Relacionamentos Tântricos / O Ideal E O Real

Há relacionamentos e relacionamentos. Mas como serão ou ocorrerão os relacionamentos tântricos ou à luz do tantra? É sempre bom lembrar que tantra é tudo o que é espontâneo e natural. Assim, tudo o que é forçado ou condicionado a ser desse ou daquele jeito para agradar esse (a) ou aquele (a) não é tantra. Há muitos ideais e ideologias por aí… Geralmente os relacionamentos, e principalmente os casamentos, seguem uma linha de conduta ditada pela cultura de uma determinada sociedade. Para nos relacionarmos tantricamente é necessário, então, nos despirmos das personas psicológicas para que possamos nos entregarmos para o relacionamento de forma autêntica.

Relacionamentos tântricos / o ideal e o real

Porém, primeiro é necessário aprendermos a viver sozinhos. Você precisa se amar por inteiro. Não adianta você amar somente a sua parte boa e detestar a sua parte ruim. Se amar de verdade é amar tanto os seus anjos quanto os seus demônios. Assim você será uma pessoa inteira que se bastará a si mesma, não dependerá do outro para ser inteiro ou feliz. Uma pessoa que se sente uma metade sempre procurará outra metade para ser completa. Isso gera dependência e todos os jogos de poder para se ter segurança de que aquela pessoa (sua metade) será sua para sempre. Esse é o amor apego baseado na posse, muito conhecido como amor romântico.

Relacionamentos tântricos / o ideal e o real
Tantras arcanos 10 A RODA DA FORTUNA e 6 DE ESPADAS

Mas… se você está num relacionamento e ainda não aprendeu a se amar primeiro, fique onde está para começar de onde está. Lembremos a máxima tântrica e zen: tudo o que é, é. Tudo o que está acontecendo agora é exatamente o que deveria acontecer. Vejamos, então, como você pode fazer o seu relacionamento se tornar tântrico! O tantra arcano 10 A RODA DA FORTUNA pode nos auxiliar a compreendermos melhor. A roda, no seu aro externo, representa as mudanças inevitáveis da Vida. No seu eixo interno representa o seu centro, a sua essência divina imutável. Assim, precisamos nos adaptarmos às mudanças externas sem perdermos a nossa essência jamais. Isso tanto na nossa vida individual quanto nos nossos relacionamentos íntimos, sexuais, amorosos.

Relacionamentos tântricos / o ideal e o real

Você precisa refletir profundamente: até que ponto, no seu relacionamento, você está se adaptando ou você está se violentando somente para agradar o outro. Ou, até que ponto, você está forçando o outro a se comportar de uma maneira que está violentando a sua própria natureza? O tantra arcano 6 DE ESPADAS mostra os relacionamentos idealizados. O tantra, nesta carta, diz: abandone os ideais de relacionamento (fórmulas prontas) e caia na real, construa a sua própria fórmula de relacionamento. Invista na intimidade com o outro. Mas, às vezes, você tem intimidade afetiva e amorosa com o parceiro (a), mas o mesmo não acontece no plano sexual. Assim, é justo que você tenha outra pessoa para realizar as suas necessidades sexuais.

Relacionamentos tântricos / o ideal e o real

Nós somos seres poligâmicos por natureza. A monogamia é uma imposição social. Temos que dar um jeito para transgredirmos estas regras sociais, morais e religiosas, para podermos seguir o nosso coração. A fidelidade é importante? Mas é claro, mas, antes de mais nada, você deve ser fiel com você mesmo (a). Como ser fiel com o outro se não se é fiel consigo mesmo? O seu parceiro (a) de relacionamento estável deve saber do seu outro relacionamento? Sim, se ele (a) estiver aberto (a) a esta sinceridade. Se não estiver aberto, não deve saber… Não estou aqui ditando regras, estou apenas apresentando alguns exemplos. Tudo é muito relativo, há tantas variáveis quanto relacionamentos.

O mais importante é você crescer como pessoa em todos os sentidos. E isso representa evolução de consciência. A pessoa em crescimento está sempre mudando externamente para manter-se cada vez mais fiel à sua verdadeira essência ou natureza. Assim, os relacionamentos em crescimento também estão sempre mudando, se adaptando aos novos estímulos da Vida. O mais importante é perceber se as mudanças que estão acontecendo provêm do seu eixo mais interno ou provêm de estímulos e modismos superficiais da sociedade à sua volta. Você pode mudar para ser cada vez mais você mesmo (a) ou você pode mudar apenas para corresponder a uma expectativa externa. No relacionamento deve haver um consenso entre adaptação de um ao outro. Tudo deve ser consensual para que não haja opressor (a) nem oprimido (a). Haverá dor? Sim, mas há muita diferença entre a dor do crescimento e a dor do sofrimento.

Joel Munhoz (Elóy)

No Sexo Tântrico O Homem Precisa Aprender Com A Mulher A Ser Água

A mulher é a grande iniciadora no tantra. O seu elemento correspondente é a Água enquanto o homem corresponde ao elemento Fogo. É por isso que no sexo profano comum o homem é muito afoito, logo quer penetrar e ejacular. A mulher precisa de mais tempo para ter a sua vagina lubrificada e pronta pra penetração. Por isso as carícias preliminares são tão importantes. E aí, homem varão macho alfa, tu estás preparado para ser um homem mais inteiro e mais verdadeiro? Porque fomos educados nesta cultura patriarcal a sermos o fodão e acabamos por não sermos fodão porra nenhuma. Você acha que ser fodão é meter numa vagina fria e seca e ejacular após no máximo 5 minutos de penetração? A mulher nem ficou pronta pro sexo e você já gozou. Aí ninguém pode ser feliz, nem você nem ela.

No sexo tântrico o homem precisa aprender com a mulher a ser água
A mulher por cima durante a penetração pode facilitar o arrefecimento do ímpeto masculino. Ela pode controlar os movimentos e fazer com que a relação seja mais duradoura e prazerosa, evitando inclusive a ejaculação precoce. É uma boa posição para o homem aprender a ser água. O mesmo vale para as relações gays masculinas com o homem passivo por cima.

O mesmo ocorre nos relacionamentos homoafetivos, predominantemente, é claro, entre os homens, já que as mulheres gays ou bissexuais se compreendem mutuamente. No relacionamento gay masculino o homem que penetra é o masculino e o homem que é penetrado é o feminino. Assim, o homem ativo é fogo e o homem passivo é água. Da mesma forma, nos relacionamentos gays femininos, a mulher ativa é fogo e a mulher passiva é água. O fogo é um elemento masculino, ativo, volátil, sua orientação é para cima. A água é um elemento feminino, passivo, denso, sua orientação é para baixo. No sexo comum o fogo não se mistura com a água. No sexo tântrico há uma mistura, uma alquimia porreta.

No sexo tântrico o homem precisa aprender com a mulher a ser água
Tantra arcano 11 A Força: a dama e o leão. A sutileza da força feminina. Ela domina a fera – tesão sexual – não com violência, mas com sutileza e principalmente compreensão, consciência.

O fogo está sempre pronto. A água demora um certo tempo para ser aquecida. O seu ponto de ebulição é de 100º centígrados ao nível do mar. A água tem o poder de arrefecer o ímpeto do fogo. Em demasia pode apagar o fogo, mas na dose certa é uma delícia. O homem que se deixa tocar pelos mistérios da água pode aprender coisas incríveis, delícias e mais delícias… Assim, o seu fogo se tornará positivo, servirá para aquecer a água até chegar no seu ponto de fervura. Nada mais frustrante e brochante do que o fogo para um lado e a água para o outro. Nada mais extasiante e excitante do que o fogo e a água se misturando numa dança erótica sagrada. Esta alquimia é o sexo tântrico. Somente assim o homem pode se aprofundar nos mistérios femininos (Shakti/Ísis) e a mulher nos mistérios masculinos (Shiva/Osíris)

Joel Munhoz (Elóy)

Ano Novo Astrológico – 2020, Mãos À Obra!

Beleza, o ano novo astrológico começando, 20 de março, equinócio de outono! Novo ano, sol entrando no signo de Áries… Algo está nascendo em meio a esta pandemia de coronavírus. A humanidade passando por um desafio terrível para se tornar mais humana. Afinal, estamos funcionando mais como máquinas do que como seres humanos. Nossa sociedade está doente, estimulando os seus indivíduos a competir, competir e competir. E agora, o vírus está aí, solto, em busca de carne humana. Continuaremos nessa competição feroz, de ser humano contra ser humano? Não, agora a vida de todos está em jogo, precisamos, pelo menos agora, ser mais cooperativos e solidários. Afinal, estamos no mesmo barco, não é mesmo?

Vamos a um cálculo numerológico do caramba! Primeiro dia do ano novo: 20/03/2020. 20+03+2020 = 2043 = 2+0+4+3 = 9. Aqui temos o número 9 soberano sobre todos os outros. Um ano regido pelo tantra arcano 9 O EREMITA. Ora, o 9, na Antiguidade, representava o círculo. É um universo completo. As coisas chegaram ao seu auge, a plantação está pronta para a colheita. Se você adiciona o 9 a qualquer outro número, o 9 irá fortalecer a energia do número. Tomemos como exemplo o número 5, já que o 5 é O HIEROFANTE, o tantra arcano correspondente ao signo de Áries, quando o ano novo começa. 9+5 = 14 = 1+4 = 5; voltou, portanto, ao 5, fortalecendo a energia do número 5.

Ano novo astrológico - 2020, mãos à obra!
Tantra arcano 5 O Hierofante (letra he) uma nova inspiração, signo de Áries, nascimento de uma nova era

O 5 (letra he do alfabeto hebraico) é uma nova respiração ou inspiração. É quando inspiramos de novo, é quando o mundo inspira de novo, é quando a Vida inspira de novo. O ar tóxico dos pulmões é jogado fora e uma nova vida carregada de prana é insuflada novamente nos pulmões e em todo o organismo através do sangue vitalizado. Temos aí um vírus que também ataca o aparelho respiratório para que a humanidade se livre do ar tóxico (velhos paradigmas) e deixe entrar o novo ar da nova vida, da nova era. O pentagrama mágico, o símbolo mais potente da magia, está ao nosso dispor. Podemos usá-lo com a cabeça pra cima ou com a cabeça pra baixo. Tudo depende do nosso grau de consciência.

O HIEROFANTE é o cara que domina sobre as mentes ou consciências através do poder político e religioso. Estamos sufocados, como humanidade, atrelados a líderes mesquinhos, egoístas, individualistas e retrógrados. Esquecemos o nosso próprio poder, não o poder do ego, mas o poder real que surge de uma consciência desperta. Quando despertamos não precisamos de nenhum líder, de nenhuma autoridade. Os especialistas continuam tendo o seu valor, mas para a nossa orientação e não para a nossa escravidão. Somente precisamos de autoridades (pais e mães) quando somos infantis, imaturos. Após o despertar nos tornamos seres maduros, emocial e espiritualmente falando; assim, quem precisa de autoridade para lhe dizer o que é certo e errado?

Ano novo astrológico - 2020, mãos à obra!
Elite financeira global mancomunada com as elites locais tirando o couro da população

No momento atual as autoridades políticas estão nos explorando ao máximo, engolindo o nosso fígado, destruindo a nossa dignidade humana. Estamos esfarrapados, vivemos para alimentar a ganância de uma uma elite econômica, uma minoria que se julga melhor do que os outros, que quer continuar mantendo os seus privilégios imorais e desumanos. Basta! Aqui surge o lado positivo do HIEROFANTE: a libertação de todo jugo, a consciência finalmente respirando livre. É hora de nascermos de novo como diz o mestre Jesus. Para que sejamos livres no sentido físico, econômico, psicológico e espiritual, é necessário, antes de mais nada, sermos uma consciência, uma alma, livre.

Desigualdade social

Para que o texto não se torne um textão, vamos logo ao 14, a soma do 9 e do 5! O tantra arcano 14 A TEMPERANÇA é a união de todos os contrários, de todos os opostos. Os opostos, as diferenças, não são inimigos, são apenas aspectos que se complementam. É hora de darmos as mãos, de nos unirmos como humanidade que somos, e não apenas como números ou máquinas como esse sistema desumano quer nos fazer crer. Além de corpos e mentes somos consciências divinas. A alquimia é possível, a transformação é possível, um novo mundo mais fraterno é possível.

Ano novo astrológico - 2020, mãos à obra!
Tantra arcano 14 A Temperança

Todos os saberes são necessários. Não somente o saber acadêmico, científico, que muitas vezes se arvora como a autoridade máxima acima de todas as outras, mas também os saberes mais empíricos, observacionais, dos povos originários, da ancestralidade, do povo, da natureza. Uma ciência que não está em profunda comunhão com a natureza não é ciência. Não há ciência maior do que a mãe natureza em todos os seus reinos. A ciência nada mais faz do que revelar os segredos da natureza às nossas mentes.

Os egos não querem a união porque o que torna o ego forte é a divisão, a desunião. Mas está mais do que na hora de substituirmos os egos pelas consciências. Não é fácil, mas é possível. Não precisamos ser “nenhuns iluminados” para isso. Basta observarmos mais, ficarmos mais atentos, fazendo-nos sempre a pergunta: este comportamento que estou tendo vem do meu ego (o eu impostor) ou vem da consciência cósmica (o meu verdadeiro eu)? Meditar é observar o ego à distância. A Vida nos colocou um grande aprendizado com o covid-19. Não importa quem detonou esta bomba, o que importa é o que faremos com as suas manifestações.

Ano novo astrológico - 2020, mãos à obra!
Despertemos para o que somos de verdade: uma consciência divina

Temos uma grande oportunidade de nos tornarmos mais despertos e mais felizes. Temos uma grande oportunidade de fazermos da Terra um paraíso, aquilo que ela verdadeiramente é. Em primeiro lugar, por mais doloroso que seja, aceitemos o desafio com gratidão. E mãos à obra, que cada um faça o que manda o seu coração, a sua intuição, e não a sua mente condicionada por velhos padrões que já estão ultrapassados. Cada um de nós é necessário, cada um de nós é importante na construção de uma nova era. Atenda ao chamado cósmico, divino, dentro de você, e não ao chamado da velha mente (ego) que já está mais do que na hora de morrer! Se você ficar em silêncio, se a sua mente ficar em silêncio, você saberá o que deve ser feito neste momento fantástico para a Terra e para todo o universo.

Joel Munhoz Tarô Tântrico

(Elóy)

Profano Sagrado Iluminação Relacionamentos Ás De Paus Casa 7

Acabou a farra… Como saber? Saber o que, afinal? Saber o momento de terminar a farra, ora! Que farra? Olha, farras existem muitas. Tem a farra do boi, a farra da propina, a farra da gandaia, a farra que vai à forra… Mas vamos falar aqui, bem de pertinho, no pé da orelha, da farra da foda, do sexo, da trepada…, ainda tão julgada e criticada. Tem gente que nem trepa só para evitar confusões e maledicências. Ou, pelo menos, faz de tudo para aparentar que não trepa. Estes, via de regra, são os que mais criticam ou sentam o pau nas trepadas dos outros. Claro, também pudera, não sentam no pau nem o pau recebe sentada, então precisam sentar o pau nos outros através da língua ferina… que também não é usada para motivos mais nobres como, por exemplo, lamber e chupar buceta ou lamber e chupar piroca.

Mas como? Um cara que se diz tântrico como pode usar um linguajar desses, tão chulo e beirando o pornográfico? Sexo tântrico não é sexo sagrado? Pois é, meu amigo e minha amiga que pensam assim… Acontece que eu não sou nem um pouco sagrado. Sou profano pra caralho. Sou totalmente profano. Ainda tenho desejos, fantasias e fetiches. Mas quem não os tem? Afinal, ainda não me iluminei totalmente. Algumas áreas do meu inconsciente já se tornaram conscientes, mas tem outras que ainda jazem na escuridão. Enquanto isso eu preciso viver; não vou me tornar padre ou me reprimir de outra forma só porque não me tornei totalmente iluminado. Lembremos que a iluminação é todo o caminho para a iluminação.

Profano sagrado iluminação relacionamentos ás de paus casa 7Vamos aprofundar no sentido desta frase: a iluminação é todo o caminho para a iluminação. Isso quer dizer que devemos ser iluminados mesmo ainda não sendo ou forçar uma iluminação que ainda não alcançamos ou que ainda não despertou em nós? Certamente que não, pois que raios de iluminação seria esta? Não passaria de uma enorme falsidade; antes de mais nada estaríamos mentindo para nós mesmos. De acordo com a minha compreensão é valorizarmos o tanto de iluminação que já aconteceu conosco. Pode ser uma iluminação pequenininha kkkkkkk, uma pequena luzinha… porém, deve ser valorizada. Por outro lado não devemos valorizar a escuridão que ainda não foi iluminada. Veja bem, não devemos valorizar nem negar.

Negar a escuridão faz com que a escuridão seja valorizada e, por conseguinte, se fortaleça. Aceite a escuridão, o profano, a pornografia, o erótico, as fantasias… não os negue, pelo amor da deusa hehehe… Não fuja da batalha, escolha viver os teus desejos, as tuas fantasias porque se você não escolher você será escolhido por eles. Escolha com todo o teu ser. Diga para você mesmo (a): escolho viver os meus desejos e fantasias sexuais intensa e totalmente, escolho ir fundo neles, com todos os sentidos bem abertos. Isso é estar consciente. Isso é vivenciar com consciência. O tantra arcano ÁS DE PAUS na casa 7 (Libra) irá nos auxiliar nesta compreensão.

Profano sagrado iluminação relacionamaentos ás de paus casa 7ÁS DE PAUS é força total. Toda a força que se tem dirigida para um só ponto. É força física, psicológica, emocional e espiritual. Lembremos que o naipe de PAUS reúne em si a energia de todos os naipes. A casa 7 é onde acontece o relacionamento com o outro, os outros… Antes de se preocupar com a opinião dos outros, ocupe-se com você mesmo (a). Quais são as tuas necessidades, quais são os teus desejos? Viu? Tem bastante, não tem? E quem não os tem? Sossegue, portanto. Você não é o (a) único (a). Todas as criaturas têm lá os seus desejos, as suas necessidades e as suas fantasias. E ninguém é alguém para atirar a primeira pedra. Diz o ditado que de perto ninguém é normal.

Nossa sexualidade é muito complexa porque a nossa sociedade ainda é muito castradora, repressora… Ainda somos estimulados e condicionados a termos um comportamento sexual dentro da média, do normal, dentro de padrões que datam de milênios, sempre nos cânones do patriarcado, do machismo… Externamente podemos ser muito civilizados, mas por dentro somos trogloditas. Tenho minhas dúvidas se os trogloditas não eram mais espontâneos… Se a nossa sociedade fosse mais natural em relação ao sexo certamente que a nossa sexualidade não seria tão complexa assim. Mas, infelizmente não é assim.

Profano sagrado iluminação relacionamentos ás de paus casa 7Na casa 7 acontecem os relacionamentos baseados no compromisso e não no amor. Os casamentos são um exemplo disso. Em quantos casamentos o amor é o que realmente une o casal? O que mantém a maioria dos casamentos é o apego, o comodismo, o conformismo, os interesses, etc.; menos o amor. E o interesse sexual? Também já foi pro saco. E ninguém libera o outro para se relacionar sexualmente com outra pessoa… Quem é que inventou a regra que o sexo só pode ser praticado por duas pessoas até que a morte os separe? Os sacanas e hipócritas dos patriarcas que hoje posam de bons moços para que as suas esposas sejam só deles enquanto que eles se refestelam com outras moçoilas e moçoilos às escondidas… O sexo é uma brincadeira biológica e pode ser praticado com quantas pessoas se queira ou se tenha desejo em praticar. Ou também somente entre duas pessoas enquanto o desejo durar.

Profano sagrado iluminação relacionamentos ás de paus casa 7Não estou aqui pregando a promiscuidade. Ser promíscuo é compulsão. O (a) promíscuo (a) pratica o sexo pelo sexo, não tem nenhum comprometimento com afetividade e humanidade. O negócio dele (a) é a quantidade de parceiros. A cultura machista é pródiga em promiscuidade. E muitas mulheres, para se igualarem aos homens, se tornaram também machistas. Relacionamento é momento. Depende do seu momento de consciência ou inconsciência, de crescimento ou de estagnação. Se você se torna mais consciente o seu relacionamento também ganhará mais luz. Se você cresce o seu relacionamento também crescerá em consciência, em maturidade, em felicidade… Não há fórmula para nenhum relacionamento. O ÁS DE PAUS na casa 7 diz que tudo está aberto, não só os relacionamentos abertos, mas também os fechados na fidelidade muitas vezes de fachada, forçada e hipócrita.

Profano sagrado iluminação relacionamentos ás de paus casa 7Cada relacionamento é único. O que se contratou no altar, nos templos, não serve para o resto da vida. Se prender a juramentos é abdicar de crescer e de ser feliz. E, principalmente, de amar porque o amor é um movimento e não uma instituição. O amor não está preso a nenhuma cultura, ele é um fenômeno do coração e não da cabeça. Ouse, faça diferente, discuta com o (a) teu (a) parceiro (a) uma forma cada vez melhor, mais sincera e honesta de se relacionar. Nunca se acomode. O amor é um rio e não uma poça d’água estagnada. Se jogue nas experiências… Fantasias? Fetiches? Novos parceiros sexuais? Swing? Relacionamento aberto? Poligamia? Seja o que for, tudo é bom desde que seja consensual. Jamais force o (a) parceiro (a) a fazer algo que ele (a) não gosta. A felicidade implica numa desconstrução do antigo para que o novo esteja sempre surgindo aqui e agora.

Joel Munhoz Tarô Tântrico

(Elóy)

Curta Todas As Sensações A Vida É Para Ser Curtida No Máximo

Rainha de Copas na casa 2 (Touro). Você gosta de dinheiro? Sim? Eu também gosto. Acho que o dinheiro foi uma grande invenção humana, só que ele assumiu uma proporção enorme de influência nas nossas vidas, até demais. Vivemos para trabalhar e ganhar dinheiro. Só que quem ganha dinheiro, mas muito dinheiro mesmo, é uma pequena porção da população humana. São os que se encontram no topo da pirâmide social cuja base é formada pela imensa maioria que trabalha para enriquecê-los ainda mais. É mole? Então… Mas a casa 2 não trata somente de dinheiro. Diz respeito também ao corpo, à sensualidade, ao conforto… E o tantra arcano Rainha de Copas? É a mãe, é a mulher já bem situada na vida e que representa também a maturidade emocional. Bem… maturidade emocional, dinheiro, conforto, sensualidade… tudo isso no mesmo pacote.

Curta todas as sensações a vida é para ser curtida no máximoQuando temos maturidade emocional podemos desfrutar das coisas boas da vida sem nos identificarmos com elas, ou seja, sem dependermos delas para sermos felizes. Normalmente as pessoas são dependentes daquilo que têm, daquilo que possuem. É porque não desenvolveram ainda a sua inteligência emocional. E desenvolver a inteligência emocional não requer um esforço da parte do seu ego. Não significa que você tenha que se esforçar para isso, que você tenha que estudar para isso, que você tenha que praticar uma certa disciplina com regras, doutrinas, mandamentos, dogmas, etc. É justamente o contrário. Você precisa abandonar as regras e as práticas que apenas servem para mantê-lo (a) distante do seu verdadeiro ser, apenas servem para alimentar a sua ansiedade pelo resultado do seu trabalho. Servem para alimentar a esperança em dias melhores. Jorge Luis Borges, o grande escritor metafísico argentino falou: “a esperança é o mais sórdido dos sentimentos”.

Curta todas as sensações a vida é para ser curtida no máximoTudo é importante: o caminho, a construção, o trabalho, o esforço e o resultado… e a meta alcançada. A meta não é mais importante do que o processo para se chegar até ela. Viva tudo, tanto o caminho quanto a meta porque senão você será um ser pela metade. Você descobrirá que o caminho é a meta. Flua com o rio da vida. Deixe-se levar. Não siga a sua vontade, a vontade do seu ego, mas siga a vontade do Todo até que a vontade do Todo seja a sua própria. Ao longo do rio algumas pessoas que também estão no fluxo da corrente seguirão ao seu lado. Outras ficarão pelas margens, encantadas com a paisagem. Mas não se preocupe. Tudo é perfeito. Não force ninguém a seguir com você. Cada pessoa tem o seu próprio tempo e o seu próprio ritmo para despertar. A determinação e a persistência (características positivas da casa 2) vêm com a entrega total à sua própria essência. Entregue-se totalmente a você mesmo (a), ao seu verdadeiro ser, ao divino que você é em essência.

Curta todas as sensações a vida é para ser curtida no máximoE a sensualidade como fica? Po, a sensualidade é tudo de bom…!!! A sensualidade não exclui a espiritualidade nem esta exclui a outra. Ambas fazem parte da mesma energia universal. Diz Osho que o novo homem será Zorba, o Buda, alguém muito sensual, mas com uma grande consciência presente. Sensações… entre fundo nelas! Curta-as todas! A vida é para ser curtida no seu mais alto e amplo grau. A vida é para ser curtida no máximo. Há mentes muito doentes que levam isso pro lado dos vícios. Acham que curtir a vida é dormir pouco, se alimentar mal, não fazer exercícios, não trabalhar, fumar, beber e cheirar todas; ou fazer sexo compulsivamente. Ora, quem assim procede, chegará (se é que chegará) aos 40 anos com aspecto de 80. Não curtiu a vida, porque a vida para ser curtida ao máximo tem que ser de cara limpa. Quanto menos drogas no seu organismo mais a sua consciência ficará alerta, desperta, pronta para absorver a vida e ser a própria vida. Afinal, quem é você se não a própria vida curtindo a si própria?

Joel Munhoz Tarô Tântrico

(Elóy)