No Sexo Tântrico O Homem Precisa Aprender Com A Mulher A Ser Água

No sexo tântrico o homem precisa aprender com a mulher a ser água

A mulher é a grande iniciadora no tantra. O seu elemento correspondente é a Água enquanto o homem corresponde ao elemento Fogo. É por isso que no sexo profano comum o homem é muito afoito, logo quer penetrar e ejacular. A mulher precisa de mais tempo para ter a sua vagina lubrificada e pronta pra penetração. Por isso as carícias preliminares são tão importantes. E aí, homem varão macho alfa, tu estás preparado para ser um homem mais inteiro e mais verdadeiro? Porque fomos educados nesta cultura patriarcal a sermos o fodão e acabamos por não sermos fodão porra nenhuma. Você acha que ser fodão é meter numa vagina fria e seca e ejacular após no máximo 5 minutos de penetração? A mulher nem ficou pronta pro sexo e você já gozou. Aí ninguém pode ser feliz, nem você nem ela.

No sexo tântrico o homem precisa aprender com a mulher a ser água
A mulher por cima durante a penetração pode facilitar o arrefecimento do ímpeto masculino. Ela pode controlar os movimentos e fazer com que a relação seja mais duradoura e prazerosa, evitando inclusive a ejaculação precoce. É uma boa posição para o homem aprender a ser água. O mesmo vale para as relações gays masculinas com o homem passivo por cima.

O mesmo ocorre nos relacionamentos homoafetivos, predominantemente, é claro, entre os homens, já que as mulheres gays ou bissexuais se compreendem mutuamente. No relacionamento gay masculino o homem que penetra é o masculino e o homem que é penetrado é o feminino. Assim, o homem ativo é fogo e o homem passivo é água. Da mesma forma, nos relacionamentos gays femininos, a mulher ativa é fogo e a mulher passiva é água. O fogo é um elemento masculino, ativo, volátil, sua orientação é para cima. A água é um elemento feminino, passivo, denso, sua orientação é para baixo. No sexo comum o fogo não se mistura com a água. No sexo tântrico há uma mistura, uma alquimia porreta.

No sexo tântrico o homem precisa aprender com a mulher a ser água
Tantra arcano 11 A Força: a dama e o leão. A sutileza da força feminina. Ela domina a fera – tesão sexual – não com violência, mas com sutileza e principalmente compreensão, consciência.

O fogo está sempre pronto. A água demora um certo tempo para ser aquecida. O seu ponto de ebulição é de 100º centígrados ao nível do mar. A água tem o poder de arrefecer o ímpeto do fogo. Em demasia pode apagar o fogo, mas na dose certa é uma delícia. O homem que se deixa tocar pelos mistérios da água pode aprender coisas incríveis, delícias e mais delícias… Assim, o seu fogo se tornará positivo, servirá para aquecer a água até chegar no seu ponto de fervura. Nada mais frustrante e brochante do que o fogo para um lado e a água para o outro. Nada mais extasiante e excitante do que o fogo e a água se misturando numa dança erótica sagrada. Esta alquimia é o sexo tântrico. Somente assim o homem pode se aprofundar nos mistérios femininos (Shakti/Ísis) e a mulher nos mistérios masculinos (Shiva/Osíris)

Joel Munhoz (Elóy)

Comente caro (a) amigo (a) leitor (a)! Todos os comentários são bem-vindos! Estamos aqui para aprendermos uns com os outros. Paz e Luz! Namastê!