O Pendurado, O Relaxamento Que A Meditação Proporciona

Não sei porque o tantra arcano 12 O PENDURADO, volta e meia, aparece nos meus vídeos kkkkk. Por que será, né…?! O cara aqui precisa se render um pouco mais, se não por inteiro, à Vontade Divina. Vamos lá, então… mais um desafio, galera! Afinal, podemos aprender muito mais com os desafios e obstáculos da Vida. E essa pandemia está nos trazendo cada vez mais pra real. Caia na real! O PENDURADO está de ponta cabeça, a Vida se inverteu para ele. Não era bem o que ele pensava. Aliás, as suas ideias, teorias e ideologias revelaram-se inócuas perante a nova realidade que está se apresentando.

Guiar-se por ideologias, religiões e líderes dos mais variados, é restringir a Vida, é fugir da Vida, é limitar a própria vida. A Vida não precisa de nenhuma ideologia, de nenhum ensinamento religioso, de nenhuma escritura sagrada, para viver. Então, por que nós, pretensos seres humanos, precisamos de toda essa parafernália de doutrinas, regras, e ensinamentos mil para “vivermos”? Quem se guia sempre pelos conhecimentos (condicionamentos) da mente está sempre reagindo à Vida. Assim, essa pessoa jamais se jogará no Desconhecido, estará sempre interpretando a Vida, estará sempre colocando a vastidão da Vida no pequeno espaço da sua mente/ego.

O Pendurado, o relaxamento que a meditação proporciona

Mas… aí entra O PENDURADO. Quando a tua mente se acha a tal, a Natureza ou Mãe Existência dá um jeito de te colocar com os pés para cima para que tu vejas a Vida através da vastidão do céu e não mais da pequena janela da tua mente condicionada. Aí, meu irmão (ã), de nada adianta esperneares. Quanto mais tu lutas pra te libertar mais o laço aperta e mais energia vital tu consomes nesta luta vã. O jeito é relaxar e gozar… Aaaaaaaahhhhhhh, delícia, né… kkkkkk. Só assim podemos ter acesso a um novo insight, a uma nova revelação. Relaxa na tensão, relaxa na dor, relaxa na luta, no desafio. Este é o relaxamento que a meditação proporciona. Relaxar no que quer que for que a Vida estiver te trazendo.

Te liga no vídeo aí… que tu vais aprender a relaxar pra carai… E ainda de quebra poderás até dar à luz a ti mesmo (a)!

Joel Munhoz Tarô Tântrico

(Elóy)

A Mente É Especialista Em Transformar Desafios Em Problemas

O 5 de Ouros quer falar. Deixai-o falar! Ele está visitando a casa 7 (Libra). É um (a) cara que está em dificuldades, muitas dificuldades materiais… financeiras, de saúde… Tenta sair delas de tudo que é jeito, mas quanto mais tenta mais enredado (a) fica. É mole? Claro que não… O que fazer ou não fazer nesta situação? Vejamos! Casa 7 é preocupação com os outros. Dívidas com os outros? Também. Um grande aprendizado. Diz o mestre que a solução do problema se encontra no próprio problema. Entre fundo no problema, pare de fugir dele! Não tente tapar o sol com a peneira. Não fique tentando esconder o problema. Quanto mais você esconde o problema mais você se preocupa com quem possa descobri-lo em um momento de descuido.

A mente é especialista em transformar desafios em problemas
Tantra arcano 5 de ouros

Não precisa também sair apregoando aos quatro cantos que você tem um problema ou vários deles. Apenas esteja disposto (a) a repartir os seus problemas com quem você sente que pode fazê-lo. Exercite mais o despojamento, o desapego, a espontaneidade… De repente você está com uma pessoa, a situação se apresenta, e você pode se expor, ou expor o seu problema. Quem sabe a outra pessoa também esteja passando ou já passou por um problema semelhante!!! Ela poderá lhe dar um conselho, lhe oferecer ajuda, ou simplesmente lhe ouvir, o que já será uma grande coisa. Você se sentirá mais aliviado (a) do peso, e poderá ter novas ideias.

A mente é especialista em transformar desafios em problemas
Casa 7, preocupação com os outros, inimigos declarados, cooperação, parcerias, casamento, contratos.

Uma coisa muito importante: não se compare aos outros. A comparação é a raíz de muitos males. Não compare os seus problemas com os problemas dos outros, aí você estará arrumando mais um problema. Cada pessoa é única e tem um carma individual. Uma pessoa tem mais rosas, outra tem mais espinhos, mas enfim, cada uma está de braços dados com uma cruz. Uma pessoa “feliz” e “alto astral” muitas vezes está passando por problemas terríveis. Não veja os outros apenas pelo que aparentam. Tente ver além das máscaras. Quanto mais fundo olhamos para alguém mais percebemos que aquela pessoa “poderosa”, aos nossos olhos, não é tão poderosa assim. Enfim, todos nós temos problemas, uns numa área, outros noutra, mas o fato é que todos precisamos aprender a sermos felizes apesar dos problemas.

E, finalmente, se você for a fundo no problema – se for fundo mesmo – você verá que não existem problemas. Existem apenas desafios que a Vida coloca no nosso colo de tempos em tempos. Podemos aceitá-los ou não. Se aceitamos, fluímos com a energia do desafio e ele nos levará, como uma onda, a descobrirmos novos mares e novos ares. Porém, se não aceitamos, se reclamamos, tipo: isso não deveria acontecer comigo, não mereço, sou uma pessoa tão boa! Se não aceitamos, se lutamos contra, estamos transformando o desafio num problema. A nossa mente/ego é especialista em transformar desafios em problemas. Lutar para resolver um problema dá um ar de respeitabilidade e importância ao ego.

A mente é especialista em transformar desafios em problemas
Relaxando, aceitando, fluindo e despertando as potencialidades latentes.

Você até pode reclamar e vociferar perante um “problema”. Afinal, é mais honesto e saudável expressar um sentimento de revolta ou raiva do que reprimi-lo. Que merda! Puta que pariu! São expressões corriqueiras e automáticas. Após isso, porém, respire fundo, feche os olhos e vá fundo dentro de você mesmo, sem se julgar, sem se condenar, sem querer também se dominar. Apenas sinta e observe toda a sua energia, seja ela de raiva, de revolta, de impotência. Apenas sinta e observe a si mesmo em toda a sua complexidade. Você perceberá que junto com os sentimentos negativos se encontram também os positivos; um não está separado do outro. Junto à raiva se encontra a agressividade que te impulsiona a novas descobertas. Junto à revolta se encontra a justiça para se fazer a coisa correta. E junto à impotência se encontra a entrega do ego à vontade superior e divina. Quando temos disso consciência uma profunda gratidão brota do nosso coração e, com isso, uma energia renovada plena de novas possibilidades.

Joel Munhoz Tarô Tântrico

(Elóy)

Tantra Vivência Dos Opostos Caminho Da Vontade E Da Entrega

Tarô tântrico tantra vivência dos opostos. Hoje quero falar com você sobre o que é tantra, o que não é tantra… enfim… Há muita confusão na área, o que é, de certa forma, natural. Não nos tornamos tântricos da noite para o dia, em cursos ou grupos de fim de semana, ou seja de que período for, de 1 mês, 2 meses… Não que eu seja contrário a grupos, isto também é importante no caminho tântrico. O que eu quero deixar bem claro é que você não se torna tântrico (a) porque ganhou um diploma de conclusão de curso. Tantra é a prática da vida a cada momento. É a teia da vida que acontece a cada momento, a cada minuto, a cada hora, a cada dia… ad infinitum… Não tem nada a ver com religião nem filosofia. É você se colocar em harmonia com essa sinfonia cósmica que só acontece agora, em qualquer lugar que você esteja.

Tarô tântrico tantra vivência dos opostos a ciência da transformação da mente

Tantra Vivência Dos Opostos Caminho Da Vontade E Da EntregaE como se faz isso? Como eu disse antes, praticando… tantra é prática, é técnica, é ciência. É a ciência da transformação da mente que nos leva além dela. É ciência subjetiva que nos possibilita investigar e aprofundar cada vez mais o nosso universo interior. Saiu aqui como inspiração para este post o tantra arcano menor 8 de Ouros na casa 5 (Leão). Um arcano da carta 8 A Justiça no plano físico – Ouros. O caminho do meio de que tanto Buda falava… É o fio da navalha. Mas para você andar no fio da navalha, você precisa, umas vezes, enveredar para a esquerda e, outras vezes, para a direita. Somente vivendo os opostos – com intensidade – você chegará ao equilíbrio. Porém, esse equilíbrio, novamente será perdido e você será lançado de novo ao plano da dualidade. Terá que vivenciá-la novamente para que, em algum outro momento, você chegue ao equilíbrio novamente.

Tarô tântrico tantra vivência dos opostos pequenas iluminações

Tantra Vivência Dos Opostos Caminho Da Vontade E Da EntregaE este processo se repetirá tantas vezes quantas forem necessárias até você encontrar o equilíbrio final, a realização, a iluminação total. Por isso, tantra é o caminho da iluminação, pois você vai vivenciando pequenas iluminações até atingir a iluminação total. Você deve começar de onde você está, sem nenhum ideal a ser atingido, nenhuma meta… Por isso, o naipe de Ouros. Ouros é o naipe mais baixo, mais inferior, mais denso… Corresponde ao plano físico, material, sensual, ao corpo físico. O 8 é sinuoso como o caminhar de uma serpente, ou de duas serpentes. Assim deve ser o seu caminhar. Um pouco para a esquerda, um pouco para a direita… No meio, onde os dois caminhos se encontram, está o equilíbrio. Você ainda não é um (a) iluminado (a), então não se comporte como se fosse um (a). Isso será falso e reforçará ainda mais o seu ego, lhe distanciando da iluminação.

Tarô tântrico tantra vivência dos opostos viva o ego e o não ego

Tantra Vivência Dos Opostos Caminho Da Vontade E Da EntregaVocê tem um ego, não é mesmo? Ele ainda domina a sua vida fazendo-o (a) pensar que ele é a sua verdadeira identidade… Assim, reconheça isso, não tente fugir deste fato ou lutar contra o ego para dominá-lo. A fuga ou a luta somente reforça o ego. Em alguns momentos viva o ego totalmente, em outros momentos viva o “não ego” totalmente. Precisamos viver os dois lados da moeda para deixarmos de ser metade. O ser inteiro vive tudo o que a vida lhe traz, e o ego também faz parte dela, assim como também o “não ego”. O ego é o caminho da vontade, da luta, da briga, da conquista, da competição, do masculino, da autoimagem, da reputação, do status social, do poder, do sexo compulsivo, dos pecados, do profano, da pornografia, da putaria, da sacanagem… O “não ego” é o caminho da entrega, da aceitação, do amor, da meditação, do aconchego, da passividade, da cooperação, do feminino, da não preocupação com reputação, do sexo maduro e consciente, do sagrado, da confiança total na vida.

Tarô tântrico tantra vivência dos opostos você é pecador você é sagrado

Tantra Vivência Dos Opostos Caminho Da Vontade E Da EntregaViva os dois – yin e yang, feminino e masculino, shiva e shakti – viva a dualidade, o mais intensamente que você puder. Em um momento você é pecador, profano… em outro momento você é santo, sagrado… Em um momento você é sério, em outro momento você é bem humorado. Em um momento você é triste, em outro momento você é alegre. Em um momento você é combativo, em outro momento você é afetuoso.  Em um momento você se interessa por assuntos profundos, em outro momento você curte coisas supérfluas. Em um momento você é tolo, em outro momento você é sábio. Vivendo tudo o que a vida traz, sem nada rejeitar, você vai, aos poucos, descobrindo o seu próprio equilíbrio. O equilíbrio é o resultado natural – a terceira ponta do sagrado triângulo – da vivência dos opostos.

Tarô tântrico tantra vivência dos opostos o caminho do coração

Tantra Vivência Dos Opostos Caminho Da Vontade E Da EntregaSe você não vive os opostos, você não passa de um ser pela metade, de alguém meia-boca no linguajar popular. Ou você é triste ou você é alegre; ou você é sensual ou você é espiritual. Sempre a outra metade estará faltando, você nunca será completo (a). Aí você terá que forçar um equilíbrio que não existe, que não surgiu naturalmente do seu ser. Tantra é o caminho do coração. A mente é exclusiva, está sempre separando tudo. O coração é inclusivo, como se diz popularmente: no coração de mãe sempre há lugar pra mais um… A casa 5 (Leão) é a casa do coração, da brincadeira, dos jogos, da criança, dos filhos, da criança interior, dos relacionamentos por amor, da autenticidade. Viva totalmente e você viverá através do coração. O coração absorverá a sua mente e somente assim você poderá ter, de fato, uma mente brilhante. Do contrário, a sua mente será fria e só produzirá divisão, conflito e desarmonia.

Joel Munhoz Tarô Tântrico

(Elóy)

Profundamente Enraizado Na Existência Casamento Abençoado

Tarô tântrico casar com a existência. Posição firme, pés bem plantados no chão. Opa, é como se a Terra estivesse engolindo os pés… Mas, não é ruim não; as raízes do ser estão se aprofundando no solo da casa 7 (Libra): a relação com o outro, ou os outros… e também, neste caso, o reinício (noutro nível) da vida social após um considerável período de recolhimento pelo hemisfério norte (parte de baixo) do mapa astral.

Tarô tântrico casar com a existência sexo maduro espiritualizado

Tarô tântrico casar com a existência união Shiva/Shakti confiança absolutaSeis de Paus! Seis paus entrelaçados. Naipe de Paus é FOGO. É pau pegando fogo. Energia de ação espiritual, do empreendedorismo, de abrir caminho, de “botá pra quebrá”, ou melhor, “botá pra queimá”. É criatividade em ação. É a criatividade muito além do conceito de criatividade. É sexo, paixão… Mas é sexo com os pés bem plantados no chão. Sexo maduro, espiritualizado… Lembremos que todos os tantras arcanos menores “6″ estão relacionados ao tantra arcano maior 6 Os Amantes.

Tarô tântrico casar com a existência casa 7 relacionamentos legais oficiais

Tarô tântrico casar com a existência união Shiva/Shakti confiança absolutaOs relacionamentos amorosos, portanto, estão em evidência. Seis de Paus é uma carta de “Os Amantes” no naipe de Paus. A casa 7 (Libra) é a casa dos relacionamentos amorosos legais, oficiais, formais… (onde nem sempre há amor); portanto, os casamentos, papel passado e tal…

Tarô tântrico casar com a existência não tente resolver com a mente

Tarô tântrico casar com a existência união Shiva/Shakti confiança absolutaIsso tudo te angustia? Você anda meio enrolado (a) com os casamentos, relacionamentos? É pressão de tudo que é lado? Mas não esquente a cabeça não. Não tente resolver com a mente, com o ego. Tudo o que é resolvido orientado pela mente/ego não vai além dela. Não há transformação nem transcendência. Deixe que a Vida se encarregue. Coloque nas mãos da Existência. A Mãe Existência, neste momento, te toma pela mão… Deixe-se levar. Deixe que aconteça, de uma vez por todas, o teu profundo casamento com a Existência.

Tarô tântrico casar com a existência significado profundo da união Shiva/Shakti

Tarô tântrico casar com a existência união Shiva/Shakti confiança absolutaCasar com a Existência é ter confiança absoluta nela. Este é o significado mais profundo e abrangente da união Shiva/Shakti e de todas as suas aventuras amorosas. Para quem está profundamente enraizado na Existência, para quem está fundido com o Todo, qualquer outro casamento humano, seja homem/mulher,  homem/homem, mulher/mulher, será totalmente abençoado. Porém, para quem está sempre lutando contra a Vida para que a sua vontade egoica prevaleça, qualquer relacionamento em que se envolver estará fadado ao fracasso.

Joel Munhoz Tarô Tântrico

(Elóy)

Muitos Egos Dentro De Você Em Conflito Uns Com Os Outros

Tarô tântrico muitos egos na mente. Olá, 7 de Copas chegando… O cara saiu na casa 4 (Câncer). Está banhado pela energia canceriana. Vamos entrar dentro dele, devassar as suas entranhas… Ou, numa versão mais feminina, permitir que ele penetre até o mais profundo do nosso ser. Uma coisa é ser Shiva, outra coisa é ser Shakti, porém, as duas se complementam, uma energia não existe sem a outra. O tantra arcano 7 de Copas tem uma energia predominante masculina (Shiva/yang). O número 7 é masculino, uma energia de ação. Ele é um conquistador, vai em busca de novas aventuras que mexam e remexam com as suas emoções, os seus sentimentos. Quer viver tudo o que for possível para saciar os seus desejos. Perceberá, no final, que os desejos são insaciáveis. Porém, reprimir os desejos também é um mau negócio. O tantra nesse arcano nos ensina a vivenciar os desejos de uma forma consciente.

Tarô tântrico muitos egos na mente 4ª casa altamente sensível adora o passado

Já por sua vez a energia de Câncer (4ª casa) está mais para o feminino do que para o masculino. Câncer é a casa, é o lar. Vontade de ficar quieto, sossegado, curtindo a família. Tem uma energia muito maternal, nutritiva, afetuosa. Adora o passado, gosta de remoer fatos passados; lembranças, na maioria das vezes não tão boas assim… Se ressente e se magoa com facilidade. Dotado de uma afetividade muito grande que nem sempre consegue demonstrar. Se comove com facilidade – chorão, chorona… É altamente sensível, consegue facilmente se colocar no lugar dos sofredores. Pode expressar essa sensibilidade à flor da pele através da arte.

Tarô tântrico muitos egos na mente em conflito uns com os outros

Tarô tântrico muitos egos na mente em conflito uns com os outrosBueno, juntando essas duas peças – 7 de Copas e 4ª casa – temos aí uma parafernália de emoções, sentimentos, dramas, e muitos atores a representar e sentir todos esses dramas e sentimentos. Muitos rostos, muitas máscaras, muitas personalidades, muitos egos agitam a sua mente. Num momento você tem um impulso, noutro momento você tem outro. Num momento você quer ser uma coisa, noutro momento você quer ser outra coisa. Você sente que você é uma variedade enorme de seres, de eus, de egos… E na realidade é. E o pior… Muitos desses egos dentro de você estão em conflito uns com os outros. Assim, dentro de você agitam-se grandes batalhas navais em mares bravios.

Tarô tântrico muitos egos na mente vidas anteriores masmorras do inconsciente

Esse conflito acontece num momento em que a sua busca espiritual se torna intensa. Você poderá até nem estar envolvido numa busca espiritual objetiva, mas o fato é que você buscou muito em vidas anteriores. A energia canceriana também tem a ver com vidas anteriores ou o ciclo de mortes e renascimentos, desencarnes e reencarnações. Na vida atual, então, todos esses egos ou personalidades de encarnações passadas querem se expressar novamente. Isso é representado na carta 7 de Copas como essas 7 personalidades, máscaras ou situações. Mas por que isso? Porque a busca mexe com quem está quieto. A busca leva luz às masmorras escuras do inconsciente.

Tarô tântrico muitos egos na mente sentimentos reprimidos situações mal resolvidas

Tarô tântrico muitos egos na mente em conflito uns com os outrosNas suas vidas anteriores muitos sentimentos foram reprimidos, situações não foram vivenciadas como deveriam ser. Você interagiu com muitas pessoas, amou, odiou, se magoou e magoou, foi violento, assassinou, foi assassinado, ocupou várias posições sociais e econômicas, exerceu variadas profissões, foi homem, foi mulher; enfim, muitas situações ficaram mal resolvidas, pendentes… Assim, na vida atual, elas precisam ser vivenciadas novamente – até esgotarem-se por completo. Mas isso é impossível… Até um certo ponto sim, até um certo ponto não…

Tarô tântrico muitos egos na mente personalidades anteriores buscam se expressar

Na sexualidade, então, isso se torna muito intenso… E mais sofrido também porque ainda vivemos sob muitos tabus. As orientações sexuais vão mudando ao longo da vida. Tanto para o homem quanto para a mulher. Você é muitos (as) internamente. Afinal, são várias personalidades de vidas anteriores que buscam se expressar novamente. Sente os mais variados desejos e as mais variadas fantasias, tanto hetero quanto homo. Transita por muitas e muitas identidades de gênero, mas não consegue se definir por nenhuma. Ao longo de uma vida você pode sentir que está vivendo várias vidas. As personalidades vão mudando ao longo das várias faixas etárias.

Tarô tântrico muitos egos na mente aceitação o maior aprendizado

Tarô tântrico muitos egos na mente em conflito uns com os outrosComo lidar com isso? Em primeiro lugar aceitar-se. A aceitação é o maior aprendizado no caminho do tantra. Não é fácil, mas é necessário. Lutar contra para abafar essas vozes interiores é lutar contra si mesmo. E se você luta contra você mesmo o fim é trágico. Você morrerá infeliz. Em vez de lutar contra, de se controlar ou se reprimir você precisa fazer um trabalho de constante aceitação de si mesmo; você pode se trabalhar sozinho (a) ou com a ajuda de um terapeuta que conheça profundamente esse tema. No tantra a aceitação é fundamental. Lembrando que a aceitação é todo o caminho para a aceitação. É um processo, passo a passo.

Tarô tântrico muitos egos na mente autoexpressão de sentimentos e fantasias sexuais

Lanço mão, no meu trabalho terapêutico, de várias técnicas de meditação – ativas e passivas – que estimulam a aceitação de si mesmo. Dentre elas estão a bioenergética tarotântrica e a massagem tarotântrica, duas poderosas ferramentas que trabalham a autoexpressão de sentimentos e de fantasias sexuais. No ambiente seguro e privativo do espaço terapêutico você pode dar vazão às várias personalidades que agitam o seu mundo interior. Você faz um psicodrama ao mesmo tempo em que joga fora o lixo emocional e psicológico – com consciência. Ficar louco com consciência é de vital importância para não se enlouquecer de verdade.

Tarô tântrico muitos egos na mente o animal uma força na sua vida

Tarô tântrico muitos egos na mente em conflito uns com os outrosA abordagem terapêutica do Tarô Tântrico vai transformando a fera num animal domesticado. O que era, antes, um monstro, vai se transformando num animal de estimação – um gato, um cachorro, um cavalo… (metaforicamente falando). Você não se livra do animal; até porque se livrar do animal é morrer. O animal é o que nos mantém vivos no sentido biológico e instintivo. A diferença é que antes você tinha medo do animal. Ele controlava você. Agora você fez as pazes com ele. Você, então, pode controlá-lo. Ele se torna uma força (tantra arcano 11 A Força) na sua vida e não mais um obstáculo.

– Se gostou do texto pode curtir, compartilhar nas redes sociais, com amigos… Você estará ajudando o blog a crescer. Fico muito grato.

Joel Munhoz Tarô Tântrico

(Elóy)

 

Me Rendo À Vida Que Pulsa Em Mim E Em Tudo O Que Há

Tarô tântrico eu me rendo. Já usei todas as possibilidades da minha mente/ego e só me enredei mais na rede armadilha do meu passado assaltando o presente.
Eu me rendo. Já usei todo o meu repertório de superação e de tentar controlar e dominar as situações.
Eu me rendo. Aprendi numa certa organização que o domínio da vida é possível.
Eu me rendo. Querer dominar a vida é loucura. Quem sou eu, um grão de areia, uma poeira das estrelas, para querer dominar a vida?
Eu me rendo. O poder e a sabedoria da vida são infinitos e incomensuráveis. Eu sou a vida. A vida está fora, mas também está dentro de mim.

Tarô tântrico eu me rendo à minha consciência

Tarô tântrico eu me rendo quem sou eu para querer dominar a vidaDescobri que lutar contra as minhas fraquezas é lutar contra eu mesmo.
Eu me rendo. Todo o meu passado, com os meus erros e os meus acertos, foi perfeito.
Eu me rendo. Desisti de me culpar pelo meu passado, até porque o passado não se pode mudar.
Eu me rendo. A vida sempre me apresenta mil e uma possibilidades e oportunidades. Escolho uma delas de acordo com o meu grau de consciência. Não são as situações externas que precisam mudar. Eu preciso me render à minha consciência para que ela se expanda cada vez mais.

Tarô tântrico eu me rendo aceito a imperfeição como perfeita

Ao invés de repudiar o meu passado decidi usá-lo com criatividade.
Eu me rendo. Tudo o que eu fiz antes me trouxe à situação em que me encontro hoje.
Eu me rendo. A situação em que me encontro hoje pode não ser a perfeita nem a ideal aos olhos da minha mente/ego. Mas é a situação perfeita aos olhos da minha alma.
Eu me rendo. Tudo é perfeito, mesmo o que consideramos imperfeito. Quando aceito a imperfeição como perfeita ela pode crescer para um grau de perfeição cada vez maior.

Tarô tântrico eu me rendo à minha essência divina

Tarô tântrico eu me rendo quem sou eu para querer dominar a vidaNão desejo mais ser bom nem ser aceito, admirado ou amado pelos outros. Decidi ser eu mesmo com todos os riscos envolvidos. Apenas sendo eu mesmo posso crescer de verdade.
Eu me rendo. Não sou uma ilha. Faço parte de todo o oceano. Faço parte do Todo. Não tenho mais objetivos pessoais. Meu objetivo é o objetivo do Todo.
Eu me rendo. Me rendo à Vida que pulsa em mim e em tudo o que há. Me rendo a mim mesmo, ao meu Ser mais profundo, à minha essência divina, àquilo que eu sou de verdade.
Render-se à Existência é o mais completo relaxamento e a suprema meditação. O tantra arcano que melhor exprime isso é o 12 O PENDURADO.

Joel Munhoz Tarô Tântrico

(Elóy)