionamento com o outro, os outros… Antes de se preocupar com a opinião dos outros, ocupe-se com você mesmo (a). Quais são as tuas necessidades, quais são os teus desejos? Viu? Tem bastante, não tem? E quem não os tem? Sossegue, portanto. Você não é o (a) único (a). Todas as criaturas têm lá os seus desejos, as suas necessidades e as suas fantasias. E ninguém é alguém para atirar a primeira pedra. Diz o ditado que de perto ninguém é normal.

Nossa sexualidade é muito complexa porque a nossa sociedade ainda é muito castradora, repressora… Ainda somos estimulados e condicionados a termos um comportamento sexual dentro da média, do normal, dentro de padrões que datam de milênios, sempre nos cânones do patriarcado, do machismo… Externamente podemos ser muito civilizados, mas por dentro somos trogloditas. Tenho minhas dúvidas se os trogloditas não eram mais espontâneos… Se a nossa sociedade fosse mais natural em relação ao sexo certamente que a nossa sexualidade não seria tão complexa assim. Mas, infelizmente não é assim.

Profano sagrado iluminação relacionamentos ás de paus casa 7Na casa 7 acontecem os relacionamentos baseados no compromisso e não no amor. Os casamentos são um exemplo disso. Em quantos casamentos o amor é o que realmente une o casal? O que mantém a maioria dos casamentos é o apego, o comodismo, o conformismo, os interesses, etc.; menos o amor. E o interesse sexual? Também já foi pro saco. E ninguém libera o outro para se relacionar sexualmente com outra pessoa… Quem é que inventou a regra que o sexo só pode ser praticado por duas pessoas até que a morte os separe? Os sacanas e hipócritas dos patriarcas que hoje posam de bons moços para que as suas esposas sejam só deles enquanto que eles se refestelam com outras moçoilas e moçoilos às escondidas… O sexo é uma brincadeira biológica e pode ser praticado com quantas pessoas se queira ou se tenha desejo em praticar. Ou também somente entre duas pessoas enquanto o desejo durar.

Profano sagrado iluminação relacionamentos ás de paus casa 7Não estou aqui pregando a promiscuidade. Ser promíscuo é compulsão. O (a) promíscuo (a) pratica o sexo pelo sexo, não tem nenhum comprometimento com afetividade e humanidade. O negócio dele (a) é a quantidade de parceiros. A cultura machista é pródiga em promiscuidade. E muitas mulheres, para se igualarem aos homens, se tornaram também machistas. Relacionamento é momento. Depende do seu momento de consciência ou inconsciência, de crescimento ou de estagnação. Se você se torna mais consciente o seu relacionamento também ganhará mais luz. Se você cresce o seu relacionamento também crescerá em consciência, em maturidade, em felicidade… Não há fórmula para nenhum relacionamento. O ÁS DE PAUS na casa 7 diz que tudo está aberto, não só os relacionamentos abertos, mas também os fechados na fidelidade muitas vezes de fachada, forçada e hipócrita.

Profano sagrado iluminação relacionamentos ás de paus casa 7Cada relacionamento é único. O que se contratou no altar, nos templos, não serve para o resto da vida. Se prender a juramentos é abdicar de crescer e de ser feliz. E, principalmente, de amar porque o amor é um movimento e não uma instituição. O amor não está preso a nenhuma cultura, ele é um fenômeno do coração e não da cabeça. Ouse, faça diferente, discuta com o (a) teu (a) parceiro (a) uma forma cada vez melhor, mais sincera e honesta de se relacionar. Nunca se acomode. O amor é um rio e não uma poça d’água estagnada. Se jogue nas experiências… Fantasias? Fetiches? Novos parceiros sexuais? Swing? Relacionamento aberto? Poligamia? Seja o que for, tudo é bom desde que seja consensual. Jamais force o (a) parceiro (a) a fazer algo que ele (a) não gosta. A felicidade implica numa desconstrução do antigo para que o novo esteja sempre surgindo aqui e agora.

Joel Munhoz Tarô Tântrico

(Elóy)

Muitos Egos Dentro De Você Em Conflito Uns Com Os Outros

Tarô tântrico muitos egos na mente. Olá, 7 de Copas chegando… O cara saiu na casa 4 (Câncer). Está banhado pela energia canceriana. Vamos entrar dentro dele, devassar as suas entranhas… Ou, numa versão mais feminina, permitir que ele penetre até o mais profundo do nosso ser. Uma coisa é ser Shiva, outra coisa é ser Shakti, porém, as duas se complementam, uma energia não existe sem a outra. O tantra arcano 7 de Copas tem uma energia predominante masculina (Shiva/yang). O número 7 é masculino, uma energia de ação. Ele é um conquistador, vai em busca de novas aventuras que mexam e remexam com as suas emoções, os seus sentimentos. Quer viver tudo o que for possível para saciar os seus desejos. Perceberá, no final, que os desejos são insaciáveis. Porém, reprimir os desejos também é um mau negócio. O tantra nesse arcano nos ensina a vivenciar os desejos de uma forma consciente.

Tarô tântrico muitos egos na mente 4ª casa altamente sensível adora o passado

Já por sua vez a energia de Câncer (4ª casa) está mais para o feminino do que para o masculino. Câncer é a casa, é o lar. Vontade de ficar quieto, sossegado, curtindo a família. Tem uma energia muito maternal, nutritiva, afetuosa. Adora o passado, gosta de remoer fatos passados; lembranças, na maioria das vezes não tão boas assim… Se ressente e se magoa com facilidade. Dotado de uma afetividade muito grande que nem sempre consegue demonstrar. Se comove com facilidade – chorão, chorona… É altamente sensível, consegue facilmente se colocar no lugar dos sofredores. Pode expressar essa sensibilidade à flor da pele através da arte.

Tarô tântrico muitos egos na mente em conflito uns com os outros

Tarô tântrico muitos egos na mente em conflito uns com os outrosBueno, juntando essas duas peças – 7 de Copas e 4ª casa – temos aí uma parafernália de emoções, sentimentos, dramas, e muitos atores a representar e sentir todos esses dramas e sentimentos. Muitos rostos, muitas máscaras, muitas personalidades, muitos egos agitam a sua mente. Num momento você tem um impulso, noutro momento você tem outro. Num momento você quer ser uma coisa, noutro momento você quer ser outra coisa. Você sente que você é uma variedade enorme de seres, de eus, de egos… E na realidade é. E o pior… Muitos desses egos dentro de você estão em conflito uns com os outros. Assim, dentro de você agitam-se grandes batalhas navais em mares bravios.

Tarô tântrico muitos egos na mente vidas anteriores masmorras do inconsciente

Esse conflito acontece num momento em que a sua busca espiritual se torna intensa. Você poderá até nem estar envolvido numa busca espiritual objetiva, mas o fato é que você buscou muito em vidas anteriores. A energia canceriana também tem a ver com vidas anteriores ou o ciclo de mortes e renascimentos, desencarnes e reencarnações. Na vida atual, então, todos esses egos ou personalidades de encarnações passadas querem se expressar novamente. Isso é representado na carta 7 de Copas como essas 7 personalidades, máscaras ou situações. Mas por que isso? Porque a busca mexe com quem está quieto. A busca leva luz às masmorras escuras do inconsciente.

Tarô tântrico muitos egos na mente sentimentos reprimidos situações mal resolvidas

Tarô tântrico muitos egos na mente em conflito uns com os outrosNas suas vidas anteriores muitos sentimentos foram reprimidos, situações não foram vivenciadas como deveriam ser. Você interagiu com muitas pessoas, amou, odiou, se magoou e magoou, foi violento, assassinou, foi assassinado, ocupou várias posições sociais e econômicas, exerceu variadas profissões, foi homem, foi mulher; enfim, muitas situações ficaram mal resolvidas, pendentes… Assim, na vida atual, elas precisam ser vivenciadas novamente – até esgotarem-se por completo. Mas isso é impossível… Até um certo ponto sim, até um certo ponto não…

Tarô tântrico muitos egos na mente personalidades anteriores buscam se expressar

Na sexualidade, então, isso se torna muito intenso… E mais sofrido também porque ainda vivemos sob muitos tabus. As orientações sexuais vão mudando ao longo da vida. Tanto para o homem quanto para a mulher. Você é muitos (as) internamente. Afinal, são várias personalidades de vidas anteriores que buscam se expressar novamente. Sente os mais variados desejos e as mais variadas fantasias, tanto hetero quanto homo. Transita por muitas e muitas identidades de gênero, mas não consegue se definir por nenhuma. Ao longo de uma vida você pode sentir que está vivendo várias vidas. As personalidades vão mudando ao longo das várias faixas etárias.

Tarô tântrico muitos egos na mente aceitação o maior aprendizado

Tarô tântrico muitos egos na mente em conflito uns com os outrosComo lidar com isso? Em primeiro lugar aceitar-se. A aceitação é o maior aprendizado no caminho do tantra. Não é fácil, mas é necessário. Lutar contra para abafar essas vozes interiores é lutar contra si mesmo. E se você luta contra você mesmo o fim é trágico. Você morrerá infeliz. Em vez de lutar contra, de se controlar ou se reprimir você precisa fazer um trabalho de constante aceitação de si mesmo; você pode se trabalhar sozinho (a) ou com a ajuda de um terapeuta que conheça profundamente esse tema. No tantra a aceitação é fundamental. Lembrando que a aceitação é todo o caminho para a aceitação. É um processo, passo a passo.

Tarô tântrico muitos egos na mente autoexpressão de sentimentos e fantasias sexuais

Lanço mão, no meu trabalho terapêutico, de várias técnicas de meditação – ativas e passivas – que estimulam a aceitação de si mesmo. Dentre elas estão a bioenergética tarotântrica e a massagem tarotântrica, duas poderosas ferramentas que trabalham a autoexpressão de sentimentos e de fantasias sexuais. No ambiente seguro e privativo do espaço terapêutico você pode dar vazão às várias personalidades que agitam o seu mundo interior. Você faz um psicodrama ao mesmo tempo em que joga fora o lixo emocional e psicológico – com consciência. Ficar louco com consciência é de vital importância para não se enlouquecer de verdade.

Tarô tântrico muitos egos na mente o animal uma força na sua vida

Tarô tântrico muitos egos na mente em conflito uns com os outrosA abordagem terapêutica do Tarô Tântrico vai transformando a fera num animal domesticado. O que era, antes, um monstro, vai se transformando num animal de estimação – um gato, um cachorro, um cavalo… (metaforicamente falando). Você não se livra do animal; até porque se livrar do animal é morrer. O animal é o que nos mantém vivos no sentido biológico e instintivo. A diferença é que antes você tinha medo do animal. Ele controlava você. Agora você fez as pazes com ele. Você, então, pode controlá-lo. Ele se torna uma força (tantra arcano 11 A Força) na sua vida e não mais um obstáculo.

– Se gostou do texto pode curtir, compartilhar nas redes sociais, com amigos… Você estará ajudando o blog a crescer. Fico muito grato.

Joel Munhoz Tarô Tântrico

(Elóy)